sexta-feira, 29 de setembro de 2017

Mortes de LGBTs no Brasil está aumentando em 2017

Loading

O relatório anual do Grupo Gay da Bahia sobre mortes de LGBT no Brasil sobre 2017 ainda não pode ser concluído, mas parcial mostrada pela ONG mostra que este ano, até então, o número está maior. 

Segundo dados coletados até o dia 20 de setembro, cerca de 277 mortes aconteceram no Brasil em razão a sexualidade de gays, lésbicas, bissexuais, travestis e transexuais. Infelizmente, trata-se de um recorde negativo. 

Em 2016,o total foi de 343 assassintos, algo me torno de 0,95 mortes por dia. Em 2017, até o momento, a média é de 1,05 por dia. 

Sempre é bom lembrar que os dados divulgados pelo GGB trata-se de uma amostragem subnotificada, já que nem todos os crimes contra LGBT são registrados e os que são, não são necessariamente indicados como crimes por LGBTfobia já que a LGBTfobia não é crime no Brasil. Ou seja, se os números da amostragem assustam, na verdade, eles são piores ainda. 

Enquanto isso.., “a cura gay” no Brasil continua e a criminalização da homofobia parece distante em nosso país.