quarta-feira, 3 de outubro de 2018

Especial Eleições 2018 - Conheça Leandrinha Du Art candidata à Deputada Federal

Loading

No próximo domingo, 7 de outubro acontecem as eleições 2018 no Brasil.  O Muza está atento e para ajudar este importante momento democrático irá compartilhar com vocês os candidat@s de Minas Gerais que são LGBT ou estão  relacionados às questões LGBT. Para isso, fizemos um questionário no qual os mesmos foram convidados a responder e que você confere abaixo, na íntegra. 

Caso seja candidat@ e também queira participar desta ação do Muza, é só entrar em contato conosco pelo email contato@muza.com.br 

O Muza ressalta que é um site apartidário. Lembramos também que as eleições 2018 irão eleger President@ e vice-president@, senador@, governador@, deputad@s federais e estaduais.

Desta vez, nesta ação do Muza Especial Eleições 2018, conheça Leandrinha Du Art que é candidata à deputada federal:

Quem: Leandrinha Du Art
Concorre a: Deputada Federal  
Partido: Psol
Número: 5001
Facebook oficial: Leandrinha Du Art

Muza - Esta é a primeira vez que concorre a um cargo político? 
Leandrinha Du Art - Sim, é a primeira vez.

Por que decidiu seguir carreira política?
Com 23 anos de idade e com plena consciência política que o momento em que vivemos não é um dos melhores, olhamos para aquele espaço e não vemos pluralidade na casa que deveria ser representativa e diversa. Há uma urgência em querer mudar o cenário político brasileiro. Então, se hoje tenho essa oportunidade de fazer algo maior por quê não? Uma mulher trans, cadeirante e PCD? Esse é o momento de transformarmos a política.

Por que a pauta LGBT lhe interessa quanto político/a/e?
A comunidade LGBT sem dúvida é um grupo social que ainda sofre com a falta de políticas públicas. Sendo eu uma mulher trans é imprescindível que nossos corpos se reconheça enquanto agentes transformadores e políticos. E que possamos agora pautar para nossos pares.

Qual sua relação com os LGBT?
Sou uma mulher trans e estou militando na causa há mais de 7 anos. Sempre estive engajada nas lutas em defesa do movimento.
Por que acredita que a representatividade LGBT é importante na política?
Precisamos falar de ocupar todos os espaços, inclusive os espaços institucionais de poder, precisamos ter nossa voz ouvida, não queremos mais ser figurantes dessa história e sim protagonistas. 

Qual sua proposta/ação com foco LGBT caso eleito?
Educação: 
-Combater a evasão escolar dos corpos LGBTs
-Revogar a PEC do fim do mundo que faz com que a educação não receba recursos

Segurança
-Criminalizar a LGBTs fobia 
-Pensar em casas de acolhimento para LGBT em vulnerabilidade
-Pensar em uma Delegacia que atenda o público LGBT em especifico

Saúde 
-Despatologização do Cid 10 que ainda entende a transexualidade como doença 
-Investir em capacitação e humanização de profissionais da área da saúde. 
-Saúde sexual da mulher lésbica PCD (Pessoa com Deficiência) 
-NOVAMENTE - Revogar a PEC do fim do mundo que corta os investimentos em saúde, educação, segurança e agora investir em políticas públicas que agora possam atender a comunidade LGBT com dignidade também.
-Pensar urgentemente em ambulatórios LGBTs, para fazer atendimento desde o acompanhamento no TH (Tratamento Hormonal), saúde ginecológica de mulheres lésbicas. 
-Pautar com seriedade a escolha do aborto para homens trans
-Dar suporte as profissionais do sexo que estão nas ruas.

Politicas Públicas. 
-Empregabilidade 
-Capacitação de corpos LGBT para o mercado de trabalho.
-Treitamento para empresas para melhor receber o publico LGBT no quadro de funcionários

Cultura
Valorizar a arte/cultura LGBT e seus produtores   

Acrescente algo que julgar interessante e não tenha sido abordado. 
Moro no estado que mais mata pessoas trans. Em 2017, em Minas Gerais 20 pessoas trans foram vítimas de transfobia. E esse é o maior motivo para debater sem máscaras, sem filtro ou censura sobre nossa existência. Me empenharei a enfrentar e pautar grandes lutas de forma irreverente. Queremos deixar de ser fantasmas de carne e osso na sociedade!