terça-feira, 30 de agosto de 2016

Especial Eleições 2016: Áurea Carolina – Vereadora

Loading

Em outubro acontece as eleições municipais e o Muza está atento e até esse importante momento democrático irá compartilhar com vocês os candidat@s que tem em sua pauta questões LGBT. Desta vez, conheça Áurea Carolina que se candidata a vereadora:

Quem: Áurea Carolina
Concorre a: Vereadora
Partido: PSOL
Número: 50180
Página Facebook: Áurea Carolina

“a cultura Hip Hop é minha primeira escola política. foi na rua, com minhas irmãs e meus irmãos de fé, que me reconheci feminista, cheguei aos movimentos negros e me engajei na resistência da juventude negra e periférica em BH. essas lutas me levaram a outras e deram sentido à minha formação acadêmica. as mulheres do Hip Hop são parte da minha fortaleza ancestral e uma referência constante na minha caminhada.”

“Minha candidatura tem compromisso com a construção de um mandato aberto, coletivo, contrário a privilégios e dedicado às lutas sociais. Mais da metade do meu salário de vereadora e verbas que configuram privilégios serão revertidas para ações de interesse público, com transparência e participação democrática”.

Áurea é cientista política, educadora popular e ativista de movimentos feministas, negros, juvenis e da cidade. Candidata a vereadora em BH pelo PSOL.

Áurea Carolina começou sua atuação política no movimento hip hop de Belo Horizonte. No início dos anos 2000, participou do coletivo Hip Hop Chama que, em suas palavras, surgia para "aliar o fazer artístico com o pensamento crítico, nas quebradas e em toda a cidade". Participou ativamente da consolidação do hip hop feminino na cena local, tendo sido uma das integrantes do grupo Atitude de Mulher, que contribuiu para abrir caminhos para as mulheres do rap.

Cientista política pela UFMG, durante o seu mestrado pesquisou a inclusão das mulheres jovens na agenda governamental. Também é especialista em gênero e igualdade pela Universidade Autônoma de Barcelona.

Atuou na gestão pública durante cinco meses, em 2015, quando foi subsecretária de Políticas para as Mulheres de Minas Gerais. É uma das fundadoras do Fórum das Juventudes da Grande BH e constrói as Muitas pela Cidade que Queremos desde o seu surgimento. É feminista e colaboradora da #partidA.