segunda-feira, 9 de abril de 2018

Caso Dandara: 5 acusados são condenados.

Loading

Em fevereiro de 2017, foi divulgado um vídeo na web no qual a travesti Dandara Kataryne, de 42 anos, é espancada, torturada e morta por cinco homens, no bairro Bom Jardim, em Fortaleza (CE). Essa tragédia caracterizada como transfobia e LGBTfobia ganhou repercussão em todo o Brasil.

Pouco mais de um ano após o assassinato de Dandara, 5 acusados foram condenados. Ao todo, são 12 acusados: Quatro são menores de idade, que cumprem medida socioeducativa; dois estão foragidos, um conseguiu ser retirado do processo por falta de provas e os cinco restantes foram considerados culpados na última semana. 

0s 5 culpados tiveram penas diferentes devido a forma como cada um participou do crime. Como esclarece o G1, as punições foram: 
Francisco José Monteiro de Oliveira Junior foi condenado a 21 anos em regime fechado por ter atirado em Dandara. 

Jean Victor Silva Oliveira teve pena de 16 anos por usar a tábua no espancamento.

Rafael Alves da Silva Paiva também foi condenado a 16 anos, mas por ter agredido a vítima com chutes.

Francisco Gabriel dos Reis cumprirá pena de 16 anos por ter agredido Dandara com chineladas. 

Isaías da Silva Camurça foi punido com 14 anos e 6 meses por ter proferido palavras e frases ofensivas durante o ataque.

Ainda de acordo com a matéria, as defesas de Jean e Rafael vão recorrer da decisão, por entenderem que a pena foi elevada, justificando que a agressão causada por eles não foi determinante para a morte de Dandara.

EM TEMPO: será exibido nesta segunda-feira, 9 de abril, o curta-metragem “Dandara” em  Belo Horizonte.