quinta-feira, 2 de maio de 2019

Revista britânica com Pabllo Vittar na capa bate recorde

Loading

Pabllo Vittar aos poucos está conseguindo ganhar seu destaque internacional. Atualmente, nossa drag queen favorita fez alguns shows na Europa e é a capa da revista britânica Gay Times. 

Siga o Muza no Facebookno Instagram e no Twitter!

Como se não bastasse Pabllo ter sido super elogiada na divulgação dessa revista, como pode ler abaixo, esta edição se tornou a maior estreia em 35 anos de existência da revista. O próprio editor da revista, Tag Wagner, quem confirmou a notícia em um post nas redes sociais, que você pode ver abaixo, no qual ele escreve: "Em apenas cinco horas, você se tornou a maior estreia de uma capa de todos os tempos".

A revista fez a seguinte descrição sobre Pabllo Vittar na divlgação da revista com nossa drag queen na capa:

“Pabllo Vittar é uma anomalia maravilhosa. Seu país de origem, o Brasil, tem a maior taxa de homicídios registrados de pessoas LGBTQ no mundo e recentemente elegeu um presidente abertamente homofóbico que disse preferir seu filho morto num acidente de carro do que chegar em casa com um namorado. Ainda assim, aqui temos um gay drag queen orgulhoso, representando a vibrante comunidade queer do Brasil numa escala global, ostentando o maior número de seguidores de drag queen no mundo (8.4 milhões) e fazendo números estratosféricos no YouTube (seu single mais bem sucedido, ‘K.O.’, atualmente tem 334 milhões de visualizações). Nós conversamos com o ícone sobre a realidade de ser abertamente uma pessoa queer no Brasil, suas lutas para fazer sucesso na indústria musical drag, e porquê você não a verá em ‘Drag Race’ tão cedo.”


Visualizar esta foto no Instagram.

Pabllo Vittar is a wonderful anomaly 🔥 Her home country, Brazil, has the highest recorded murder rate of LGBTQ people in the world, and recently elected an openly homophobic president who once said he’d rather his son die in a car accident than come home with a boyfriend. Yet here we have a proud gay drag queen representing Brazil’s vibrant queer community on a global scale, boasting the largest Instagram following of any drag queen in the world (8.4 million) and doing stratospheric numbers on YouTube (her most successful single K.O. is currently sitting pretty at 334 million views). We caught up with the icon on the reality of living out loud as a queer person in Brazil, her struggles to crack the music industry in drag, and why you won't be seeing her compete on Drag Race any time soon.⁣⁣ ⁣⁣ Photography: @vijatm⁣⁣ Words: @danielmegarry⁣⁣ Fashion: @melvinstyles⁣⁣ Hair: @gypsystrampsnthieves⁣⁣ Makeup: @gottmik⁣⁣ Film: @ashbonelab⁣⁣ Producer: #LeahBlewitt⁣⁣ Fashion Assistant: @vernonjoness ⁣⁣ Cover design: @willoughbywarner AVAILABLE WORLDWIDE.⁣⁣ Subscribe now via our bio link!
Uma publicação compartilhada por GAY TIMES (@gaytimes) em



Visualizar esta foto no Instagram.

You fucking did it @pabllovittar !! ⁣ 𝐈𝐧 𝐣𝐮𝐬𝐭 𝟓 𝐡𝐨𝐮𝐫𝐬 - 𝐲𝐨𝐮 𝐛𝐞𝐜𝐚𝐦𝐞 𝐨𝐮𝐫 𝐛𝐢𝐠𝐠𝐞𝐬𝐭 𝐜𝐨𝐯𝐞𝐫 𝐥𝐚𝐮𝐧𝐜𝐡 𝐄𝐕𝐄𝐑 ... 𝐄𝐕𝐄𝐑!! In pride and in protest, you are truly a force to be reckoned with. ❤️🧡💛💚💙💜🖤 ⁣ It was awesome to get to be on your GAY TIMES cover shoot in Los Angeles last month - defiantly covering a global LGBTQ magazine distributed in over 80 countries from Spain to South Korea, USA to Argentina, United Kingdom to Brazil - spreading your message of acceptance and love!⁣ 🏳️‍🌈 Thank you for being part of our journey and for trusting in us. 𝘞𝘦 𝘭𝘰𝘷𝘦 𝘺𝘰𝘶 𝘨𝘪𝘳𝘭 - 𝘬𝘦𝘦𝘱 𝘤𝘭𝘪𝘮𝘣𝘪𝘯𝘨 <𝟹
Uma publicação compartilhada por TAG WARNER (@tagwarner) em

Siga o Muza no Facebookno Instagram e no Twitter!