segunda-feira, 6 de março de 2017

Cena gay no filme “A Bela e A Fera” está gerando polêmica nos Estados Unidos

Loading

Ainda neste mês de março estreia o filme live-action”A Bela e a Fera”, com a adorável Emma Watson, mas o que está gerando burburinho é o fato do filme ter o primeiro personagem gay: LeFou, interpretado pelo ator Josh Gad. 

Em entrevista à revista gay britânica Attitude, o diretor Bill Condon, falou sobre o personagem e a importância da cena abertamente gay no filme:

"LeFou é alguém que um dia quer ser Gaston e no outro quer beijar Gaston... ele é confuso com o que ele quer. Ele é alguém que está descobrindo seus sentimentos. And Josh fez algo realmente sútil e delicioso sobre isso. Mas é um bom e exclusivo momento gay nos filmes da Disney". 

"Há muito o que vir ainda mas esse é um momento de divisor de águas pra Disney... representar a atração entre pessoas do mesmo sexo nessa cena curta e explicitamente gay, está sendo enviada uma mensagem de que é normal e natural – e essa mensagem será ouvida em cada país do mundo, até mesmo em países em que não é aceitável ou ilegal ser gay".

"É um primeiro passo em direção a criação de um mundo cinematográfico que reflete a singularidade em cada um nós e o orgulho de viver isso. Mas é um passo na direção certa e eu aplaudo a Disney por ser corajosa o suficiente por fazer isso – e em esperançosamente ajudar a mudar atitudes e trazer realmente progresso social".

A repercussão dessa cena está ganhando cada vez mais proporção. Um proprietário de um cinema no Alabama disse que não irá exibir o filme pela cena gay. Segundo ele,  o filme é contra os valores bíblicos. 

Em declaração à reações como essa sobre o filme, o diretor Bill Codon declarou: “Tá tudo mundo exagerando em cima disso. Porque é só isso – é uma parte do filme com a qual nos divertimos muito”. 

Aguardemos! O filme “A Bela e a Fera” estreia no Brasil no dia 16 de março. Abaixo, você pode ver o trailer: