sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Na próxima semana, acontece em BH, o II Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero

Loading

As violações de direitos contra mulheres e pessoas LGBT (lésbicas, gays, bissexuais, travestis e pessoas trans) têm alcançado números assustadores no país. O II Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero, que ocorre de 12 a 15 de outubro de 2016 (de quarta a sábado), traz pesquisadoras, pesquisadores e militantes da Inglaterra, França, EUA, Argentina e várias partes do Brasil para discutirem assuntos como cidadania trans, discursos de ódio, família, violência de gênero, educação e diversidade. Com o tema “Efetivação de Direitos Humanos e Cidadania de Mulheres e Pessoas LGBT”, o evento ocorre na Faculdade de Direito e Ciências do Estado da UFMG (Avenida João Pinheiro, 100, Centro, BH). 


“Esta segunda edição tem o objetivo de estimular o debate das teorias de gênero e sexualidade no contexto da educação jurídica e das práticas políticas, legislativas e judiciais dirigidas às mulheres e às pessoas LGBT. Embora sediado na Faculdade de Direito, o congresso tem um perfil multidisciplinar e aberto para o público não universitário”, explica Marcelo Maciel Ramos, professor da Faculdade de Direito da UFMG e coordenador do Diverso UFMG, projeto que organiza o evento. “Procuramos reunir acadêmicas e acadêmicos dos mais diversos campos do saber, mas também militantes das causas feminista e LGBT que pudessem compartilhar experiências e lutas, como Keyla Simpson, presidenta da Antra, Associação Nacional de Travestis e Transexuais”, detalha o professor Pedro Augusto Gravatá Nicoli, também coordenador do Diverso. 

O II Congresso traz cerca de 30 palestrantes e debatedores. “A conferência inaugural será realizada pela diretora de Pesquisa Emérita do CNRS, o Centre National de la Recherche Scientifique, da França, Helena Hirata. Teremos mesas redondas, palestras, grupos de trabalho temáticos e apresentações artísticas, como show de drag queens e exposições fotográficas. Esperamos um público de 600 pessoas”, contam Bruna Lima e Julia Somberg, estudantes que integram a organização do evento.

Realizado pelo Diverso UFMG, o II Congresso de Diversidade Sexual e de Gênero tem apoio da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania de Minas Gerais (SEDPAC) e financiamento da Embaixada do Reino dos Países Baixos, do CNPq, da FAPEMIG e da OAB/MG.

Equipe do Diverso UFMG responsável pela realização do Congresso.