quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Jornalista cria abrigo para acolher LGBT expulsos de casa

Loading


O Projeto Casa 1 - de Acolhimento e Cultura LGBT, voltado para abrigar jovens que são expulsos de casa devido a sua sexualidade ou identidade de gênero, será concretizado graças às contribuições realizadas por internautas por meio de financiamento coletivo. Isso mesmo!

Encerrada no último dia 30, a primeira meta era arrecadar mais de R$ 80 mil para arcar com o aluguel e IPTU de um imóvel na região Central de São Paulo. a segunda meta do projeto era juntar R$153 mil para fazer a Casa 1 acontecer em seu máximo potencial. Contudo, essa meta não foi atingida. Clique aqui para ajudar.

Sobre o projeto

A ideia de ter uma casa de acolhimento veio do jornalista Iran Giusti, quando em 2015, resolveu disponibilizar, através das redes sociais, em sua casa um sofá vago para abrigar gays expulsos de casa. Em poucos minutos, recebeu mais de 50 mensagens de pessoas que buscavam abrigo. 

O jornalista explicou que, em decorrência da alta demanda, entendeu a urgência e a necessidade de ter um espaço maior para acolher mais gente. E, além disso, que também servisse de espaço educacional, com oferecimento de cursos, workshops, centro cultural e assistências necessárias. 

Sobre violência aos LGBT em casa

De acordo com relatório do Ministério das Mulheres, Igualdade Racial e dos Direitos Humanos, publicado em fevereiro deste ano, no então governo Dilma, 36,1% das violações contra lésbicas, gays, bissexuais ou transgêneros registradas em 2013 ocorreram dentro dos domicílios.

A mesma pesquisa relata ainda que 25,7% das ocorrências foram na casa da vítima, 6% na do suspeito e 4,4% na de ambos ou terceiros. 32,1% das vítimas disseram conhecer os suspeitos de cometer a violência.