sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Estudante da Estácio de Sá em BH é ameaçada de estupro por aluno da faculdade por ser lésbica

Loading

A estudante Laís Figuerôa, de 30 anos, está sofrendo bullying e até ameaças de estupro de um aluno que cursa junto com ela Educação Física na Faculdade Estácio de Sá. Há cerca de um ano ela tem sido vítima dessa tensão e medo constantes.  

Tal aluno já chegou a deixar bilhetes em sua moto com ameaças de estupro e chegou a escrever em uma foto de Laís que estava exposta no corredor da faculdade, junto com outros alunos, a palavra “aberração”. Tudo teria começado em uma discussão na sala de aula, na qual ele teria dito que mataria um filho dele que fosse gay, o que Laís discordou e se pronunciou sobre. 

Segundo declarou em entrevista, Laís disse que já procurou representantes da Faculdade e nada foi feito. Nos últimos dias, ela chegou a ir em várias delegacias para fazer Boletim de Ocorrência (BO), mas, infelizmente, não teve sucesso em nenhuma. Isso mesmo! Ela só conseguirá fazer o BO na próxima semana, após intervenção do Núcleo de Atendimento e Cidadania à População LGBT da Prefeitura. 

Diante de tamanho desamparo, foi criado um abaixo assinado endereçado à Faculdade Estácio de Sá cobrando providência em relação as atitudes de tal aluno e a situação que Laís está vivendo. 

A Faculdade Estácio de Sá emitiu uma nota sobre o assunto, veja trecho abaixo divulgado pelo O Tempo:

"Além do compromisso em formar alunos preparados para o mercado de trabalho, está entre suas missões formar cidadãos conscientes do seu papel transformador na sociedade.

Assim que a Estácio tomou conhecimento dos episódios, prontamente entrou em contato com os envolvidos e agendou uma reunião para apuração dos fatos, a fim de tomar as providências administrativas que são cabíveis a uma instituição de ensino, referentes a qualquer evento ocorrido dentro das instalações da Estácio". 

Abaixo, um dos recados recebidos por Laís: