domingo, 15 de outubro de 2017

Saiba por que um gay, dono de uma cafeteria, expulsou clientes religiosos do local

Loading

O embate entre sexualidade e religião ganhou mais um recente episódio. Tem circulado na internet, um vídeo no qual um gay, proprietário de um cafeteria, em Seattle (Estados Unidos), expulsa do estabelecimento um grupo de religiosos do local. O motivo? Os grupo de pessoas religiosas eram donos de folhetos abaixo:


O folheto abaixo, como podem ver, traz uma forte imagem, na qual mãos com as cores da bandeira gay derramam sangue em direção a um bebe recém nascido e com os dizeres: “Essa é a verdadeira pessoa oprimida nessa nossa cultura da morte”. 

O proprietário do local, Ben Borgman, do Bedlam Coffee, fica extremamente ofendido e irritado e, assim, expulsa as pessoas do local. Pessoas essas que fazem parte de um grupo contra aborto por razões religiosas, composto por religiosos ortodoxos, que tentam argumentar com Bem, que é incisivo na sua decisão de expulsão. 

No vídeo, é possível ouvir o diálogo abaixo:

Ben: Eu sou gay (segurando o panfleto) e vocês tem que sair

Homem: Você está nos negando um serviço?

Ben: Sim. 

Homem: Por quê está fazendo isso?

Ben: Porque isso é ofensivo (mostra o panfleto) e eu sou o proprietário daqui. Então, eu tenho o direito de me sentir ofendido e retirar vocês daqui.

Homem: Então você está tendo intolerância religiosa?

Ben: Apenas cale a boca, não há nada que você possa dizer ou fazer. Isso é seu e eu não quero esse tipo de pessoa (aponta para o panfleto) nesse lugar. É extremamente ofensivo.

Ben: Se eu trouxesse meu namorado aqui e fodesse o rabo dele vocês tolerariam? Respondam a porra da minha pergunta... Saiam, todos vocês. E digam aos fodidos dos seus amigos que não apareçam aqui.

Mulher: Vamos orar por você

Ben: Bem, eu gosto de bundas e acho que não serei salvo disso. Meu namorado é gostoso e eu adoro foder ele.

Moral da história? Não argumente sobre intolerância religiosa se você usa sua religião para atacar os outros. Por mais Bens no mundo e menos Por mais Bens no mundo e menos Grupos como esses por aí!