sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Pabllo Vittar revela que vai lançar novo disco e um EP em 2018

Loading


E u quêêê? Em recente entrevista Pabllo Vittar revelou seus planos para 2018. A cantora disse que após o carnaval já tem dois projetos: o novo disco e um ep com participações especiais. 

Pabllo revelou que após o Carnaval, início de março, ele vai para Los Angeles gravar o novo disco, que deverá ser lançado no segundo semestre. Mas antes disso, ele comentou que lançará um EP com “participações internacionais incríveis”. 

Mas porque não tudo no mesmo disco? Mas Pabllo parece que sabe o que faz. Aguardemos!

Recentemente Pabllo participou da música “I got It” da cantora gringa Charli XCX.





Ouça a nova música da Gloria Groove: “Bumbum de Ouro”

Loading

Novidade para quem gosta da Gloria Groove. A drag queen e cantora lançou hoje uma nova música: “Bumbum de Ouro”, que muitos apostam ser o hit dela para o carnaval 2018.

A música tem na composição Pablo Bispo, que participou de “K.O.” da Pabllo Vittar e “Pesadão” da Iza. Gloria não informou se a música faz parte do novo discou ou apenas um lançamento avulso, mas fato é, que a música já está disponível em todas as plataformas digitais. 



quarta-feira, 27 de dezembro de 2017

Veja o belo vídeo de um casamento entre duas mulheres que aconteceu em Belo Horizonte

Loading


Mais uma bela inspiração de final de ano! Desta vez estamos falando do casamento entre duas mulheres que renderam um vídeo lindo que você vê abaixo.

O casamento aconteceu entre  Paula Brandão (24) e Giselle Salviano (23), mais conhecida como Giza na noite de BH já que ela é bartender, DJ e produtora de algumas festas.

O casamento entre as duas aconteceu no dia 17 de dezembro.  Elas já estavam juntas há 4 anos de “idas e vindas”, como Giza nos contou com exluZividade: “Já estávamos noivas, morando juntas. Só concretizamos o que estava mais que concretizado, que era a vida a dois, seus compromissos e suas vertentes”, revelou, informando ainda que o casal não chegou a sofrer resistência ou preconceitos ao longo do tempo "Foi muito tranquilo a aceitação de família, amigos e todos. Graças a deus sempre fomos muito bem aceitas". 

Mas então... o que significa para elas estarem agora, oficialmente, casadas? “Me sinto realizada. Como se não houvesse nada nem ninguém que pudesse impedir meu amor com uma pessoa do mesmo sexo. Podendo andar de mãos dadas e cabeça erguida com a pessoa que escolhi para estar do meu lado mesmo tendo o mesmo sexo que eu”. 

O vídeo e fotos foram feitos por Rafael Sandim e o cerimonial do casamento foi feito pela In Par Cerimonial, que é focada em casamentos LGBT. A bela música que toca é “Offer” da Alanis Morissette. 


terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Filme sobre homossexualidade e situação indígena no Brasil está em cartaz em BH

Loading



Um filme que aborda a questão inídigena no Brasil e a homossexualidade? Sim! Esse é o destaque do premiado filme “Antes o Tempo Não Acabava”, de Sérgio Andrade e Fábio Baldo, que está em cartaz em Belo Horizonte. 

O filme mostra a história de Anderson, que é um jovem indígena em conflito com os líderes de sua comunidade, localizada na periferia de Manaus. As tradições mantidas por seu povo parecem anacrônicas em relação à vida contemporânea que leva. Em busca de autoafirmação, Anderson abandona a comunidade para viver sozinho no centro da cidade, onde experimenta novos sentimentos e enfrenta outros desafios. No entanto, o Velho Pajé planeja trazê-lo de volta para mais um ritual.

O filme está em cartaz em BH em sessão única (21h30) no Belas Artes (Rua Gonçalves Dias , 1581, bairro Lourdes, BH). 



Veja o belo e forte videoclipe da música “Flutua” de Johnny Hooker com Liniker

Loading


2017 ainda não acabou e pode nos dar belas surpresas como o novo videoclipe de Johnny Hooker: “Flutua”, com participação da cantora Liniker. 

No vídeo, vemos  a história de um casal gay no qual os dois possuem deficiência auditiva e um deles acaba sendo vítima de homofobia.  Em alguns momentos do clipe, tanto Johnny quanto Liniker usam a linguagem de sinais. Inclusive, os dois cantores também se beijam no clipe. 

A direção do clipe é de Ricardo Spencer e conta com a participação dos atores  Jesuíta Barbosa e Maurício Destri. 




quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Rouge vai fazer show em Belo Horizonte. Ingressos já estão à venda!

Loading

Preparem a coreô e a nostalgia... a girl band brasileira Rouge já confirmou sua passagem por Belo Horizonte. Isso mesmo! O grupo passa por BH com a turnê celebrando os 15 anos no dia 2 de fevereiro (sexta-feira), no Km de Vantagem Hall. Quer mais? Então aguenta o coração! Os ingressos já estão à venda. Isso mesmo! Como elas mesmo disseram no Facebook: "Belo Horizonte, o presente do Papai Noel chegou mais cedo para vocês!"

"Depois de um hiato de 13 anos, a maior Girl band brasileira que estourou no início dos anos 2000 com sucessos como “Brilha la luna”, “Beijo Molhado” e “Ragatanga” se reuniu para comemorar os 15 anos do seu lançamento com ingressos esgotados em menos de 3h no Rio de Janeiro e São Paulo.

A banda formada por Aline Wirley, Fantine Tho, Li Martins, Lu Andrade e Karin Hils que atingiu a marca de mais de 2 milhões de cópias vendidas somente no primeiro álbum, decidiu então voltar oficialmente. Um contrato com uma grande gravadora foi assinado e o público pode esperar o lançamento de novos singles em breve.

Intitulado “Rouge 15 anos” o novo show da banda percorrerá os quatro cantos do país misturando os hits do passado e do presente fazendo todo público dançar e se emocionar".

Serviço
Rouge em BH - Turnê 15 anos
Data: 2 de fevereiro (sexta-feira)
Horário: 22h
Local: Km de Vantagem Hall ( 
Ingressos: R$90 (pista comum e arquibancada - primeiro lote) e R$ 120 (pista premium) - clique aqui para comprar (também estãoa à venda na bilheteria do local do show). - clique aqui para comprar.


quarta-feira, 20 de dezembro de 2017

Veja o novo videoclipe da Katy Perry: “Hey Hey Hey”

Loading



Sim! Katy Perry surpreendeu a todos com mais uma música do não tão bem sucedido disco Witness. Para quem achava que ela “só” iria continuar com a turnê do disco, que virá ao Brasil em 2018, ela lançou o videoclipe da música “Hey Hey Hey”.  

No clipe, Katy faz referência ou mesmo encarna duas figuras francesas históricas: Maria Antonieta e Joana D´arc. A música foi composta em parceria com a Sia e com produção do Max Martin.

Sobre o lançamento Katy escreveu nas redes sociais: “Depois de um ano de altos e baixos (lembre-se, é toda uma jornada), queria terminar 2017 com um doce, divertido e triunfante momento pop. ‘Hey Hey Hey’ é uma das minhas músicas preferidas do ‘Witness’ e, para mim, incorpora o espírito de luta que espero que vocês possam encontrar dentro de vocês, assim como a mim. Boas festas”, completou ela”.

Conselho Federal de Psicologia cria resolução para não tratar travestis e transexuais como doentes

Loading





O Conselho Federal de Psicologia (CFP) está, felizmente, indo na contramão de políticos e juízes brasileiros em relação às questões LGBT. Depois de já ter se manifestado contra a continuidade do projeto de “cura gay” no Brasil, o CFP se posicionou em relação como os profissionais da Psicologia deverão atuação em relação às pessoas travestis e transexuais. 

Como informa notícia no site oficial, foi tomada uma decisão de publicar uma resolução,  feita por delegadas e delegados da categoria reunidos em Brasília, no último domingo, 17 de dezembro, durante a Assembleia das Políticas, da Administração e das Finanças (Apaf). O texto aprovado passa a vigorar a partir de sua publicação no Diário Oficial da União. A imagem acima foi do momento da votação. 

Com a resolução, psicólogas e psicólogos são orientados a atuar de modo que as travestilidades e transexualidades não sejam consideradas patologias (doenças) e de forma a contribuir para a eliminação da transfobia – compreendida como todas as formas de preconceito, individual e institucional, contra as pessoas travestis e transexuais. Orienta, ainda, que as e os profissionais não favoreçam qualquer ação de preconceito e nem se omitam frente à discriminação de pessoas transexuais e travestis.



Você viu? Sandy e Wanessa Camargo cantaram juntas

Loading


Um sonho da adolescência de muitos jovens brasileiros, que gostam de música pop, se tornou realidade no último final de semana, mesmo que breve: Sandy e Wanessa Camargo cantaram juntas. Isso mesmo!

Wanessa fez uma breve aparição no show da Sandy e, juntas, no palco, não deu outra. Elas cantaram trechos dos hits “O Amor Não Deixa” e “A Lenda”.

Desta forma, anos de especulações de inimizade entre as duas chega ao fim. As duas já declaram recentemente que o fato da duas serem mães aproximou o contato entre elas. 

Também estava neste momento, no palco, a atriz Fernanda Souza, que foi a Milly de Chiquititas, mas que se retirou do palco quando as duas começaram a cantar. 



terça-feira, 19 de dezembro de 2017

Travestis e transexuais de Minas Gerais poderão emitir carteira de identidade com nome social

Loading

O ano está no fim, mas ainda dá tempo de termos boas notícias. Neste final de semana, foi publicado no Minas Gerais – publicação do Governo de Minas – um decreto, devidamente assinado pelo governador Fernando Pimentel (PT), informando que travestis e transexuais de Minas Gerais poderão emitir carteira de identidade com nome social e que a Polícia Civil fará esse trabalho. 

Como informa matéria do Estado de Minas, esse decreto atende legislação do governo de Minas que passou a aceitar o uso do nome social no âmbito da administração pública do estado. “Entende-se por nome social a designação pela qual a pessoa travesti ou transexual se identifica e é socialmente reconhecida”.

A Polícia Civil tem até 120 dias para editar resolução com as normas para confecção da carteira e começar a emitir o documento, que será válido para tratamento nominal e identificação na administração pública estadual. 

segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Veja o novo e aguardado videoclipe da Anitta: “Vai Malandra”

Loading

Finalmente! Saiu o aguardo videoclipe (e música) “Vai Malandra” da Anitta. No melhor estilo funk, tanto que o clipe foi gravado no Vidigal no Rio de Janeiro. 

A música, que é a última do projeto “Xeque-mate”, tem a participação de 
Tropkillaz, MC Zaac, Maejor e Yuri Martins. A direção do clipe é do  controverso diretor TerryRichardson. 




Conselho Federal de Psicologia considera "decisão equivocada" a continuidade do projeto de "cura gay" no Brasil

Loading

Diante da decisão lamentável de um juiz brasileiro sobre continuidade ao projeto de "cura gay" no Brasil, o Muza reproduz abaixo (na íntegra) a posição do Conselho Federal de Psicologia sobre o assunto ("decisão equivocada"), com apoio de diversos conselhos estaduais, incluindo o de Minas Gerais: 

Decisão equivocada. Assim o Conselho Federal de Psicologia e os Conselhos Regionais de Psicologia receberam a sentença da 14a Vara da Justiça Federal relacionada ao processo 1011189-79.2017.4.01. No entanto, na avaliação do Conselho Federal e dos 23 Conselhos Regionais de Psicologia, reunidos em 15 de dezembro de 2017, em Brasília, a sentença reconhece tardiamente a competência orientadora, disciplinadora e fiscalizadora da autarquia e mantém a Resolução CFP 01/99 na íntegra. A norma orienta os profissionais da Psicologia a atuar nas questões relativas à orientação sexual.

O CFP e os Conselhos Regionais de Psicologia afirmam que, ao contrário do que alega a ação inicial, a Resolução 01/99, em nenhum momento da sua história, impediu ou restringiu o atendimento psicológico a pessoas de qualquer orientação sexual. O limite ético desses atendimentos se dá na proibição de práticas relacionadas à reorientação sexual e a violação da dignidade das pessoas.

A categoria psiquiátrica egodistonia por orientação sexual é comumente usada para problematizar a Resolução CFP 01/99. Entende-se que os sujeitos egodistônicos não se sentem confortáveis com a orientação sexual homossexual vivenciada. Alguns grupos contrários à resolução sugerem que profissionais da Psicologia deveriam oferecer tratamentos que supostamente possibilitariam a mudança da orientação sexual desses sujeitos. Em resposta a esse argumento, a Psicologia propõe outra leitura sobre os sofrimentos decorrentes das chamadas homossexualidades egodistônicas. Não se trata de negar o sofrimento que as pessoas homossexuais são acometidas decorrentes da LGBTfobia, porém entender que o sofrimento não está nas orientações sexuais em si mesmas (homossexualidade, bissexualidade ou heterossexualidade), mas relacionadas às condições sociais que atribuem sentido pejorativo às suas expressões e vivências, prejudicando a qualidade da vida psíquica e social.

Por isso, a Psicologia acolhe o sofrimento psíquico decorrente da egodistonia sem utilizar terapias de reversão sexual.

O CFP refuta com veemência a alegação de que a Resolução 01/99 impediria o avanço de pesquisas científicas na área da sexualidade. Esse argumento não tem qualquer sustentação de base técnica, tendo em vista que o CFP, assim como todos os demais conselhos profissionais, não tem competência de regular pesquisas científicas. Essa prerrogativa cabe à Comissão Nacional de Ética em Pesquisa (Conep) do Conselho Nacional de Saúde/Ministério da Saúde, por meio da Resolução CNS 466/2012. O vocábulo “pesquisa” sequer é citado no texto da Resolução do CFP.

Há evidência robusta de que o número de pesquisas no campo da sexualidade aumentou consideravelmente nos últimos 18 anos. Isso demonstra que, desde sua publicação, a Resolução 01/99 não exerceu qualquer influência na liberdade de pesquisa por parte dos profissionais da Psicologia, das instituições de ensino superior em Psicologia ou entidades que trabalham com pesquisa na profissão.

A Resolução 01/99 impacta positivamente o enfrentamento aos preconceitos e na proteção dos direitos da população LGBT no contexto social brasileiro, que apresenta altos índices de violência e mortes por LGBTfobia. A estatística aponta que, somente em 2016, 343 assassinatos foram motivados por preconceito contra pessoas LGBT no Brasil.

Em um país que desponta na quantidade de pessoas assassinadas por orientação sexual, não cabe à Psicologia brasileira a produção de mais violência, mais exclusão e mais sofrimento a essa população estigmatizada ao extremo.

A Psicologia brasileira não será instrumento de promoção do sofrimento, do preconceito, da intolerância e da exclusão.

Conselho Federal de Psicologia
Conselho Regional de Psicologia 01 – DF
Conselho Regional de Psicologia 02 – PE
Conselho Regional de Psicologia 03 – BA
Conselho Regional de Psicologia 04 – MG
Conselho Regional de Psicologia 05 – RJ
Conselho Regional de Psicologia 06 – SP
Conselho Regional de Psicologia 07 – RS
Conselho Regional de Psicologia 08 – PR
Conselho Regional de Psicologia 09 – GO
Conselho Regional de Psicologia 10 – PA/AP
Conselho Regional de Psicologia 11 – CE
Conselho Regional de Psicologia 12 – SC
Conselho Regional de Psicologia 13 – PB
Conselho Regional de Psicologia 14 – MS
Conselho Regional de Psicologia 15 – AL
Conselho Regional de Psicologia 16 – ES
Conselho Regional de Psicologia 17 – RN
Conselho Regional de Psicologia 18 – MT
Conselho Regional de Psicologia 19 – SE
Conselho Regional de Psicologia 20 – AM/AC/RO/RR
Conselho Regional de Psicologia 21 – PI
Conselho Regional de Psicologia 22 – MA
Conselho Regional de Psicologia 23 – TO

Paulo Gustavo informou após apresentação em BH sobre a perda dos filhos gêmeos

Loading

No último sábado, 16 de dezembro, o ator e comediante Paulo Gustavo trouxe mais uma vez para Belo Horizonte o espetáculo, que é sucesso de público, “Minha mãe é uma peça”. Mas ao final da primeira sessão ele fez uma triste revelação e pediu sigilo pela mesma - a equipe do Muza estava presente e respeitou a solicitação do artista - até o final da segunda sessão, que ganhou notoriedade em seu post no final da noite de sábado:

A barriga de aluguel que esperava um casal de gêmeos para ele e seu esposo Thales Bretas teve complicações com a gravidez e por  isso eles não seriam mais os pais de Gael e Flora. 

Em um post no instagram, Paulo Gustavo deu a triste notícia a todos e informou que em 2018 o casal tentará novamente serem pais.  Veja o texto na íntegra abaixo:

Gente , 
gostaria de dividir com vocês um momento super difícil ! Na semana passada a mamãe de aluguel entrou em trabalho de parto no meio da gestação , quando os bebes ainda não eram viáveis ! 
Infelizmente não será dessa vez !
Estamos muito tristes , mas fortes e acreditamos que tudo isso tem algum porquê que saberemos mais pra frente !
Eu e thales somos muito jovens , saudáveis e nos amamos muito! Portanto, vamos começar tudo de novo ano que vem ! Seremos Pais , mas um pouco mais pra frente! 
Fiquem com Deus e voltamos muito em breve com boas noticias ! 
Obrigado pelo carinho de Todos vocês! 
Deus no comando❤️ Sempre!
Paulo Gustavo 
E Thales Bretas



domingo, 17 de dezembro de 2017

Veja na íntegra show gratuito que Pabllo Vittar fez hoje em São Paulo

Loading

Na tarde de hoje, domingo, 17 de dezembro, Pabllo Vittar fez um show gratuito no centro de São Paulo. O show foi no topo de um prédio da famosa Rua Augusta. 

Devido a multidão que se formou para ver o show, muitos compararam  com uma Parada do Orgulho LGBT.  Fato é, que durante o show Pabllo fez algumas falas sobre o Orgulho LGBT:
 ““Bixa não é bagunça” e “A gente precisa acreditar que a gente um dia vai poder sair na rua sem ser olhado de canto, sem ser xingado, sem ser chacotado.”



sábado, 16 de dezembro de 2017

Atenção! Juiz avança com projeto sobre “cura gay” no Brasil

Loading



O ano não acabou ainda, mas muita coisa pode acontecer e está acontecendo. Imagina 2018... nesta sexta-feira, o juiz federal Waldemar Claudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal no DF avançou com a “cura gay” no Brasil. Dando continuidade e parecer favorável ao estúpido projeto que ganhou visibilidade no país em setembro.

Conforme informa o G1, o juiz Waldemar tomou uma nova decisão, deu um novo parecer, sobre o caso e assim “essoas com "orientação sexual egodistônica" – ou seja, que veem a própria orientação sexual como uma causa de sofrimento e angústia – podem receber atendimento em consultórios, e que profissionais podem promover estudos sobre o tema”.

Entretanto, ressalta a matéria do G1, fica proibido fazer "propaganda ou divulgação de supostos tratamentos, com intuitos publicitários, respeitando sempre a dignidade daqueles assistidos" e também restabelece que “os psicólogos não podem "patologizar" – ou seja, tratar como doença – "comportamentos ou práticas homoeróticas". Também não podem adotar "ação coercitiva tendente a orientar homossexuais para tratamentos não solicitados". . Ah sim.. bem melhor! Só que não né? Absurdo!

É válido lembrar que a Organização Mundial da Saúde não considera a homossexualidade como doença desde 1990. O que mostra assim, que o Brasil pode e parece estar regredindo sobre questões de direitos humanos com seus cidadãos. Fiquemos atentos! Vale relembrar um vídeo que  a TV UFMG fez sobre o assunto

Hoje acontece o aniversário do bar Pajubar em BH

Loading

Um dos bares revelação de 2017 em Belo Horizonte comemora seu 1º aniversário hoje, 16 de dezembro, sábado.  

“O ano passou tão rápido que nem demos conta que já estamos completando 01 ânus de veeeda!!! E claro que não vamos fazer a egípcia pra uma data tão especial como essa! Pra comemorar o nosso niver em grande estilo e agradecer por tanta coisa boa que aconteceu, preparamos uma festa bapho e queremos todxs soprando as velinhas aqui com a gente”

Para animar a comemoração, haverá as atrações: Djs Alfredo Francis (festa Transa), Grego vs. Bshonna e Duelos de Egos;  Bella la Pierre vem com um pocket  show; a drag queen Safira Dandelion como hostess.

Serviço
Aniversário do Pajubar
Data: 16 de dezembro
Horário: 18h
Entrada: R$ 5
Local: Pajubar (Avenida Santos Dumont, 360, Centro, Belo Horizonte). 

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Veja o primeiro episódio da websérie “Viador”, sobre jovens negros e gays

Loading





O Muza já havia falado sobre o lançamento da websérie Viador, e agora, com satisfaçamos que o primeiro episódio já está no ar e você pode ver abaixo na íntegra. 

A websérie “VIADOR - Vias Negras com Dores Homossexuais” são 7 vídeos para internet, com exibição no YouTube, que debate e aborda as vivências de 5 jovens negros e gays, através de sete vias sentimentais (aceitação, amor, alegria, ódio, tristeza, compaixão e apoio).

A websérie é um trabalho final dos cursos de Cinema do Centro Universitário UNA, como parte do “Pretança - - Afrobrasilidades e Direitos Humanos”  projeto de extensão do Instituto de Comunicação e Artes do UNA.  A “Viador” foi relizada pelos alunos Emerson Fabinho, Rodrigo Morais, Luis Gustavo de Freitas e Pedro Carvalho sob orientação da professora Tatiana Carvalho Costa.

FichaTécnica:

Declaração de autoria
Direção de Arte by Pedro Carvalho
Produção Multimídia by Luis Gustavo

Starring
Antônio Júnior, Gustavo Dias, Henrique Porfílio, João Pedro e Raul Nunes.

Direção de
Emerson Fábio

Roteiro por
Emerson Fábio

Produzido por
Rodrigo Morais



Pabllo Vittar e Ludmilla se apresentarão no mesmo evento do Carnaval 2018 de BH

Loading

O Muza já tinha avisado vocês que teria show da Pabllo Vittar no Carnaval de Belo Horizonte 2018 . Agora, temos mais informações e atrações. Isso mesmo!

Pabllo Vittar será atração do Bloco da Pan, juntamente com Ludmilla. O evento será no dia 10 de fevereiro, sábado. Além das duas cantoras, haverá outras atrações, como Mateus Carrilho (Banda Uó), Gina Indelicada, DJ Leandro Becker e Guilherme Guerreiro.

As vendas começam na segunda-feira, 18 de dezembro, no site oficial do evento. Quem usar o código Bloco20 terá 20% de desconto. 

Serviço
Bloco da Pan no Carnaval 2018 de BH com Pabllo Vittar e Ludmilla
Data: 10 de fevereiro (sábado)
Horário: 19h
Loca: Mineirão. 
Ingressos: Valor não divulgado, mas estarão à venda a partir de 18 de dezembro (segunda-feira) pelo site oficial.



Rede AFRO LGBT de Minas Gerais celebra hoje 4 anos de atuação com evento em BH

Loading

Acontece hoje em Belo Horizonte a celebração de 4 anos de atuação da rede Afro LGBT de Minas Gerais. Dentre as atrações do evento, haverá a performance de Cristal Lopez e da cantora Luiza da Iola. Além da presença de Pieta Poeta, Rhany Merces, Diana Rosetti e Luci Universo. 

Sobre a Afro LGBT MG

A Rede AFRO LGBT é uma entidade do movimento social que tem por missão fortalecer a cidadania e a autoestima de negros e negras lésbicas, gays, bissexuais, travestis e transexuais lutando contra o racismo e todas as faces de LGBTfobia, além de todas as outras formas de opressão e exclusão.

Em Minas Gerais, o grupo se formou em dezembro de 2013 com vistas a ser uma força impulsora para a garantia dos direitos das pessoas negras LGBTs e também a fim de atuar no sentido de contribuir para o empoderamento dessa população.

O trabalho, totalmente voluntário, é orientado pelos seguintes eixos:

1. Pressão sobre os Governos;
2. Informação: buscar, acumular, e repassar a informação;
3. Mobilização, Rede de Solidariedade e Empoderamento.

A atuação da AFRO LGBT acontece nas cidades mineiras de Diamantina, Sete Lagoas, Mariana, Ribeirão das Neves, Contagem, Belo Horizonte, Lavras e Viçosa.

Serviço
Aniversário de 4 anos da Rede Afro LGBT MG
Data: 15 de dezembro (hoje)
Horário: 18h
Local: Brejo Das Sapas (rua Alagoas, 1468, Belo Horizonte) 


Hoje acontece a festa “O Delírio Sem Fim" da Orquestra Atípica de Lhamas em BH

Loading

Acontece hoje em Belo Horizonte a festa “O Delírio Sem Fim: El Último Baile del Año”, que reúne latinidade e psicodelia, organizada pela Orquestra  Atípica de Lhamas, que terá também discotecagem do DJ Supololo (masterplano/mientras dura).

Ficha Técnica Orquestra  Atípica de Lhamas:

Banda: , além da Banda que é composta por Alcione Oliveira, Carlos Bolívia, Chaya Vazquez, Claudia Manzo, Fernando Monteiro, Gustavo Dialva, Laura Lopes, Lucas Buzatti, Marcelo Pereira, Nara Torres, Pedro Thiago, Peu Cardoso, Poliana Tuchia, Rodrigo Magalhães, Tamás Bodolay, Ygor Rajão

Direção de Arte: Nancy Mora 
Direção Cênica: Rafael Protzner
Produção: Renata Chamilet 
Técnico de som: Fabrício Galvani
Técnica de luz: Marina Arthuzzi

Sobre a Orquestra  Atípica de Lhamas. 

“Somos lhamas que se encontraram no carnaval de rua de Belo Horizonte. Lhamas musicais, de Bogotá a Buenos Aires, de Santiago a La Paz, do Santa Tereza ao Carlos Prates. Com diferentes sotaques, trajetórias e influências artísticas. O que nos une? A paixão pela fiesta e pelos ritmos latinos - em especial a cumbia! 

Nossa comunhão sonora rendeu o bloco Cómo the Lhama?, cujo desfile de estreia aconteceu no pré-carnaval de 2017, botando centenas de foliões para bailar. Da rua, derivamos para o palco. Agora, somos uma orquestra de lhamas! Trazemos cumbia feita nas Alterosas, com o acento do portunhol; atípica, mas sem deixar de respeitar a história e a tradição. 

Também passeamos para além da cumbia, misturando ritmos diversos como o reggaeton, a lambada, o bolero, o tecnobrega, o ragga e o quarteto. Do clássico ao inusitado, do antigo ao contemporâneo - todo muy rico y sabroso”.

Serviço
Festa “O Delírio Sem Fim: El Último Baile del Año”
Data: 15 de dezembro (hoje)
Horário: 22h
Local: Bar Latino (avenida Teresa Cristina, 537, Prado)
Ingresso: R$15 a R$25 – clique aqui para comprar

quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

Já ouviu a música da Charli XCX com a Pabllo Vittar?

Loading

Saiu essa semana a aguardada parceria da Pabllo Vittar com a cantora Charli XCX. Na verdade “I got it”, é uma música da Charli com participação da Pabllo e também de Brooke Candy e Cupcakke. 

A música faz parte de uma mixtape da Charlie que será lançada nesta sexta-feira, 15 de dezembro. “I got it” já está disponível também nas plataformas de streaming como Spotify e Deezer. 

Curiosidade: a música é majoritariamente em inglês, mas a Pabllo canta em português.



Time LGBT de futebol de BH (Bharbixas) realiza treino seguido de debate sobre HIV e AIDS

Loading


Na próxima terça-feira, 19 de dezembro, o time de futebol LGBT de BH, o Bharbixas, que ganhou o primeiro campeonato de futebol LGBT do Brasil, o ganhamos a LGNF - LiGay Nacional de Futebol, e  realizará um treino aberto seguido de debate sobre HIV e Aids. Isso mesmo!

Logo após o treino aberto, haverá uma roda de conversa com o Dr. Marcos Borges, médico infectologista no Hospital das Clínicas da UFMG e famoso youtuber conhecido como Dr. Maravilha, que irá esclarecer tudo sobre HIV e IST's, como se prevenir, se cuidar, como vive uma pessoa com o vírus e todas as dúvidas e mitos acerca do assunto. 

A iniciativa foi criada - lembrado que no dia 1º de dezembro é o Dia Mundial de Luta conra AIDS - pela organização do Bharbixas por a mesma saber que “que é preocupante o número de acontecimentos relacionados às DTS's, e o quão presente elas estão na nossa vida.. nunca é demais falar sobre saúde e prevenções”. 

Serviço
Treino aberto Bharbixas seguido de debate sobre HIV e Aids
Data: 19 de dezembro (terça-feira)
Horário: 19h30
Local:    Exibir mapa
Rua São Manoel, 197, Floresta, Belo Horizonte - MG, 31015-390, Brasil
Entrada: gratuita. 

Serviço
Treino aberto Bharbixas 
Data: 17 de dezembro (domingo)
Horário: 16h30
Local: Rua São Manoel, 197, Floresta, Belo Horizonte - MG, 31015-390, Brasil
Entrada: gratuita. 

Hoje acontece em BH o Cine Diversidade com exibição do filme Um Atentado Violento Ao Pudor

Loading

Hoje, quinta-feira, 14 de dezembro, acontece mais uma edição do “Cine Diversidade”, uma ação integrada das comissões Psicologia, Gênero e Diversidade Sexual do CRP-MG e de Diversidade da Fundação Municipal de Cultura.

Desta vez, o filme escolhido é "Um Atentado Violento ao Pudor", de Gilson Goulart Carrijo, de 2017 e com duração de 91 minutos. Sinopse:

O filme mostra esses atravessamentos entre a vida de Keila e o movimento social das travestis, histórias que se confundem. Keila saiu de Pedreiras, interior do Maranhão, com 13 anos de idade, em busca de liberdade e novas experiências. Ganha o mundo, deixando para trás família e infância. Passa por Recife, Teresina e São Luís, estabelecendo residência em Salvador. Assim como outras travestis, sua vida é interpelada pela violência e a militância se faz necessária como estratégia de sobrevivência. 

Para debater o filme e deixar o momento ainda mais interessante, haverá a presença de:

Gilson Goulart Carrijo - Pós-doutor em Psicologia (UFU) e doutor em Multimeios (Unicamp). Pesquisador, cineasta e diretor do filme

Keila Simpson - Presidenta da Associação Nacional de Travestis e Transexuais (ANTRA)

Marco Aurélio Máximo Prado - Psicólogo, mestre e doutor em Psicologia Social (PUC-SP). Coordenador do Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH), professor Associado III ao Programa e Pós-graduação em Psicologia da UFMG. 

Serviço
Cine Diversidade – filme "Um atentado violento ao pudor"
Data: 14 de dezembro (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: Auditório do Memorial Minas Gerais Vale (Praça da Liberdade s/número, Lourdes, BH).
Ingressos gratuitos distribuídos uma hora antes da sessão 
Inscrições para emissão de certificados: estagio.rp@crp04.org.br (informar nome completo, profissão e e-mail).


quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Livro sobre poesia gay no Brasil será lançado nesta semana em BH

Loading


Lembra quando o Muza divulgou sobre um livro que reunia poemas gays/LGBT brasileiros e que buscava financiamento coletivo  para ser lançado? Pois bem, tudo deu certo e o livro que reúne poemas de temática homossexual do século 19 até hoje será lançado no próximo sábado, 16 de dezembro, em Belo Horizonte. O evento é aberto ao público, que poderá participar também de “leitura de poemas gays”.

Além de Carlos Drummond de Andrade e Lúcio Cardoso, compõem a obra os escritores mineiros contemporâneos Simone Teodoro, Nívea Sabino, Rodrigo Quimera, Herena Barcelos e Rosane Castro.

Alguns dos autores estarão presentes no dia do lançamento, assim como agitadores culturais conhecidos na cidade, como Ed Marte, e coletivos LGBT, como Movimento Gay de Minas (MGM) e o Alô Abacaxi, bem como o coletivo artístico Toda Deseo.

A obra

Com 44 autores brasileiros e 130 poemas, o livro Poesia Gay Brasileira reúne textos que tocaram na homossexualidade desde o século 19 até hoje. Lúcio Cardoso, Antonio Cicero, Hilda Hilst, Caio Fernando Abreu, Vange Leonel, Mário de Andrade, Roberto Piva e até Drummond compõem obra.

O evento é público e gratuito. Quem quiser, além de participar do lançamento, adquirir a obra e conversar com organizadoras e autores, poderá também subir a um pequeno palco improvisado para declamar poemas – desde que tenham temática homossexual.

O livro Poesia Gay Brasileira mostra que a homossexualidade sempre fez parte da literatura do país. As organizadoras, a pesquisadora belo-horizontina Amanda Machado, e a jornalista e poeta paulistana Marina Moura, realizaram uma ampla pesquisa levantando e resgatando poemas de escritores brasileiros de 1850 até hoje que tocaram na temática homossexual.

Do material reunido na pesquisa, selecionaram poetas que consideraram representativos e criaram a primeira antologia de poemas gays do Brasil. A seleção inclui até mesmo textos inéditos de escritores como Glauco Mattoso, Roberto Piva e Walmir Ayala.

O projeto também se desdobra em entrevistas em vídeo com os autores que falaram sobre o tema em suas obras, refletindo sobre a existência e importância de uma literatura gay no país (podem ser acessados na Fan Page do livro.

Defensor da causa LGBT+ e escritor, Jean Wyllys assina o prefácio da obra. A escritora, doutora em teoria literária e tradutora gaúcha Natalia Borges Polesso, que levou o prêmio Jabuti em 2016 com o livro de contos "Amora", assina a orelha do livro.

Serviço
Lançamento do livro “Poesia gay brasileira”
Data: 16 de dezembro (sábado)
Horário: 18h
Local: Idea Espaço Cultural (Rua Bernardo Guimarães, 1200 - Funcionários - Belo Horizonte - Minas Gerais)
Entrada: gratuita.