quarta-feira, 1 de agosto de 2018

Saiba mais sobre a primeira candidata transexual do Brasil ao Senado que é de Minas Gerais

Loading

A professora mineira Duda Salabert será a primeira candidata transexual do Brasil na disputa pelo Senado. Ela está se candidatando pelo partido PSOL e sua bandeira é a educação e representatividade. 

Com formação pela PUC Minas e UEMG, Duda leciona em uma tradicional escola particular de Belo Horizonte por cerca de 10 anos. Ela também é presidenta da TransVest, além de professora. Trata-se de uma ONG que ajuda na educação de travestis e transexuais que estão em Belo Horizonte.

Em uma postagem em sua rede social Duda explicou mais sobre sua candidatura. Somente com sua candidatura Salabert ajuda no combate ao preconceito LGBT e quebra de paradigmas. 

Confira abaixo o texto na íntegra divulgado pela candidata: 

“Agora é oficial: sou a primeira travesti do país Candidata ao Senado Federal ! Com meu corpo, dilato a democracia, pois levo para o centro da política a voz de um grupo historicamente excluído, marginalizado e silenciado. Essa candidatura corporifica também um projeto popular de combate ao agronegócio, de combate à bancada do boi. Defendo uma política nacional de redução dos agrotóxicos, uma política de redução de impostos sobre frutas, legumes, frutas e sobre alimentos orgânicos. Farei da candidatura um espaço para defesa da reforma agrária popular! Viva a agroecologia! Viva a agricultura familiar e camponesa! 

Como professora, defendo a "bancada do giz" e uma educação pública, gratuita e de qualidade que valorize os profissionais da educação e que esteja compromissada com a eco-alfabetização. Viemos para combater o lobby de grandes grupos econômicos estrangeiros que estão infelizmente sucateando a pesquisa e as universidades no país. 

E digo: representatividade importa muito! Sobretudo porque estamos em um país que 90% dos cargos políticos estão ocupados por homens. E se "Senado" significa etimologicamente "senhores", passou da hora de ocuparmos e de penetrarmos os espaços desses senhores!”