segunda-feira, 1 de junho de 2020

Canal Brasil começa hoje programação especial para o mês do Orgulho LGBTQI+

Loading

Hoje começa Junho, celebrado mundialmente como o mês do Orgulho LGBT. O motivo? Dentre outros porque 28 de Junho é considerado o Dia Mundia do Orgulho LGBT. Para celebrar, o Canal Brasil terá uma programação especial ao longo do mês. 

Siga o Muza no Facebookno Instagram e no Twitter

Começando hoje e seguindo ao longo de todo o mês, a Programação Especial inclui filmes, séries, talk shows  e programas especiais. Confira abaixo a programação na íntegra e aproveite! 

Lembrando que o Canal Brasil é um canl de TV por assinatura pertencente ao Globosat mas disponível em diversas TVs pagas.

Programação Canal Brasil - Mês do Orgulho LGBTQI 

PROGRAMA

TransMissão
Estreia segunda temporada
Horário: segunda, dia 1º de junho, à 0h
Rebatidas: quinta, dia 04/06, às 5h15; e domingo, dia 07/06, às 6h45
Classificação 12 anos
Sinopse: Linn da Quebrada e Jup do Bairro, duas plurais artistas trans, comandam um talk show irreverente sobre questões de gênero, sexo e raça, além de outros temas do cotidiano.

ESPECIAL ORGULHO LGBTQI+

De 05/06 a 28/06
Horário: sextas, sábados e domingos, às 23h10
Rebatidas: terças, quartas e quintas, às 4h

Rogéria: Senhor Astolfo Barroso Pinto (2018) (82’)
Inédito e exclusivo
Horário: sexta, dia 5 de junho, às 23h10
Rebatida: terça, dia 09/06, às 4h
Classificação: 14 anos
Direção: Pedro Gui
Sinopse: O documentário conta a vida e a trajetória artística de Rogéria a partir da dualidade entre artista e personagem. Passando por todos os momentos da vida da transformista, o filme mescla dramatizações de etapas de sua vida e depoimentos de artistas brasileiros, como Betty Faria, Jô Soares e Bibi Ferreira.

Como Você É (2016) (105’)
Horário: sábado, dia 6 de junho, às 23h10
Rebatida: quarta, dia 10/06, às 4h
Classificação: 16 anos
Direção: Miles Joris-Peyrafitte
Elenco: Owen Campbell, Charlie Heaton, Amandla Stenberg e Scott Cohen
Sinopse: A releitura de uma relação entre três adolescentes, enquanto a trajetória da amizade é construída através das lembranças revividas e desencadeadas por uma investigação da polícia.

Praia do Futuro (2014) (106’)
Horário: domingo, dia 7 de junho, às 23h10
Rebatida: quarta, dia 11/06, às 4h
Classificação: 14 anos
Direção: Karim Aïnouz
Elenco: Wagner Moura, Jesuíta Barbosa e Clemens Schick
Sinopse: Indicado ao Urso de Ouro no Festival de Berlim, o filme monta um dos mais belos cartões-postais de Fortaleza, capital cearense e cidade natal de Karim Aïnouz. A coprodução entre Brasil e Alemanha venceu na categoria Melhor Ator Coadjuvante no Grande Prêmio do Cinema Brasileiro e se destacou em Havana (Cuba), Milão (Itália) e San Sebastian (Espanha).

Flores Raras (2013) (118’)
Horário: sexta, dia 12 de junho, às 23h10
Rebatida: terça, dia 16/06, às 4h
Classificação: 14 anos
Direção: Bruno Barreto
Elenco: Gloria Pires, Miranda Otto e Tracy Middendorf
Sinopse: A história de amor entre a poeta Elisabeth Bishop e a arquiteta Lota de Macedo Soares. O longa acompanha a história dessas duas grandes mulheres e suas trajetórias inversas.

Bixa Travesty (2018) (75’)
Horário: sábado, dia 13 de junho, às 23h10
Rebatida: quarta, 17/06, às 4h
Classificação: 18 anos
Direção: Kiko Goifman e Claudia Priscilla
Elenco: Linn da Quebrada e Jup do Bairro
Sinopse: Vencedor de prêmios na Espanha, França, Canadá e Itália, o filme recebeu ainda indicações ao Teddy no Festival de Berlim e ao Candango de melhor filme no Festival de Brasília. Linn da Quebrada é uma figura de ares revolucionários por diversos espectros. Cantora e ativista trans, e apresentadora do programa “TransMissão”, ao lado de Jup do Bairro, faz de sua arte e da própria vida um ato político e libertário para a militância LGBTQ+. O documentário coproduzido pelo Canal Brasil em parceria com a Válvula Produções tem a performer como ponto central de uma discussão ampla sobre identidade de gênero, homofobia, fluidez sexual e padrões sociais, tudo isso a partir de uma mescla de momentos que vão desde a vida privada e caseira da artista, encenações em banheiros e saunas até os espetáculos extravagantes por ela realizados.

As Boas Maneiras (2017) (135’)
Horário: domingo, dia 14 de junho, às 23h10
Rebatida: quinta, 18/06, às 4h
Classificação: 16 anos
Direção: Juliana Rojas e Marco Dutra
Elenco: Marjorie Estiano, Isabél Zuaa e Miguel Lobo
Sinopse: Clara, uma enfermeira da periferia de São Paulo, é contratada pela rica Ana, para ajudá-la com a gravidez e depois com o bebê. Elas se tornam muito próximas, até que tudo muda numa noite de lua cheia.

Tangerina (2015) (88’)
Horário: sexta, dia 19 de junho, às 23h10
Rebatida: terça, dia 23/06, às 4h
Classificação: 16 anos
Direção: Sean Baker
Elenco: Kitana Kiki Rodriguez, Mya Taylor, Karren Karagulian e James Ransone
Sinopse: Vencedor do prêmio Felix no Festival do Rio e indicado ao prêmio de revelação no Festival de Sundance. Sin-Dee é uma prostituta e travesti dos arredores de Tinseltown, um distrito violento de Los Angeles. Recém-saída da prisão, a protagonista se reúne com a melhor amiga, Alexandra, e descobre ter sido traída por Chester, seu namorado e cafetão, durante o período no cárcere. Em plena noite de Natal, a personagem sai em uma busca desenfreada pelo homem e, com doses de humor, passa pelo submundo das drogas e do preconceito que se escondem do lado obscuro de Hollywood.

Tinta Bruta (2018) (118’)
Horário: sábado, dia 20 de junho, às 23h10
Rebatida: quarta, dia 24/06, às 4h
Classificação: 18 anos
Direção: Filipe Matzembacher e Marcio Reolon
Elenco: Shico Menegat, Guega Pacheco e Bruno Fernandes
Sinopse: Vencedor dos Redentores de Melhor Filme, Roteiro, Ator e Ator Coadjuvante no Festival do Rio, além de dois troféus no Festival de Berlim: o prêmio Teddy e o Prêmio de Cinema de Arte. O filme traz à tona o tema da diversidade sexual e acompanha o cotidiano de um jovem tímido que, ao enfrentar um momento de crise, realiza shows eróticos privados em sua própria casa para grupos na Internet como forma de se libertar dos demônios pessoais.

Tatuagem (2013) (110’)
Horário: domingo, dia 21 de junho, às 23h10
Rebatida: quinta, dia 25/06, às 4h
Classificação: 16 anos
Direção: Hilton Lacerda
Elenco: Irandhir Santos e Jesuíta Barbosa
Sinopse: O premiado filme se passa em Recife, em 1978, época de grande censura do regime militar a manifestações culturais tidas como subversivas. Na periferia, Clécio lidera o grupo teatral Chão de Estrelas, uma trupe de artistas libertários cujos integrantes interpretam uma atração extravagante e de estética contracultural típica do fim da década de 70. Encenadas em um tablado mambembe para um pequeno público, as peças são carregadas de versos e danças debochados, sarcásticos e anárquicos, com muita nudez e humor. Não muito distante dali, Fininha serve em um quartel como soldado e sofre intimidações de colegas por uma suposta homossexualidade. O recruta é enviado à casa de espetáculos para entregar uma encomenda a Paulette e tem início uma paixão fulminante e revolucionária com o protagonista. Destaque no Festival do Rio nas categorias Melhor Filme de Ficção pelo júri popular, Ator, Ator Coadjuvante, Prêmios Fipresci e Especial do Júri em Ficção. Já no Festival de Gramado, ganhou os Kikitos de Melhor Longa-metragem, Ator e Trilha Musical.

Mr. Leather (2019) (84’)
Inédito e exclusivo
Horário: sexta, dia 26 de junho, às 23h10
Rebatida: terça, dia 30/06, às 4h
Classificação: 18 anos
Direção: Daniel Nolasco
Sinopse: O documentário acompanha a segunda edição do concurso Mr. Leather Brasil, cujos participantes são Dom PC, Kake, Deh Leather e Maoriguy. O campeão recebe o prêmio pelas mãos de Dom Barbudo, o primeiro Mr. Leather do país, e terá como tarefa divulgar a cultura do couro durante o próximo ano.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho (2014) (94’)
Horário: sábado, dia 27 de junho, às 23h15
Rebatida: quarta, dia 01/07, às 4h
Classificação: 12 anos
Direção: Daniel Ribeiro
Elenco: Ghilherme Lobo, Tess Amorim e Fabio Audi
Sinopse: Leonardo, um adolescente cego, tenta lidar com a mãe superprotetora ao mesmo tempo em que busca sua independência. Quando Gabriel chega na cidade, novos sentimentos começam a surgir.

Divinas Divas (2016) (110’)
Horário: domingo, dia 28 de junho, às 23h10
Rebatida: quinta, 02/07, às 4h
Classificação: 14 anos
Direção: Leandra Leal
Elenco: Rogéria, Valéria, Jane Di Castro, Camille K, Fujika de Halliday, Eloína, Marquesa e Brigitte de Búzios
Sinopse: A coprodução do Canal Brasil, eleita pelo público do Festival do Rio como melhor documentário e vencedora da categoria melhor filme por votação popular no Festival South By Southwest (EUA), resgata a história da primeira geração de artistas travestis a fazer sucesso na agitada cena cultural do Rio de Janeiro. As protagonistas relembram como descobriram a vocação para o canto e o teatro, os exagerados figurinos dos primeiros espetáculos e a influência dos shows de vedetes realizados na década de 50 nos teatros Carlos Gomes e João Caetano. Os depoimentos são intercalados com imagens de arquivo, entre vídeos, fotos e capas de revista, bastidores da preparação do novo espetáculo, ensaios e narrações da própria diretora ao lembrar sua infância convivendo ao lado dessas divas.

DOCUMENTÁRIOS

Como Somos (2019) (80’)
Inédito e exclusivo
Horário: segunda, dia 1º de junho, às 18h50
Rebatidas: quarta, dia 03/06, às 17h; e terça, dia 09/06, às 11h40
Classificação: 14 anos
Direção: Rafael Botta
Sinopse: O Brasil é o país que mais mata a população LGBT no mundo. Diante disso, o documentário propõe uma reflexão sobre diversos assuntos, como identidade de gênero, transexualidade, saúde, religião e psicologia.

Carta Para Além dos Muros (2019) (94’)
[É Tudo Verdade]
Inédito e exclusivo
Horário: quarta, dia 03/06, às 20h
Rebatidas: quinta, dia 04/06, às 18h10; sexta, dia 05/06, às 15h25; e domingo, dia 07/06, às 11h10
Classificação: 12 anos
Direção: André Canto
Sinopse: A trajetória histórica da AIDS no imaginário brasileiro, desde a epidemia que tomou o mundo e deixou milhares de vítimas nas décadas de 1980 e 1990, até os dias atuais. O filme propõe uma reflexão sobre a evolução dos tratamentos e os desafios e estigmas ainda enfrentados por portadores de HIV a partir de entrevistas com médicos, pacientes, autoridades e representantes de movimentos conscientizadores.

SÉRIE

Maratona Toda Forma de Amor
Horário: domingo, dia 28/06, à 0h45
Rebatida: segunda, dia 29/06, às 19h30
Classificação: 16 anos
Direção: Bruno Barreto
Elenco: Gabrielle Joie, Wallie Ruy, Guta Ruiz, Romulo Arantes Neto, Juan Alba, Eucir de Souza, Christiana Ubach, Daniel Infantini, Otavio Martins e Alexandre Cioletti
Sinopse: A série aborda de forma corajosa e direta o universo LGBTQI+. O roteiro original de Marcelo Pedreira apresenta múltiplas possibilidades de afeto entre personagens de sexualidade fluida, numa história que tem ainda, como pano de fundo, uma sequência de assassinatos.

Siga o Muza no Facebookno Instagram e no Twitter