domingo, 21 de janeiro de 2018

Começa nesta segunda-feira a Semana da Visibilidade Travesti e Trans de Belo Horizonte

Loading

Começa nesta segunda-feira, 22 de janeiro, e segue até o dia 31 de janeiro, a “Semana da Visibilidade Travesti e Trans de Belo Horizonte 2018, organizada pelo Movimento trans/travesti autônomo e organizado de BH com diversas instituições e parceiros como apoio. Em razão ao Dia Nacional da Visibilidade Trans, celebrado em 29 de janeiro.

Identidade visual

Acima, você pode ver a logo oficial da Semana, feita por Luci Universo, que é artista, transfeminina e Não Binárie. Luci declarou sobre o conceito da identidade visual: ''A ideia era (re)fazer a bandeira trans com representantes que lutam/lutaram e são importantes para cidadania trans. Cada pessoa tem em si palavras que representam sua luta, trajetória e história, além de palavras que representam a luta do movimento trans e representam a cidadania. Cada representante está ocupando a cor da bandeira que mais o representa segundo o significado da mesma... o azul (transmasculinos) rosa (transfemininas) branca (não binária) - não há/houve intenção das cores representarem o estigma e imposição social de azul ser pra homem/rosa mulher e sim para dar sentido a bandeira e ao conceito da arte -".

Segundo informações oficiais, as pessoas homenageadas na arte estão descritas abaixo e foram escolhidas além de tudo por também representam vertentes distintas de outras lutas por cidadania dentro do movimento trans:

- Joao W Nery, transmasculino, movimento trans idoso, políticas públicas através da lei João W. Nery de identidade de gênero.

- Indianare Sophia Siqueira, transfeminina, negra, travesti, prostituta, periférica, políticas públicas como vereadora

- Linn da Quebrada, não-binária, bicha travesti, negra, periférica, representatividade na arte e musica

- Leandrinha Du Art, mulher trans, diverso-funcional (deficiente)

- João Maria Kaisen, transmasculino, não-binário, intersexo [...] '' — com João W. Nery, João W. Nery, Joao W Nery, Indianare Sophia, Indianare Siqueira, Linn da Quebrada, Linn Santos, Leandrinha Du Art e João Maria Kaisen de Almeida.

Programação completa

• 22 de janeiro 
“Mães pela Diversidade”
Conversa sobre a importância do apoio familiar para o combate à discriminação.
Horário: a partir das 18horas
Local: CRJ (Centro de Referência da Juventude) 
Praça Rui Barbosa, 50 – Centro.

"Empoderamento que liberta: uma ação na Ala Rosa do Presídio de São Joaquim de Bicas" 
(atividade não aberta ao público, restrita a pessoas da Ala Rosa do Presídio de São Joaquim de Bicas)
A ação: Dia da beleza e ações artistas que trazem como tema o Empoderamento das identidades travesti/trans
Atuação: ONG Transvest, atrizes e atores trans de BH. 
Horário: 9:00 às 16:00.

• 23 de janeiro 
“Segurança Pública para população T” GT Segurança Pública 
Horário: a partir das 18:30 às 21:30
Convite para debate: Representante do NAC (Núcleo de Atendimento e Cidadania à População de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais), representante da Segurança Pública Municipal, com mediação de Juhlia Santos
Local: CRJ (Centro de Referência da Juventude) 
Praça Rui Barbosa, 50 – Centro.

• 24 de janeiro

“Dialogando para TRANSformar” GT Políticas Públicas 
Seminário com abordagem em noções de Políticas Públicas 
Horário: a partir das 19horas.
Convite para debate: Thiago Costa, Douglas Miranda, Walkiria Gomes, Gustavo Ribeiro, com mediação de Gisella Lima.
Local: CRJ (Centro de Referência da Juventude) 
Praça Rui Barbosa, 50 – Centro.

• 25 de janeiro
"Visibilidade Trans e seus desafios na Saúde" GT jornada de Saúde
Apresentação do ambulatório trans a população de BH e trazer o recorte das ISTs/AIDS.
Horário: 15:00 às 18:00.
Convite para debate: Representante do Hospital Eduardo de Meneses, Lorena Lemos, Gisella Lima.
Local: CRJ (Centro de Referência da Juventude) 
Praça Rui Barbosa, 50 – Centro.

‘’Visibilidade Trans e Saúde Mental’’ 
Discussão sobre a interface entre saúde mental e a transexualidade e travestilidade bem como com a implicação da psicologia nessa questão. 
Horário: 19:00 
Local: CRP-MG 
Rua dos Timbiras, 1532, 6° andar – Lourdes. 
Convite para debate: João Maria Kaisen e Dalcira Ferrão

• 26 de janeiro
"Empregabilidade trans e uso do nome social" GT Mercado de Trabalho e acesso ao Nome Social 
Conversa sobre mercado de trabalho e informações para o processo de retificação do nome. 
Horário: a partir das 18horas.
Convite para debate: Laura Zanotty, Dalcira Ferrão, Defensor Vladimir de Souza e César Zanaradáries - com mediação de Libernina Aninrebil.
Local: CRJ (Centro de Referência da Juventude) 
Praça Rui Barbosa, 50 – Centro.

• 27 de janeiro
"Representatividade T na arte e cultura" GT Arte e Cultura
08 horas de programação cultural!
Horário: 18 às 02horas.
Local: Viaduto Santa Tereza

• 28 de janeiro
“Caminhada da Visibilidade – Cidadania T” 
Participação de Blocos de Carnaval BH - pela vida das pessoas Trans #transviva
Horário: Concentração às 16horas e, às 18horas, início da caminhada até Praça Sete.
Local: Praça da Estação (concentração).

• 29 de janeiro Dia Nacional da visibilidade Trans e Travesti
“Ato em Luto pelas mortes” Ato público de repúdio às violações de direitos 
Horário: 17horas
Local: Praça da Liberdade.

• 30 de janeiro 
‘’Cine Diversidade’’
Exibição do documentário ‘Meu Nome é Jacque’ e discussão sobre visibilidade travesti e trans.
Horário: 18:30
Local: MIS Santa Teresa (Rua: Estrela do Sul, 89 - bairro Santa Tereza)

• 31 de janeiro

‘’Rádio Inconfidência FM - Psicologia em Foco: Visibilidade Travesti e Trans’’
Conversa sobre identidades travesti e trans, saúde mental, despatologização e atuação da psicologia. 
Horário: 14horas.

‘’Representatividade na Arte’’
Chá das Primxs: Espaço de Fala, corpo e arte.
Horário: 18horas
Local: Gruta 
Rua Pitangui, 3613 – Horto.


Parceiros

Mães pela Diversidade
Diretoria de Políticas Públicas para População LGBT
Conselho Regional de Psicologia - Minas Gerais
Centro de Referência da Juventude - CRJ 
Academia TransLiterária
Transenem BH
TransVest
Movimento Nacional de Artistas Trans Representatividade Trans
TODA DESEO
Gruta
Frente Autônoma LGBTIQ
Una-se Contra a LGBTfobia
Rede Afro LGBT - Minas Gerais
Baía Borges & Cury Sociedade de Advogados
FONATRANS-Forum Nacional de Travestis e Transexuais Negras e Negros
Programa Todas as Cores, do jornalista Paulo Proença
CELLOS MG
Cepef (Comissão Estadual de Políticas de Enfrentamento às Fobias Relativas à Orientação Sexual e à Identidade de Gênero)
CIA Top Ousadia
ICM Belo Horizonte
Carnaval das Mina 2018
Blocos de Carnaval BH 
Movimentos Sociais LGBT+ de Belo Horizonte