sábado, 22 de setembro de 2018

Anitta diz em show que ela "não pode apoiar preconceito e machismo"

Loading

O assunto Anitta e Posicionamento Político (ou a falta dele) rendeu mais um capítulo. Em show realizado na última sexta-feira, 21 de setembro, em Franca, interior de São Paulo, Anitta aproveitou o cartaz que alguém estava segurando na plateia e comentou sobre a relação dela com posicionamento político, sobretudo em um período de eleições no Brasil.

Anitta mais uma vez não citou nomes e nem mencionou o movimento online #EleNão - pelo contrário, disse que suas atitudes estão além de uma hashtag. Há quem relacionou o figurino que ela usava no show com as cores do “Mulheres Contra Bolsonaro” (branco e lilás).

Abaixo, você pode ler trechos do discurso dela  e o vídeo na íntegra.

“Acabei de tocar uma música que eu tô rebolando com a roupa toda enfiada, tenho uma drag queen no clipe e as pessoas falam que eu tô apoiando gente machista. Essa não sou eu, gente!

Não é uma hashtag, um posicionamento que vai significar toda uma vida que a gente trabalha e que a gente faz. As nossas atitudes falam muito mais do que qualquer coisa. Não coloquem na minha boca coisas que eu nunca faria”.

Vocês pensaram que eu ia fazer a maluca uma hora dessas? Quem dança assim e faz o que eu faço no palco não pode apoiar preconceito e machismo”