quinta-feira, 30 de novembro de 2017

Está em cartaz em BH o documentário “Meu corpo é político”

Loading



Agora sim!  Após falarmos sobre aqui no Muza e até ter sido realizada uma sessão gratuita em BH, agora está em cartaz na cidade o documentário “Meu corpo é político”, com direção de Alice Riff e participação de Linn Da Quebrada. 

“Meu Corpo é Político” aborda o cotidiano de quatro militantes LGBT que vivem na periferia de São Paulo: Linn da Quebrada, artista e professora de teatro, Paula Beatriz, diretora de escola pública no Capão Redondo, Giu Nonato, jovem fotógrafa em fase de transição, e Fernando Ribeiro, estudante e operador de telemarketing. A câmera de Alice Riff conduz o olhar do espectador pelas narrativas diárias desses personagens para levantar questões sobre temas relevantes do contemporâneo como transgênero, representatividade social e identidade de gênero.  

O documentário traz um olhar original sobre o tema ao fugir dos padrões recorrentes e não retratar transgêneros e travestis em situações de violência e prostituição. Em “Meu Corpo é Político” a violência surge em diversas camadas do cotidiano e a luta contra a transfobia onipresente aparece sob forma da resistência representada por atos aparentemente banais como sair de casa, frequentar faculdade, ter emprego, se relacionar e ter momentos de lazer.

A narrativa foi construída conjuntamente com os personagens, por isso a opção de um documentário controlado, no qual as cenas são encenadas por eles próprios a partir da vivência de cada um, em busca desse “corpo político”.   

O documentário foi filmado no primeiro semestre de 2016 e teve sua estreia mundial em abril de 2017 no Visions du Réel, importante festival de documentários em Nyon, Suíça. Também foi exibido na Competição de Direitos Humanos do BAFICI – Festival de Cinema Independente de Buenos Aires (estreia latino-americana) e ganhou o Prêmio Olhares Brasil na estreia brasileira no 6º Festival Internacional de Cinema de Curitiba – Olhar de Cinema, no 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro e no DocSP 2017. Recebeu também o prêmio Stajano no 38º Lovers Torino LGBTQI Visions em sua estreia na Itália.

O filme, uma coprodução entre Studio Riff e Paideia Filmes, será distribuído nacionalmente pela Olhar Distribuição e tem estreia comercial prevista para 30 de novembro de 2017.

FICHA TÉCNICA: 
Meu corpo é político
2017, 71 min, SP, 12 anos
Direção e roteiro: Alice Riff 
Com Fernando Ribeiro, Giu Nonato, Linn da Quebrada e Paula Beatriz.
Produção: Studio Riff , Paideia Filmes.
Produtor Executivo: Heverton Lima 

Serviço
Documentário “Meu corpo é político”
Datas: 30 de novembro a 6 de dezembro. 
Ingressos: R$ 12 e R$ 6 (meia-entrada) – somente na Bilheteria
Local: Cine 104 -  Praça Rui Barbosa, 104, Centro, em BH.
19h00- Meu corpo é político (primeira semana)*
20h40- Meu corpo é político (primeira semana)
*Nos dias 30 de novembro e 1º de dezembro, as sessões das 19 horas terão a exibição dos filmes do forum.doc, com entrada gratuita.




[ ATUALIZADO - evento cancelado] Frente Autônoma LGBT celebra 1 ano com evento público em BH

Loading



EVENTO CANCELADO

"A chuva deu um golpe certeiro e ficamos sem espaço para o equipamento de som com as goteiras do viaduto virando cachoeira. Em breve remarcaremos nosso bafo porque somos sobreviventes fedte mundo e sobreviveremos mais essa vez!"

No próximo sábado, 2 de dezembro, a Frente Autônoma LGBT  comemora um ano de atuação. Para celebrar seu primeiro aniversário em grande estilo, a Frente escolheu promover uma Ocupação Artística no Viaduto de Santa Tereza - um dos principais espaços políticos de resistência de BH.

O evento ocorrerá a partir das 14h e será totalmente gratuito, contará com uma programação recheada de arte e luta, além das atrações: o show Desvyado, DJs da festa @bsurda, a DJ Fer Fortes Lenas, o coletivo Mães Pela Diversidade, além de performances Cristal Lopez e muito mais.

Sobre um ano da Frente Autônoma LGBT os integrantes comentaram:

"Há um ano, um novo sonho começava a tomar forma em Belo Horizonte. O sonho de uma cidade justa, inclusiva e respeitosa, onde toda pessoa possa ser quem é, sem preconceitos, sem violência e com dignidade. Onde tod@s sejam respeitad@s, independentemente de sua cor, orientação sexual, gênero ou qualquer outro marcador social. O sonho de que tod@s possam ter acesso a saúde, educação, segurança, lazer e tantos outros direitos que nos são negados pelo preconceito e violência de uma sociedade orientada pelo racismo, pela heteronormatividade e por diversas outras formas de preconceito.

Um sonho partilhado por milhares de pessoas que diariamente lutam nas ruas, em casa, nos bairros, vilas, favelas e ocupações, nas escolas e universidades, enfim, em todos os lugares da cidade E desse sonho coletivo nasceu a Frente Autônoma LGBT, para somar as vozes e lutas dessas pessoas e pintar com as cores da justiça nossa cidade. Foram muitas as lutas que travamos nesse ano e as vitórias que conseguimos. E toda luta, toda vitória, deve ser comemorada. E a hora é agora!

Há um ano, o desejo de conectar e unir as militâncias para, assim, construir de uma BH mais justa e igualitária fez com que um novo movimento social surgisse na cidade: a Frente Autônoma LGBT. Nesse ano de conquistas, a Frente promoveu encontros, trocas e conexões, fortalecendo a luta LGBT na cidade e proporcionando uma série de atividades propostas por ativistas independentes e outros coletivos da cidade. E, agora, é hora de comemorar!" 

Sobre a Frente Autônoma LBGT

A Frente Autônoma LGBT é fruto da compreensão de que as militâncias LGBTs são muitas, complexas e complementares. Estamos nas lutas das ruas, dos bairros, vilas e ocupações, na produção de cultura e na academia, organizados ou não, buscando reforçar as bases de uma sociedade em que cidadania, respeito e dignidade sejam de fato para todxs. Temos convicção de que é só pela união dessas lutas que conseguiremos dar passos largos nessa direção, ainda que em tempos temerosos.

Organizamos um espaço de comunicação e fortalecimento mútuo das militâncias LGBT em Belo Horizonte e em Minas, por meio do qual buscamos dar visibilidade e força aos movimentos pelos direitos LGBT, além de construir coletivamente novas ações, principalmente nos espaços onde essa luta ainda é mais espinhosa. Vamos juntxs derrubar os muros que limitam os diálogos e construir, lado a lado com os diversos segmentos da nossa comunidade, uma nova forma de lutar pelos nossos direitos, representativa da diversidade desse movimento.

Serviço 
Festa de 1 ano de Frente Autônoma LGBT
Data: 2 de dezembro (sábado)
Horário: 14h 
Local: Viaduto Santa Tereza, Centro, Belo Horizonte 
Ingresso: entrada gratuita

quarta-feira, 29 de novembro de 2017

Brasil terá o mega evento “RuPaul’s Drag Race - Werq the World” em 2018 (ingressos estão à venda)

Loading


Gosta de RuPaul´s Drag Race? Então prepare-se! EM 2018 irá acontecer no Brasil o mega evento:  “RuPaul’s Drag Race - Werq the World”, que terá a apresentação de Michelle Vesage e das fantásticas drag queens Bianca Del Rio, Acid Betty, Alyssa Edwards, Bob the Drag Queen, Detox, Kim Chi, Latrice Royale, Peppermint, Shangela, Valentina, Violet Chachki e a Lady Bunny. Isso mesmo!

Foi divulgado hoje os valores dos ingressos dessa turnê no Brasil, em fevereiro do ano que vem, que irá passar pelas cidades de Porto Alegre (22), Rio de Janeiro (23) e São Paulo (24 e 25). 

Somente a passagem do Rio que ainda não foi divulgado o valor. Mas para as outras cidades os ingressos já estão à venda.   

Porto Alegre - Clique aqui para comprar
Platéia baixa R$260
Camarote R$200
Platéia Alta R$200
Galerias Altas R$200
Gal. Mezaninos R$150
Mezanino R$150

São Paulo - Clique aqui para comprar 
Platéia de A – N R$370
Platéia de O – W R$310
Camarote R$280
Balcão Nobre R$250
Frisa 1° Andar R$220
Frisa 2° Andar R$200
Frisa 3° Andar R$180

*Plateia gold R$900 (meet and greet incluso)



Sábado acontece a festa Baile de Formatura da @bsurda em BH

Loading

No próximo sábado, 2 de dezembro, acontece a festa “Prom” da @bsurda que será nada mais nada menos que inspirada na temática de um Baile de Formatura. Isso mesmo!

Ed (b-day)
+ Residentes da @bsurda
+ Convidados

Assim, o Dress Code, não obrigatório, será Gala e Gravata Borboleta. Para animar a noite os DJs residentes da @bsurda + convidados + chuva de glitter na entrada vale.

Serviço
Festa Prom @bsurda – Baile de Formatura
Data: 2 de dezembro (sábado)
Horário: 22h
Local: Granfinos (Avenida Brasil, 326, Santa Efigênia, BH)
Ingresso: R$20 a R$30 – clique aqui para comprar

Hoje acontece apresentação do espetáculo “Amor e Outras Palavras Mutáveis” em BH

Loading


Hoje, quarta-feira, 29 de novembro, acontece apresentação única e estreia do espetáculo teatral “Amor e Outras Palavras Mutáveis”, do Coletivo Mutável.

“Amor e outras palavras mutáveis” dialoga música e teatro com uma sobreposição de textos que abordam o amor e suas diversas interpretações. Nessa proposta artística, também são mutáveis as palavras usadas para representar esse sentimento tão complexo. A mensagem surge através da leitura dramática, da voz cantada, da declamação e até mesmo do silêncio. Os textos são de autoria de Daniel Bandeira e Raísa Campos. Juntos com o músico Gilmar Iria, o coletivo Mutável traz à cena diversas nuances do amor”.

Ficha Técnica:
Atuação e concepção: Daniel Bandeira, Gilmar Iria e Izza
Dramaturgia: Daniel Bandeira e Izza
Preparação vocal: Izza
Preparação musical: Gilmar Iria e Izza
Design gráfico e Comunicação: Daniel Bandeira
Produção Executiva: Daniel Bandeira, Gilmar Iria e Izza

Serviço
Teatro “Amor e outras plavras mutáveis”
Data: 29 de novembro (quarta-feira)
Horário: 20h
Local: Centro Cultural UFMG (Avenida Santos Dumont, 174, Centro, BH)
 Entrada gratuita (espaço sujeito à lotação)
Classificação Livre



terça-feira, 28 de novembro de 2017

Espetáculo sobre a vida e música de Freddie Mercury reestreia em BH

Loading


Um dia antes de morrer, Freddie Mercury assumiu para a imprensa que era portador do vírus HIV e tinha AIDS, com o intuito de diminuir o estigma em relação à doença e inspirando a criação do Mercury Phoenix Trust, uma organização que já apoiou mais de 700 projetos na batalha global contra a doença. Na sexta-feira 1º de dezembro de 2017, dia que marca a Luta Mundial contra a AIDS, o espetáculo “Freddie Rock Star – The Show Must Go On!” reestreia em Belo Horizonte em curta temporada, de 1º a 4 de dezembro 

A performance e teatro documentário promovem o encontro do público com Freddie Mercury, 25 anos depois de sua morte precoce em decorrência da Aids. Comemorando 1 ano em cartaz e mais de 2000 espectadores, O espetáculo “Freddie Rock Star – The Show Must Go On!” presta uma homenagem ao ídolo da banda de rock Queen e conduz o público por meio de um show às avessas, revivendo fatos, músicas e manchetes que marcaram a trajetória do cantor, curiosidades pouco conhecidas sobre sua intimidade e os bastidores da carreira.

A montagem é resultado da pesquisa do ator e cover do músico, Fábio Schmidt, e do diretor e dramaturgo Juarez Guimarães Dias. O espetáculo conduz o público pela história de Mercury por meio de um show às avessas, revivendo fatos, músicas e manchetes que marcaram a trajetória do cantor e curiosidades pouco conhecidas sobre sua intimidade e os bastidores da carreira. 

Com experimentações visuais e cênicas e um set list marcante, repleto de músicas do artista e da banda Queen, a obra traz uma dramaturgia sonora e audiovisual a partir da inserção de elementos narrativos, projeções de imagens e vídeos, em que as canções também cumprem função dramatúrgica no texto. A peça faz ainda uma homenagem a todos os covers que perpetuam a memória e o legado de tantos artistas.

Curiosidade 

Incentivado pelos amigos devido à sua semelhança física com o cantor Fábio Schmidt fez sua primeira aparição como cover de Freddie Mercury em 2005 durante uma festa de aniversário. No entanto a semelhança entre o ator e o rock star impressionaram e originaram performances que se profissionalizaram em 2011. “

Apesar das diversas apresentações e números como Freddie Mercury ao longo dos anos foi só em 2015, a partir do encontro com o diretor e dramaturgo Juarez Guimarães Dias, que nasceu a ideia de contar essa história em forma de espetáculo. 

SERVIÇO 
Espetáculo “Freddie Rock Star - The show must go on!” 
Período: 1º a 4 de Dezembro de 2017
Horário: sempre às 20h.  
Duração: 90 min
Classificação indicativa: 16 anos
Local: Teatro Marília - Avenida Professor Alfredo Balena, nº 586 - Santa Efigênia - BH/MG.
Ingressos: R$30 inteira / R$15 meia – clique aqui para comprar



FICHA TÉCNICA

Pesquisa e Criação: Fábio Schmidt e Juarez Guimarães Dias
Atuação: Fábio Schmidt
Dramaturgia e Encenação: Juarez Guimarães Dias
Caracterização: Gabriela Dominguez
Design de som e Locuções: Ricardo Righi
Músicos das trilhas originais: Pedro Miranda e Ricardo Righi
Figurinos: Ricca Costumes
Iluminação: Felipe Cosse
Espaço cênico: Fábio Schmidt e Juarez Guimarães Dias
Orientação cenográfica: Ed Andrade
Cenotécnico: Nilson Santos
Vídeos: Carlos Canela | Carabina Filmes
Preparação vocal: Ana Hadad
Prótese dental: Carlos Gabriel
Registro fotográfico: Matheus Soriedem
Assessoria de Comunicação: Bruna Sobreira e Guilherme Lourenço
Design gráfico: Denilson Cardoso | Solo C.D.C.
Vídeo Financiamento Coletivo: Laura Canedo
Consultoria: Agentz Produções
Produção Executiva: Tiago Amador
Coordenação de Produção: Fábio Schmidt
Apoio: Carabina Cultural, E o Cabelo, Coletivo Montarya
Realização: Braza Produções

[ATUALIZADO] A última festa Masterplano de 2017 será no dia 16/12

Loading

Quem curte música eletrônica provavelmente não irá perder  a última de 2017 da Masterplano ou  MASTERp la no, que será agora no dia 16/12 (sábado). Isso mesmo! A próxima edição será “de fogo no cue”, e olha a explicação da organização:

“Tudo começou com a gente recortando formatos de ânus e fazendo essas janelas na imagem com esses contornos de cue voadores. e logo depois colorimos eles com esses degradês para ficarem mais felizes, e tmb colocamos uns dedos para ficarem mais quentes. só que a gente achou que estava limpo demais, meio chique. então colocamos um fundo atrás dos cues voadores, pra ficar mais mais vibrante, mais computer, mais parecido com a gente. só que achamos que ficou muita informação, meio confuso, e por fim resolvemos deixar o fundo mais acinzentado e dar mais contraste entre ele e os cues voadores em degradê. tinha também um smile mas achamos que 2017 não foi fácil, então trocamos pelo boneco despencando mesmo.e foi assim que chegamos à nossa última festa de 2017, com”:

No line up, os DJs: ACAPTCHA, Galla, Joao Nogueira, Lagoeiro, Molina, R H R e Victor Endo. A iluminação é por VJ Ímpar.

Serviço
Festa MASTERp la n o : de fogo no cue
Data: 16 de dezembro (sábado) 
Local: será divulgado somente no dia (como de costume). 
Ingressos: $25 – clique aqui para comprar

COMUNICADO OFICIAL:

Sentimos muito mas vamos ter que passar a festa pro dia 16/12 (sábado) - seria realizada no próximo sábado (2/12).

Não podemos correr o risco da festa acabar no meio da noite. 

É um risco muito grande para nós e, principalmente, para quem está na pista.
Pedimos sinceras desculpas.

E nós garantimos que vamos aproveitar esse tempo extra para produzir uma festa ainda mais BAFO pra todas nós.

SOBRE OS INGRESSOS (leia até o fim please) ::

*quem já comprou o ingresso e pretende ir na festa de todo jeito, não precisa fazer nada, pois ele continua válido!

*quem não puder ir no dia 16 precisa entrar em contato conosco POR E-MAIL (mstrplano@gmail.com) e pedir o cancelamento/reembolso ATÉ o dia 10 de dezembro.

*para quem comprou e não vai poder ir na nova data, existe também a opção de passar o ingresso adiante, vender pros amigos, etc, já que não trabalhamos com titularidade... os codigos QR continuam válidos

*quem comprou ingresso físico nos pontos de venda, a mesma coisa: os bilhetes continuam validos (mesmo a data impressa sendo do dia 2)


Mais uma vez, nos desculpem. E esperamos que o seu fogo não apague, só aumente <3 i="">





Nesta quarta acontece debate sobre “Pensando gênero e sexualidade na produção do espaço urbano”

Loading

Na próxima quarta-feira, 29 de novembro, acontece na Escola de Arquitetura da UFMG um interessante debate intitulado: “Pensando gênero e sexualidade na produção do espaço urbano”. Sobre o evento em si, a organização explica:

“O olhar sobre gênero e sexualidade no planejamento territorial urbano trabalha as demarcações entre a esfera pessoal e a esfera política, o território público e o doméstico e, com isso, convida à reflexão sobre reconhecimento da diversidade cultural como elemento chave para repensar a planificação. Não somos todos iguais, há diferenças, e o plano, diferentemente do que hoje acontece, não deve pensar apenas na totalidade, e sim estar atento a essas diferenças”.

O debate é parte do “Seminário de ITCC”. Num primeiro momento, haverá apresentação individual dos temas abaixo, seguindo do debate, também com os convidados citados  abaixo:   

- Ágar Camila Saraiva - Gênero e políticas públicas de mobilidade
Orientadora: Natália Mol
Co-orientadora: Marina Amorim

- Priscila Lopes - Arquitetura prisional com recorte de gênero: Políticas públicas para o sistema prisional feminino
Orientadora: Rita Velloso

- Rogério Passos - Abordagem de gênero e sexualidade no planejamento urbano de espaços públicos do Hipercentro de Belo Horizonte
Orientadora: Natália Mol
Co-orientadora: Marina Amorim

Convidadxs

- Caio Pedra, mestrando em Direito pela UFMG e em Administração Pública pela Fundação João Pinheiro com pesquisas relacionadas ao acesso à Cidadania pela população LGBT. Bacharel em Direito pela UFMG, é membro do projeto de extensão "Diverso UFMG", do Grupo de Pesquisa "Estado, Gênero e Diversidade" e da Comissão Sexual da OAB/MG.

- Isabel Cristina de Lima Lisboa, superintendente de Enfrentamento à Violência contra Mulheres da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (Sedpac).

- Natália Alves, feminista negra, jornalista e mestranda em Arquitetura e Urbanismo pela UFMG.

Serviço
Debate - Pensando gênero e sexualidade na produção do espaço urbano
Data: 29 de novembro (quarta-feira)
Horário: 10h 
Local: Escola de Arquitetura da UFMG (R. Paraíba, 697, Funcionários, BH), sala 318. 
Entrada: gratuita (aberta ao público)

segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Time de BH ganha primeiro campeonato de futebol gay do Brasil

Loading


No último sábado, 25 de novembro, aconteceu no Rio de Janeiro, na Barra da Tijuca, o primeiro campeonato brasileiro de futebol gay ou campeonato composto apenas por atletas gays. Isso mesmo! Trata-se do  Champions Ligay, realizado pela LGNF - LiGay Nacional de Futebol, que reuniu diversos times composto somente por atletas homossexuais e bissexuais de vários estados do Brasil (transexuais também podiam se inscrever). Mas não é só isso!

O time campeão da primeira edição desse campeonato inédito no país é de nada mais nada menos que Belo Horizonte. Isso mesmo!  O time campeão foi o Bharbixas F.C, que comemorou nas redes socais dizendo:
“...5 meses da criação de time, fomos os campeões da primeira #championsligay . O time de BH. Reconhecido por serem #lacrativas , #fechativas e #afeminadas : Atingimos nosso objetivo com sucesso! Ser gay é lindo. Ser livre é mágico! Ser Bharbixas é acreditar na diversidade, é saber respeitar e amar o outro acima de qualquer coisa. Time, vocês foram f@da, dentro e fora de quadra”.

Ao todo oito times disputaram o título: BeesCats Soccer Boys do RJ, Bharbixas F.C. de BH, Bravus de Brasília, CFC Aligaytors Futebol Clube de PR, Futebol Magia do RS, Futeboys Futebol Clube de SP, Sereyos de Floripa e Unicorns de SP. A Final foi entre Bharbixas e BeesCats. 

Se você acha desnecessário ou não entende a criação de um time de futebol composto somente por gays e bissexuais e, por consequência, um campeonato desses, a própria LGNF explica em suas redes sociais o motivo de sua criação:

“Os 8 times integrantes da LiGay, em grande parte fundados nos últimos 2 anos, vêm reunindo semanalmente mais e mais jogadores, todos interessados em praticar o esporte mais popular do mundo... O interesse da comunidade LGBTQ aumentou em abril de 2017... bem como encorajando meninos e meninas a efetivamente praticarem o futebol, seja qual for sua identidade de gênero, mostrando que no Brasil o futebol já não é mais dominado por machões heterossexuais... Sim, jogar bola e quebrar essa barreira do preconceito num dos esportes mais homofóbicos do mundo e da história... O único objetivo de cada time é a diversão. A competição não entra em campo!”

É válido destacar que apesar dos atletas serem gays e bissexuais, o campeonato também apostou com a diversidade ao incluir mulheres nos papeis de árbitras e treinadoras, o que não é comum no futebol tradicional. Além de como mencionado anteriormente, transexuais também puderam se inscrever.  

Abaixo, é possível ver o jogo da final na íntegra. 



Beijo gay é exibido na série “Star Trek Discovery”

Loading


Foi ao ar neste mês de novembro um beijo gay na série “Star Trek Discovery”, que faz enorme sucesso nos Estados Unidos e é da famosa saga Star Trek (Jornada nas estrelas).

A cena aconteceu em uma aeronave da saga entre o tenente Stamets (Anthony Rapp) e seu parceiro, Dr. Hugh Culber (Wilson Cruz). Aliás, foi o ator Anthony Rap que recentemente trouxe à tona o assédio sexual sofrido por ele pelo ator Kevin Spacey

Não é demais lembrar que há cerca de um ano, uma cena também de beijo gay foi cortada do filme Star Treck, como revelou o ator John Cho que protagonizou as cenas que foram excluídas. Os motivos do corte da cena não foram explicados até hoje. 



sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Oficial: Katy Perry fará shows no Brasil em 2018!

Loading

Agora sim Katycats! Após vários rumores, foram confirmados os shows da Katy Perry no Brasil com a Witness The Tour. Isso mesmo!

Os shows serão em março de 2018 e acontecerão em três cidades brasileiras:

15 de março em Curitiba, na Pedreira Paulo Leminski; 17 em São Paulo, no Allianz Parque; e 18 no Rio de Janeiro, no Parque Olímpico.

Ainda não há informação sobre valores dos ingressos e início das vendas, mas poderão ser feita no site da LivePass. Aguardemos!


Estudante da Estácio de Sá em BH é ameaçada de estupro por aluno da faculdade por ser lésbica

Loading

A estudante Laís Figuerôa, de 30 anos, está sofrendo bullying e até ameaças de estupro de um aluno que cursa junto com ela Educação Física na Faculdade Estácio de Sá. Há cerca de um ano ela tem sido vítima dessa tensão e medo constantes.  

Tal aluno já chegou a deixar bilhetes em sua moto com ameaças de estupro e chegou a escrever em uma foto de Laís que estava exposta no corredor da faculdade, junto com outros alunos, a palavra “aberração”. Tudo teria começado em uma discussão na sala de aula, na qual ele teria dito que mataria um filho dele que fosse gay, o que Laís discordou e se pronunciou sobre. 

Segundo declarou em entrevista, Laís disse que já procurou representantes da Faculdade e nada foi feito. Nos últimos dias, ela chegou a ir em várias delegacias para fazer Boletim de Ocorrência (BO), mas, infelizmente, não teve sucesso em nenhuma. Isso mesmo! Ela só conseguirá fazer o BO na próxima semana, após intervenção do Núcleo de Atendimento e Cidadania à População LGBT da Prefeitura. 

Diante de tamanho desamparo, foi criado um abaixo assinado endereçado à Faculdade Estácio de Sá cobrando providência em relação as atitudes de tal aluno e a situação que Laís está vivendo. 

A Faculdade Estácio de Sá emitiu uma nota sobre o assunto, veja trecho abaixo divulgado pelo O Tempo:

"Além do compromisso em formar alunos preparados para o mercado de trabalho, está entre suas missões formar cidadãos conscientes do seu papel transformador na sociedade.

Assim que a Estácio tomou conhecimento dos episódios, prontamente entrou em contato com os envolvidos e agendou uma reunião para apuração dos fatos, a fim de tomar as providências administrativas que são cabíveis a uma instituição de ensino, referentes a qualquer evento ocorrido dentro das instalações da Estácio". 

Abaixo, um dos recados recebidos por Laís:


quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Neste sábado acontece festa Translumbrante Ball do BH Vogue Fever 2017

Loading


No próximo sábado, 25 de novembro, acontece o BH Vogue Fever 2017 edição “Translumbrante Ball”. Isso mesmo! Essa é a terceira edição em Belo Horizonte do festival inteiramente dedicado  a dança Voguing ou Vogue, aquela que ficou popularizada com Madonna no videoclipe de “Vogue”. Aliás, o evento é promovido pelo querido trio Lipstick, que é destaque na cena LGBT e underground de BH justamente por suas ótimas performances de vogue, inclusive em festas como a Dengue.  

Sobre o BH Vogue Fever

O BH Vogue Fever é um festival internacional de dança que celebra o Vogue e a cultura Ballroom na America Latina. Este ano acontece hoje, amanhã e sábado. 

Realizado anualmente na cidade de Belo Horizonte/MG, ele reúne artistas nacionais e internacionais interessados nessa cultura e promove um intercâmbio de vivências entre os participantes. 

Os workshops e seminários são ministrados por artistas pioneiros, considerados icons e legends na cena original. Eles também são os jurados da Ball, festa de encerramento do festival onde acontecem as famosas batalhas de Vogue.

Mais informações no site oficial

Sobre a festa  - Translumbrante Ball 



O evento terá os famosos Duelos de Vogue, nas seguintes categorias: Runway, Virgin, Old Way, New Way, Best Dressed, Vogue Fem Soft and Cunt, Lésbica Futurista e Vogue Fem Dramatics.

Dentre os jurados, presenças confirmadas na festa, renomados dançarinos da arte vogue como Amazon Leiomy, Archie Burnett e Aviance Yamamoto.

Na festa , ainda teremos os MCs Guilherme Morais e Tofu Quing; os DJs Lázaro dos Anjos, 
Raquel Parreira e Guto Borges; além de door com Cristal Lopez. 

Serviço
BH Vogue Fever 2017 - Translumbrante Ball
Data: 25 de novembro (sábado)
Horário: 21h
Local: Odara (Rua Arthur de Sá, 380, União, Belo Horizonte)
Ingressos: R$ 25 a R$50 – clique aqui para comprar
**Pessoas trans e travestis são nossas convidadas de honra! Mande um inbox para nossa página com seu nome (social) e endereço de email e vamos enviar seu ingresso. 









Coletivo Majestades inaugura nova exposição em Belo Horizonte

Loading


Nesta sexta-feira, 24 de novembro, amanhã, acontece a inauguração da exposição “Matriarcado”, nova criação do Coletivo Majestades, que aborda a maternidade como umt todo e o papel da mulher. A concepção é de Cynthia Paulino, fotografia de Catarina Paulino e design de Samara Martuchelli:

A ti, reverenciamos, ó Grande Mulher. Leoa Devoradora. Grande Mãe Ancestral. Mãe Abençoada, Mama, Mami, Madre, Mãe. Mãe Terra. Natureza Universal plenamente fecunda - Mãe Eterna. Senhora das Estrelas. Deusa, Vênus Monstruosa. Mãe dos Grãos. Senhora dos Abraços. Mãe Múltipla. Deusa Mãe do Universo. A Caçadora. Mãe dos Mil Seios. Mãe Gloriosa. Senhora da Fertilidade. Mãe do Amor Radiante. Senhora das muitas espadas. Mater Dolorosa. Mãe do Dia e da Noite. Mulher dos Nomes incandescentes. Senhora dos Corações Partidos. Deusa Tríplice (A que contém, que mede e a Matéria do Universo). Senhora do Fogo Sagrado. Rainha Gloriosa. A Deusa dos muitos Braços. Chama interior da Natureza Divina. O centro da Psique. A Grande Mãe vestida de Flechas. Mulher da Alma Selvagem e Furiosa Guerreira: Criadora, Redentora, Doadora e Tomadora de vida. Reguladora do Tempo, da Harmonia e da Discórdia. Mãe dos Vivos e dos ainda por nascer. Mulher de muitos Rostos e muitos Nomes. A que tudo sabe. "SEJAMOS AMÁVEIS, MAS JAMAIS SUBMISSAS"

Sobre a Coletivo Majestades

A atriz, professora e diretora de teatro Cynthia Paulino, ao lado de sua irmã, a fotógrafa Catarina Paulino, e do maquiador Mauro Gelmini criaram o Coletivo Majestades, encontro que reúne teatro, artes plásticas, maquiagem, fotografia e vídeo para a realização de exposições a partir de temas contemporâneos.  

A primeira exposição, intitulada “Majestades”, aconteceu em maio de 2014 e teve como inspiração os contos de fadas. Em novembro do mesmo ano, “Vestidas de Majestade” mostrou bonecas de papel e bordados em tecido inspirados nos poemas de Clarice Lispector. “Somos Todos Iguais, Mesmo Diferente”, realizada em junho de 2015, refletiu sobre a intolerância diante das diferenças transformando crânios e caveiras em símbolos de sabedoria. Em julho de 2016, Mauro Gelmini se afasta do projeto. Linda Paulino passa a integrar a equipe neste momento como maquiadora de “Todo Mundo É Uma Estrela”, concebida a partir das histórias de mulheres e seus corpos.

Serviço
Exposição “Matriarcado” - Coletivo Majestades 
Data: de 24 de novembro a 10 de novembro
Local: Foyer da Escola de Teatro PUC Minas (Avenida 31 de março nº 577, prédio 20, acesso 09, Campus Coração Eucarístico)
Valor ingresso: Entrada franca. 


3 informações sobre o show da Pabllo Vittar no Carnaval em BH

Loading

Se você ainda não sabe... prepare-se: teremos show da Pabllo Vittar no Carnaval de Belo Horizonte 2018. Isso mesmo! Pabllo será uma das atrações de um festival que vai acontecer na Esplanada do Mineirão. 

O Muza traz com exclusividade 3 informações sobre o evento:

- Sim, será um evento fechado. Nada de bloquinho de ruas.

- Mas o preço para o evento será bem acessível, podendo ser cobrado o valor de R$20.

- É possível que as vendas comecem já em dezembro, provavelmente até o dia 10 do mês que vem. Isso mesmo! Então, é bom ficar preparad@s! ;)

Informações é o que você quer @ ?





quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Em novo filme, Cauã Reymond terá cenas de sexo com Matheus Nachtergaele

Loading

Em 2018 será lançado o filme “Piedade” do diretor Cláudio Assis, nele o ator and galã Cauã Reymond terá duas cenas de sexo intensas com o ator Matheus Nachtergaele

“É bem hard core. Acho legal contar uma história mais erótica. Não tive pudor nenhum”, declarou Cauã em recente entrevista ao colunista Bruno Astuto, da revista Época.

No longa, Cauã interpretará um dono de um cinema pornô e Matheus um executivo que muda de São Paulo para Recife onde conhece o personagem de Cauã. 

O filme “Piedade” ainda não tem data de estreia e terá também no elenco Fernanda Montenegro, Irandhir dos Santos e Gabriel Leone. A história é sobre um cidade fictícia que terá que se adaptar à chegada de uma empresa petrolífera. O filme,com direção de Cláudio Assis (Amarelo Manga) promete polêmicas e tem sido considerado “um dos mais progressistas do cinema nacional”. Aguardemos!


Filme “Meu corpo é político” terá sessão gratuita, seguida de debate com a diretora, em BH

Loading

O longa-metragem “Meu corpo é político” – que o Muza já falou por aqui - terá uma sessão especial, seguida de bate-papo com a diretora Alice Riff, na próxima sexta-feira, 24 de novembro,  às 17h, dentro da programação do FORUMDOC.BH – 21º Festival do Filme Documentário Etnográfico Forum de Antropologia e Cinema, que acontece em Belo Horizonte. A partir do dia 30 de novembro, estará em exibição no Cine 104 em BH

“Meu Corpo é Político” aborda o cotidiano de quatro militantes LGBT que vivem na periferia de São Paulo: Linn da Quebrada, artista e professora de teatro, Paula Beatriz, diretora de escola pública no Capão Redondo, Giu Nonato, jovem fotógrafa em fase de transição, e Fernando Ribeiro, estudante e operador de telemarketing. A câmera de Alice Riff conduz o olhar do espectador pelas narrativas diárias desses personagens para levantar questões sobre temas relevantes do contemporâneo como transgênero, representatividade social e identidade de gênero.  

O documentário traz um olhar original sobre o tema ao fugir dos padrões recorrentes e não retratar transgêneros e travestis em situações de violência e prostituição. Em “Meu Corpo é Político” a violência surge em diversas camadas do cotidiano e a luta contra a transfobia onipresente aparece sob forma da resistência representada por atos aparentemente banais como sair de casa, frequentar faculdade, ter emprego, se relacionar e ter momentos de lazer.

A narrativa foi construída conjuntamente com os personagens, por isso a opção de um documentário controlado, no qual as cenas são encenadas por eles próprios a partir da vivência de cada um, em busca desse “corpo político”.   

O documentário foi filmado no primeiro semestre de 2016 e teve sua estreia mundial em abril de 2017 no Visions du Réel, importante festival de documentários em Nyon, Suíça. Também foi exibido na Competição de Direitos Humanos do BAFICI – Festival de Cinema Independente de Buenos Aires (estreia latino-americana) e ganhou o Prêmio Olhares Brasil na estreia brasileira no 6º Festival Internacional de Cinema de Curitiba – Olhar de Cinema e no 50º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro. Recebeu também o prêmio Stajano no 38º Lovers Torino LGBTQI Visions em sua estreia na Itália.

O filme, uma coprodução entre Studio Riff e Paideia Filmes, será distribuído nacionalmente pela Olhar Distribuição e tem estreia comercial prevista para 30 de novembro de 2017.

Ficha Técnica: 
Meu corpo é político
2017, 71 min, SP, 12 anos
Direção e roteiro: Alice Riff 
Com Fernando Ribeiro, Giu Nonato, Linn da Quebrada e Paula Beatriz.
Produção: Studio Riff , Paideia Filmes.
Produtor Executivo: Heverton Lima 

Sobre a Diretora

Alice Riff é realizadora audiovisual. Formada em Cinema (FAAP) e Ciências Sociais (USP). Meu corpo é político é seu primeiro longa metragem como diretora. Realizou anteriormente diversos curtas-metragens, como Orquestra Invisível Let’s Dance (2016), 100% Boliviano, Mano (2014) e Cidade Improvisada (2012), todos voltados a temas ligados aos direitos humanos e juventude. Atualmente finaliza seu segundo longa metragem, Platamama, com previsão de estreia para 2018. 


Serviço
Sessão debate filme “Meu Corpo É Político” no FORUMDOC.BH
Sessão seguida de debate com a realizadora
Data: 24 de novembro (sexta-feira)
Horário: 11h
Local: Cine Humberto Mauro (Avenida Afonso Pena, 1.537 – Centro, Belo Horizonte)
Entrada: gratuita