sexta-feira, 2 de junho de 2017

Musical com músicas da Alanis Morissette irá abordar identidade de gênero

Loading



No dia 1º de junho a cantora canadense Alanis Morissette completou 43 anos e no dia 13 de junho seu mais famoso disco e já um clássico Jagged Little Pill, que já ganhou o Grammy de Álbum do ano em 1996, completa 22 anos de lançamento, mas o presente é nosso:

As canções do disco – hits e clássicos como “You Oughta Know”, “Ironic”, “Hand In My Pocket”, “You Learn” e “Head Over feet” – farão parte de um musical baseado em Jagged Little Pill e outras músicas da carreira da Alanis terá, dentre os temas abordados, a identidade de gênero. 

O projeto está previsto para estrear apenas em maio de 2018 e terá, além da própria Alanis, a roteirista e vencedora do Oscar pelo filme “Juno”, Diablo Cody a frente do projeto. 

Segundo a Rolling Stone o O musical gira em torno de uma família contemporânea e multi-geracional que lida com questões como identidade de gênero e raça. Alanis e Diablo declararam sobre o processo de criação: 
“Estou muito animada por contar uma história moderna através dessas músicas icônicas... A música de Alanis é recheada de narrativas poderosas que se incorporam organicamente a esse processo” – Diablo Cody

“Esse time que se uniu para o musical de Jagged Little Pill é meu sonho do teatro musical tornado realidade.. A química entre todos nós é notável e eu me sinto honrada em poder mergulhar nessas músicas novamente, cercada por todos esse talentos grandiosos. Diablo e Diane já estão levando essas canções extremamentes pessoais, que são parte do núcleo da minha alma, a um outro nível de esperança, liberdade e complexidade.” – Alanis Morissette

A direção de “Jagged Little Pill – o musical” será de Diane Paulus, vencedora do Tony. O compositor Tom Kitt, vencedor do Tony e Pulitzer, criou as orquestrações e arranjos