terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Nesta sexta acontece debate sobre “Teatro e Gênero” após sessão do espetáculo Gisberta

Loading

Como sabem, está em cartaz em Belo Horizonte, até o dia 5 de fevereiro, o espetáculo tearal “Gisberta”, monólogo com o ator Luis Lobianco (famoso por integrar o Porta dos Fundos)  baseado em fatos reais sobre a vida da transexual brasileira Gisberta. A temporada em BH do espetáculo chegou a ser alvo de protestos do Movimento Trans MG devido a representatividade trans (ou a falta dela) no meio artístico.

A produção do espetáculo realiza na próxima sexta-feira, 26 de janeiro, um bate-papo sobre “Teatro e Gênero” logo após a sessão de Gisberta. Nesta conversa, Luis Lobianco, junto com o autor da peça, Rafael Souza-Ribeiro, recebem como convidadas Marina Reidel, Wallace Ruy e Duda Salabert para um precioso diálogo aberto ao público. 

O bate-papo acontece logo após a sessão e é gratuito. Para o público presente no espetáculo não será necessário retirar nova senha. Aos demais interessados, as senhas para os lugares disponíveis serão distribuídas após a sessão, na entrada do teatro

Sobre o espetáculo Gisberta

 “Gisberta” é uma obra que mistura política, história, música, teatro, poesia e ficção para falar de Gisberta, brasileira vítima da transfobia que teve morte trágica em 2006 no Porto, em Portugal, após ser torturada por um grupo de 14 menores de idade. “Gisberta atravessou o oceano para buscar um território livre, mas morreu no fundo do poço, afogada em ódio e água”. O caso ganhou destaque nas discussões sobre a transfobia e Gisberta se tornou ícone na luta para a erradicação dos crimes de ódio contra gays e transexuais em Portugal. O espetáculo foi idealizado pelo próprio Luis Lobianco, com direção de produção de Claudia Marques, texto de Rafael Souza-Ribeiro e direção de Renato Carrera.

Serviço
Teatro “Gisberta”
Datas: de 05/01 a 05/02/2018 
Horário: sempre de sexta a segunda, às 20h, no Teatro I.
Local: Centro Cultural Banco do Brasil ( Praça da Liberdade, 450 , Funcionários, Belo Horizonte).
Classificação etária: 14 anos.
Ingressos:  R$20 – clique aqui para comprar