terça-feira, 16 de janeiro de 2018

Sexta acontece a festa Mientras Dura com a DJ BadSista

Loading


Na próxima sexta-feira, 19 de janeiro, acontece mais uma edição da festa “Mientras Dura”. Desta vez, a edição é a edição “Noche Surrealista”, com a presença da DJ BadSista, que também é produtora musical que navega por várias vertentes do Global Bass 

Além de BadSista, a décima quarta edição da Mientras Dura conta com a apresentação do DJ e percussionista Da Matta responsável pela agência e plataforma Bossa FM em Berlim, e diversas outras atrações musicais e performáticas. A ambientação inspirada no surrealismo oferece uma experiência completa de luzes, cores, formas e decoração cuidadosamente preparados pelo cenógrafo Márcio Castro.

Sobre Mientras Dura 

Entre o público fiel, a festa já virou sinônimo de compromisso com a diversidade e luta contra todo tipo de assédio e preconceito. Por isso, independente do tema ou do espaço em que é realizada, Mientras Dura é certeza de casa cheia.  "Criar um espaço seguro para a livre expressão do público é uma das nossas prioridades. Quando corpos divergentes podem ser e conviver na pista, livres de violência, a pista ganha um caráter político muito forte", assegura Yonanda Santos, DJ residente e produtora da Mientras.

Breno Oliveira, um dos idealizadores e produtores, relembra que já na primeira edição da festa havia a preocupação em receber o público em um ambiente seguro, divertido e de empoderamento e afirmação contra quaisquer formas de opressão. “A proposta de reunir artistas das mais variadas áreas para criar uma festa performática e colaborativa tem enriquecido bastante a cena de festas independentes de BH”, afirma.


Sobre BadSista

Nascida e residente na cidade de São Paulo e com apenas 23 anos, Rafaela Andrade, nome por trás da produtora musical BadSista, vem colecionando elogios e ganhando espaço no território da bass music. Desde 2013, quando iniciou carreira, recém formada em Produção Fonográfica, BadSista rodou o país tocando suas inúmeras produções lançadas por selos como Growllective (São Paulo), Man Recordings (Alemanha), Bruk Recordings (Rio de Janeiro), Buuum Trax (Skol Music - Brasil), Catuss Records (Argentina), Beatwise Recordings (São Paulo) e Funk Na Caixa (São Paulo). Seu EP de estreia que leva seu nome como título, foi lançado em Abril/16 pelo selo paulista Funk Na Caixa, com participações de Lei Di Dai, que também a convidou para participar da produção do álbum de comemoração aos 10 anos de carreira da cantora com participações como os rappers Kamau e Max BO (SP). Em 2016, BadSista fez mixtapes especiais para BBC Radio 1 no Toddla T Show (Inglaterra), Luso FM com Daniel Haaksman (Alemanha), Radar Radio Show com Emily Dust (Inglaterra), Nas Radio Show com Castelan (Porto Alegre - Brasil) e também participou da compilação "Hy Brazil vol. 10” curadoria de Chico Dub. No começo de 2017, BadSista concretizou novas parcerias: assina o novo disco de Linn da Quebrada, o "Pajubá", no qual atuou como diretora musical e produtora. Também deu início a seu novo projeto “Bandida”, que reúne mais seis mulheres da cena de música eletrônica, também provenientes de áreas periféricas, a propagar o som e seus respectivos trabalhos de forma democrática: feito por mulheres para todos. Além de tudo isso, teve, juntamente com Marginal Men, seu remix da música "Firmeza" de Elza Soares do disco A Mulher do Fim do Mundo lançado na mesma compilação na qual produtores como Gilles Peterson e Dj Marfox participaram.

Serviço:
Festa Mientras Dura – edição “Noche Surrealista” com  BadSista
Data: 19 de janeiro (sexta-feira)
Horário: 23h
Local: Fábrica Criativa (Avenida dos Andradas, 1145, Centro, Belo Horizonte).
Ingresso: R$20 a R$ 30 – clique aqui para comprar ou nos restaurantes/bares Las Chicas Vegan  e Nimbos.