quarta-feira, 19 de setembro de 2018

Anitta não se posiciona sobre candidato #EleNão e decepciona fãs

Loading

Hoje Anitta decepcionou boa parte dos seus fãs, sobretudo os LGBTs. Tudo teve início quando ela começou a seguir uma amiga que claramente apoia o candidato #EleNão e foi questionada na internet sobre seu posicionamento em relação ao tal candidato, que é declaradamente anti-LGBT além de racista e machista.  

Diante da repercussão, Anitta divulgou uma série Stories no Instagram dizendo que sofreu cyberbullying por isso e que não revelaria seu posicionamento político porque não é obrigada como cidadã ("voto é secreto") e nem por ser uma pessoa pública. 

Horas depois dos Stories (assista o compilado dos vídeos abaixo), Anitta voltou a se manifestar na internet sobre. Divulgou um post no instagram no qual começa com "Essa sou eu" e mesmo assim não se posiciona politicamente, sobretudo ao questionamento geral se ela apoia ou não #EleNão.

Diante de tais respostas, Anitta decepcionou e muito seus fãs LGBTQ+, além das mulheres e negros. Afinal, ninguém quer que ela revele seu voto, mas que se posicione contra 1 candidato, dentre vários, que já se mostrou diversas vezes machista, racista e LGBTfóbico. Sobretudo por os LGBTs serem grande apoiadores ao longo de sua carreira e quando outras aristas do gênero, como IZA e Pabllo Vittar, estão se posicionando contra o candidato #EleNão. Infelizmente, se ela prefere não se posicionar, dá margem a várias interpretações, inclusive a de um possível voto em tal candidato. 

Dentre as reações, a hashtag #AnittaIsOverParty está bombando no twitter com diversos comentários e críticas lamentando a falta de posicionamento (ou posicionamento, já que não se posicionar é um posicionamento) da cantora. 









Essa sou eu. Eu sou contra a violência, contra a discriminação de qualquer espécie. Sou contra o ódio e a intolerância. Sou a favor da igualdade de gênero, contra a homofobia e o racismo. Defendo a liberdade do outro de decidir o que fazer com seu corpo. Através da minha arte tento contribuir com o que posso para vivermos num mundo melhor e mais igualitário. Anos de trabalho na minha carreira de cantora em que apoiei de diversas maneiras as idéias que acredito não vão ser apagados por não querer me envolver com política, pelo menos não para mim. Eu sou brasileira e quero que nosso país melhore assim como cada um de vocês. Eu nasci pobre e com muito esforço tenho conquistado meu caminho. Sofri por ser funkeira, favelada e ainda sofro por ser mulher. Eu não queria sofrer ainda mais com tanto ódio e ataques. Vivemos tempos difíceis e é esse o meu desejo. Qualquer coisa diferente do que citei acima não tem meu apoio, obviamente. Respeitem o próximo e suas decisões. Isso sim vai ajudar a sermos uma sociedade tolerante. Nós somos esse país.
Uma publicação compartilhada por anitta 🎤 (@anitta) em


ATUALIZAÇÃO - Anita fez mais um comunicado sobre o assunto, desta vez por vídeo.