segunda-feira, 2 de janeiro de 2017

Vítima de transfobia: travesti é assassinada em Contagem com cinco tiros

Loading

Infelizmente, uma triste notícia neste início de 2017 envolvendo Transfobia: uma travesti foi assassinada em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte.

A travesti conhecida como Gaúcha (Jake Helen) tinha 33 anos e era de Porto Alegre. Ela foi assassinada com cinco tiros no dia 31 de dezembro, supõe-se que um cliente a matou.

Seu corpo estava no Instituto Médico Legal até o dia de hoje, quando a psicóloga Dalcira Ferrão, que a conhecia e a atendeu durante um tempo, foi ao IML fazer o reconhecimento do corpo. A psicóloga, que também é militante do Cento de Luta Pela Livre Orientação Sexual de Contagem (Cellos Contagem), escreveu  e lamentou em suas redes sociais sobre o ocorrido: 

“Meu esforço é em encontrar alguma familiar para que ela não seja enterrada como indigente. Correndo contra o tempo... Sempre fico muito mal ao ler notícias de assassinatos de travestis, mas quando a gente conhece a pessoa o baque ainda consegue ser bem maior... Parece que tomei um soco no estômago... 5 tiros... mais uma travesti que se vai..”

Também nas redes sociais uma amiga da vítima escreveu: “Ela era maravilhosa. Esteve conosco em algumas atividades e sempre muito alegre e bem resolvida.”

Felizmente a família foi localizada e o Muza pode informar que estão emocionados e que não tinham contato com a vítima há um bom tempo, o que é uma triste realidade comum na vida de muitos LGBTs. Esperamos agora a apuração do caso. Os militantes do Cellos Contagem estão acompanhando para o devido desfecho e punição ao culpado. Aguardamos justiça por tantas Gaúchas assassinadas todos os dias!