terça-feira, 17 de abril de 2018

Aconteceu em Porto Alegre segundo campeonato de "futebol gay" do Brasil

Loading


Aconteceu no último final de semana em Porto Alegre, a segunda edição da Champions Ligay, que reuniu  12 times inclusivos (compostos por atletas homossexuais, bissexuais e transexuais), ou o segundo "campeonato de futebol gay". Belo Horizonte estava devidamente representado com o time BHarbixas, que foi o campeão da primeira edição

O evento é organizado pela  LGNF - LiGay Nacional de Futebol e tem o objetivo também de ajudar a dar fim ao preconceito. Os jogos aconteceram nos dias 14 e 15 de abril no Complexo Esportivo Soccer City. A entrada foi 1kg de alimento não perecível ou agasalhos. 

Disputaram o a Taça Ligay os 12 times abaixo. O Ganhador desta vez foi Bulls Football de São Paulo. O Bharbixas, de BH, ficou em segundo lugar.


Times:
BHARBIXAS F.C. - BH - 
BeesCats Soccer Boys - RJ
Unicorns Brazil - SP
Futeboys Futebol Clube - SP
Magia Sport Club - Porto Alegre
Sereyos Futebol Clube - Florianópolis
Alligaytors - RJ
Bravus- Brasília
CFC Capivara Futebol Clube - Curitiba
Bulls - SP
Afronte F.C - SP
PampaCats - Porto Alegre


Na página oficial da LGNF é possível ver alguns dos jogos realizados. 

Se você acha desnecessário ou não entende a criação de um time de futebol composto somente por gays e bissexuais e, por consequência, um campeonato desses, a própria LGNF explica em suas redes sociais o motivo de sua criação:

“Os 8 times integrantes da LiGay, em grande parte fundados nos últimos 2 anos, vêm reunindo semanalmente mais e mais jogadores, todos interessados em praticar o esporte mais popular do mundo... O interesse da comunidade LGBTQ aumentou em abril de 2017... bem como encorajando meninos e meninas a efetivamente praticarem o futebol, seja qual for sua identidade de gênero, mostrando que no Brasil o futebol já não é mais dominado por machões heterossexuais... Sim, jogar bola e quebrar essa barreira do preconceito num dos esportes mais homofóbicos do mundo e da história... O único objetivo de cada time é a diversão. A competição não entra em campo!”

Uma publicação compartilhada por Liga Gay Nacional De Futebol (@ligaybr) em