sábado, 16 de dezembro de 2017

Atenção! Juiz avança com projeto sobre “cura gay” no Brasil

Loading



O ano não acabou ainda, mas muita coisa pode acontecer e está acontecendo. Imagina 2018... nesta sexta-feira, o juiz federal Waldemar Claudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal no DF avançou com a “cura gay” no Brasil. Dando continuidade e parecer favorável ao estúpido projeto que ganhou visibilidade no país em setembro.

Conforme informa o G1, o juiz Waldemar tomou uma nova decisão, deu um novo parecer, sobre o caso e assim “essoas com "orientação sexual egodistônica" – ou seja, que veem a própria orientação sexual como uma causa de sofrimento e angústia – podem receber atendimento em consultórios, e que profissionais podem promover estudos sobre o tema”.

Entretanto, ressalta a matéria do G1, fica proibido fazer "propaganda ou divulgação de supostos tratamentos, com intuitos publicitários, respeitando sempre a dignidade daqueles assistidos" e também restabelece que “os psicólogos não podem "patologizar" – ou seja, tratar como doença – "comportamentos ou práticas homoeróticas". Também não podem adotar "ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados". . Ah sim.. bem melhor! Só que não né? Absurdo!

É válido lembrar que a Organização Mundial da Saúde não considera a homossexualidade como doença desde 1990. O que mostra assim, que o Brasil pode e parece estar regredindo sobre questões de direitos humanos com seus cidadãos. Fiquemos atentos! Vale relembrar um vídeo que  a TV UFMG fez sobre o assunto