quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Travesti é espancada por três homens em plena luz do dia no Rio de Janeiro

Loading

Até quando? Até quando a LGBTfobia será tolerada no Brasil e no mundo?

Esses são questionamentos que veem a mente ao saber do caso de travestis que foram agredidas fisicamente, em plena luz do dia, na manhã do último dia 12, em Santa Cruz, zona oeste do Rio de Janeiro.  Detalhe: uma delas perdeu a consciência devido aos constantes socos, chutes e pauladas recebidos por três homens. Absurdo!

O vídeo da agressão está sendo compartilhado desde então nas redes sociais – o Muza não irá compartilhar por considerar o conteúdo forte demais – e nele, além da agressão, podemos ver também uma multidão que assiste a agressão e não faz nada. Entretanto, foi com o vídeo que o delegado da Daniel Mayr, titular da 36ª DP, emitiu a ordem de prisão aos três agressores: Cleiton da Silva, Jorge Batista Ignacio e Rodrigo Luiz Silva Soares .

Os três agressores, para não dizer coisa pior, alegaram legítima defesa (o que o próprio vídeo mostra que não procede) e também que estão arrependido. Entretanto estão sendo acusados de tentativa de homicídio. 

Segundo relatos na Delegacia, em um transporte público os três agressores insultaram a vítima e a partir daí vieram as agressões físicas. Sendo que uma das travestis usou uma faca para se defender, a mesma que Rodrigo tentou lhe esfaquear. Um absurdo!

Justiça! Criminalização da LGBTfobia já! Quantas pessoas precisaram ser agredidas e mortas ainda devido a sua orientação sexual e/ou identidade de gênero? Quantas? Até quando?