terça-feira, 25 de setembro de 2018

Eleições 2018: recorde de candidaturas de transexuais e travestis

Loading

Segundo levantamento feito pela Folha e validado com a Antra (Associação Nacional de travestis e transexuais) as eleições 2018 já é histórica para o movimento LGBT: é o recorde de candidaturas de transexuais e travestis. 

São ao todo 45, entre candidatas e candidatos. Em 2010, eram 5. Nas eleições de 2018, as candidaturas são todas para deputadas federais ou estaduais, com exceção de Duda Salabert (PSOL/MG), que concorre ao senado aqui em Minas Gerais

Ainda de acordo com o levantamento, a maioria está se candidatando pela primeira vez nas regiões sudeste e nordeste do país.  As candidaturas também são, em sua maioria, por partidos de esquerda como PSOL e PCdoB, mas também há de direita, como o DEM na Bahia. 

Um curiosidade: as candidatas transexuais são contabilizadas na cota partidária de 30% destinada à candidatura de mulheres, de acordo com o TSE (Tribunal Superior Eleitoral).