quinta-feira, 6 de dezembro de 2018

Ambulatório especializado para transexuais em BH homenageia a travesti Anyky Lima

Loading

Anyky Lima ao centro na imagem acima.

Como divulgamos aqui no Muza, o Ambulatório especializado para atendimento às pessoas transexuais que desejam realizar o processo transexualizador (mudança de sexo) em Belo Horizonte completou 1 ano de funcionamento no final de novembro. Agora, o Muza traz mais uma informação para comemorar. 

O Ambulatório Trans homenageou Anyky Lima - travesti, como ela mesma gosta de se referenciar, e importante personalidade na militância LGBT de Minas Gerais. A homenagem aconteceu na última semana, quando, em uma breve cerimônia, o Ambulatório passou a se chamar Anyky Lima.

Em uma postagem nas redes sociais o Coordenador Especial de Políticas de Diversidade Sexual do Governo do Estado de Minas Gerais, Douglas Miranda, declarou: 

“Hoje homenageamos uma grande lutadora da causa LGBT em Minas Gerais, dando o nome social ao ambulatório do Processo Transexualizador no Hospital Eduardo de Menezes de Anyky Lima.  Processo de grande luta, construção dos trabalhadores e das trabalhadoras, usuárixs, representantes do Comitê Técnico de Saúde Integral LGBT e da Coordenadoria Especial de Políticas de Diversidade Sexual da SEDPAC. Avançar sempre para vencer”

Acima e abaixo, vocês podem ver imagens desse momento especial. 

Sobre o Ambulatório Anyky Lima

Os atendimentos com equipes multidisciplinar* acontecem todas as quintas-feiras, das 7h30 às 13h, por consultas agendadas pelo fone: 3328-5055. O Hospital Eduardo de Menezes fica na Rua Doutor Cristiano Rezende 2213, bairro Bonsucesso, em Belo Horizonte.

O atendimento é 100% mantido pelo Estado**, de forma gratuita. As cirurgias, que são atendimentos hospitalares, e medicações são pagas pelos pacientes.

*psiquiatra, endocrinologia, clínica médica, enfermagem, psicologia e serviço social, ginecologia, dermatologia, urologia, proctologista e cirurgia geral.

**Atualmente, o Ambulatório Trans do HEM oferece os serviços ambulatoriais e ainda não está credenciado no SUS. A Secretaria Municipal de Saúde da Prefeitura de Belo Horizonte informou que ainda falta definir o tipo de serviço que será ofertado no Ambulatório Trans, para assim dar encaminhamento ao credenciamento junto ao Governo Federal. Até que isso aconteça, o atendimento é 100% mantido pelo Estado, de forma gratuita.