sábado, 12 de janeiro de 2019

Nada inspirador: Kevin Fret, rapper e ativista LGBT de Porto Rico, é assassinado

Loading

Talvez você não conheça, mas em Porto Rico, que nos deu Ricky Martin, tinha um rapper e ativista LGBT que estava bombando por lá: Kevin Fret. 

Siga o Muza no Facebookno Instagram e no Twitter!

Com apenas 24 anos o cantor foi assassinado na útlima quinta-feira. Ele foi morto a tiros. 

Segundo informa o G1, Kevin estava andando de moto na rua, em San Juan, quando foi atingido por oito tiros na cabeça, por alguém ainda não identificado, e no quadril conforme informou a polícia local. 

Ainda de acordo com a reportagem, Kevin se descrevia como primeiro artista latino abertamente gay da música trap (um rap com sintetizadores e arranjos mais sombrios).

Lamentamos muito... pelos vídeos abaixo, podemos perceber claramente seu talento e potencial.