sexta-feira, 30 de junho de 2017

Hoje acontece O Forró Queer edição “Arrocha a Sandália”

Loading


Hoje, sexta-feira, 30 de junho, acontece mais uma edição do Forró Queer, desta vez a edição é a  “Arrocha a Sandália”. O evento é uma realização do Bloco Bilu Bilu em parceria com a escola Ata-me!Dança de Sação e O Forró Queer, com apoio da Pula BH, NECUP e Frente Autônoma LGBT. Abaixo, todas as informações do evento, com direito ao convite na íntegra. 

O Evento

Vocês acharam que não íamos Arrochar a Chinela né?

Pois vamos sim! Juntamos os melhores baphos e criamos um evento pra lá de maravilindo:
“Festa Junina”, “Rebordosa do Dia dos Namorados”, “Pista de Dança Livre do “O Forró
Queer” e o “tão, tão, tããão” esperado Baile de Arrocha do Bloco Bilu Bilu!

A espera valeu a pena, além de um repertório ainda mais ousado, preparamos uma super
novidade: A estreia glamorosa da GIGI, nossa CANTORA FECHATIVA que chegou para
completar o time ao lado da PODEROSA “BATERIA FEMININJA” e da 
INCOMPARÁVEL “METALÊRA DO AMÔ”.

A festa vai ser babado para quem já tem um “Xêro” (e todo Xêro é amor e todo amor vale a
pena) dançar juntim, arrochando a chinela a dois. E para quem não tem... Preparamos um
combo Xamego, pra ninguém terminar o mês dos namorados sem um xodó:

“O Forró Queer” chega com a super Equipe de Dança para te ajudar a chegar malemolente nos
crushs ao som dos forrozinhos escolhidos a dedo pela DJ Laura James, O BILU BILU toca as
melhores sofrências para derreter o coração de pedra dxs cremosxs. E se ainda assim não
resolver, tem “Correio Deselegante” com a GiGi para você mandar o torpedão ao vivo e
ganhar dose de Catu! E como ainda é junho, se ocês animá, nós puxa até uma quadrilha uai!

BLOCO BILU BILU

Formado por um time de músicos experientes na cena mineira, o Bloco nasceu em janeiro de 2017 e em fevereiro do mesmo ano realizou sua primeira apresentação no Carnaval de Rua de BH, atraindo grande atenção da imprensa e do público. O nome do bloco é uma homenagem aocantor Pablo do Arrocha – A Voz Romântica e também a toda cultura negra e nordestina. 

O projeto se destaca pelo repertório único, com versões e arranjos inéditos de arrocha de todos os tempos, de “Morango do Nordeste” à “Infiel”, e toda a energia característica de um bloco do carnaval de BH.

Além da musicalidade, o Bloco traz em sua essência um posicionamento de respeito e promoção da diversidade e de todas as formas de amar. Premissas que se destacam na própria formação da banda: A percussão, composta apenas por mulheres , intitulada “Bateria Feminja”. Um naipe de metais composto, majoritariamente, por músicos negros, conhecidos como “Metalêra do Amô” e, uma cantora que promete revolucionar todos os bailes da cidade: a Drag Queen GIGI, que fará sua estreia no evento “Arrocha a Sandália”.

“O FORRÓ QUEER”

* Você curte dançar a dois, mas sempre achou o ambiente cis- heteronormativo
demais?
* Você curte dançar a dois, mas o machismo dos espaços tradicionais de
dança te afugenta?
* Você quer dançar com alguém do mesmo gênero e se sentir totalmente à
vontade no local?
* Você quer simplesmente se soltar e se expressar do jeito que lhe der na telha no
momento?

Se sua resposta foi sim a pelo menos uma destas perguntas, O FORRÓ QUEER é para você! O Projeto é uma iniciativa da Ata-me! Dança de Salão para reunir quem sempre se sentiu inibide ou discriminade de alguma forma nos ambientes tradicionais de dança, criando um espaço onde prevaleça a liberdade de dançar com quem quiser e como quiser. No “O Forró Queer”, cabem todos os gêneros e orientações afetivas. 

A ideia é empoderar mulheres e pessoas LGBTIQ, para que também através da dança possam ocupar todos os espaços destinados à dança a dois. Em maio de 2017, em parceria com a Frente Autônoma LGBT, realizou o primeiro evento público gratuito no Viaduto Santa Tereza e foi sucesso de público e mídia. No “ARROCHA A CHINELA”, “O Forró Queer” irá ferver a pista com o auxilio da Ata-me! E quem comanda o som com a melhor seleção de forrós de todos os tempos é Laura James!

Serviço: 
Forró Queer – Arrocha a Sandáli
Data: 30 de junho (sexta-feira, hoje)
Horário: 22h
Local: NECUP – Núcleo de Estudos da Cultura Popular - Av. Nossa Sra. De Fátima, 3312, Prado – BH
Ingressos: $15,00 (antecipado) / $20 na portaria do evento - clique aqui para comprar.
Classificação Etária: 18 anos