segunda-feira, 10 de fevereiro de 2020

Acontece em BH exibição de filmes com temática travesti e transexual

Loading

Está acontecendo em Belo Horioznte a Mosttra, que realiza exibição de filmes com temáticas Travesti e Transxual seguido de debate.  Nesta semana, a MosTTra será realizada nos dias 12 e 13 de fevereiro. 

Siga o Muza no Facebookno Instagram e no Twitter!   

A realização do evento é da Filme de Rua, a Coletiva Malva e a Academia TransLiterária e o objetivo é dar "continuidade a janeiro, mês da visibilidade Trans e Travesti". Após a exibição dos longas, haverá debate com integrantes da Academia Transliterária. 

Programação:
12/02 quarta feira 19h

Putas ou Cabeleireiras / Monica Moya / Doc / 73’ / Colômbia / 2018
Sinopse: Há mulheres com pênis, assim como homens com vaginas. Com esta poderosa declaração começa o documentário que, baseado na história de cinco mulheres, narra os avanços da população transsexual feminina na Colômbia. Vivemos em um mundo em que gênero e identidade de gênero são dois conceitos que ainda estão confusos. Para as mulheres trans, o estigma, o preconceito, a discriminação e a exclusão são constantes no cotidiano. Apesar disso, todos os dias há mais exemplos de mulheres que, contra todas as probabilidades, atuam com sucesso em diferentes trabalhos, desde a modelagem à política, passando pela música, direito ou engenharia.

13/02 quinta feira 19h

Eva / Dana Gómes / Fic / 14’ / Argentina / 2017
Sinopse: Eva é uma mulher trans com um forte senso de dever. Ela dedica sua vida a ajudar crianças pequenas como assistente social em sua cidade natal. Nesse processo de combinar essas duas experiências que ela percebe que fazer a coisa certa pode ser difícil, uma vez que sempre há contradições, e estereótipos nocivos existentes em todos os contextos sociais, mesmo os mais inimagináveis.

Maria / Elen Linth /Documentário / 17' /AM / 2017
Sinopse: Nascida aos 16, numa cidade ensanguentada por corpos de peito e pau.

A cidade das meninas / Paola Favaro / Doc / 20’ / São Paulo / 2017
Sinopse: O Jardim Itatinga foi criado nos anos 70, durante a ditadura militar, a fim de afastar toda a prostituição para fora do centro de Campinas (SP). O bairro se tornou uma das maiores zonas de prostituição da América Latina, aonde mais de mil mulheres trabalham em menos de 10 ruas. “A cidade das meninas” retrata essa dinâmica particular através das histórias e depoimentos que ali se entrecruzam.

Serviço
MosTTra 
Data: 12 e 13 de fevereiro (quarta e quinta-feira)
Horário: 19h
Local: Filme de rua (Avenida Afonso Pena 941, Belo Horizonte)
Entrada: gratuita. 

Siga o Muza no Facebookno Instagram e no Twitter!