quarta-feira, 17 de agosto de 2016

Começa nesta quinta, em BH, a temporada do espetáculo "BR-Trans” que aborda transfobia

Loading


Belo Horizonte recebe, entre os dias 18 de agosto e 19 de setembro, a temporada do premiado espetáculo BR-TRANS, desenvolvido desde 2012 pelo multiartista Silvero Pereira. A iniciativa reúne o espetáculo e um livro homônimo - lançado pela coleção dramaturgia, da editora Cobogó em parceria com o Coletivo Artístico As Travestidas. 

Com direção de Jezebel De Carli, o espetáculo é resultado de um processo cênico antropológico-autofágico-esquizofrênico-musical, misturando aspectos de ficção e realidade, trazendo à cena histórias sobre o medo, a solidão e a morte. Histórias que se encontram e se confundem com a vida e com as inquietações do ator. Criado a partir de fragmentos reais, coletados a partir de conversas com travestis, transexuais e transformistas de várias regiões do país, BR-TRANS apresenta histórias sobre exclusão e violência, presentes no cotidiano dessas pessoas.  Entretanto, subvertendo essas tristes histórias, a obra vai além, ao abordar narrativas de superação e transformação com uma potência estarrecedora, oferecendo doses precisas de realidade, afeto, humor, ironia, beleza, e propondo, sobretudo, uma reflexão sobre a forma como estes personagens são enxergados em nossa sociedade ao longo da história.

O espetáculo chega a capital mineira depois de uma extensa e muito bem-sucedida temporada no Rio de Janeiro, no Teatro Poeira, onde permaneceu por quase dois meses. Vale destacar que além das apresentações, o ator Silvero Pereira e a diretora Jezebel De Carli, também coordenaram uma residência artística a convite das atrizes Marieta Severo e Andréa Beltrão, sócias e proprietárias do teatro.

Sobre o espetáculo

Idealizado pelo ator Silvero Pereira, o espetáculo já foi assistido por mais de 20 mil espectadores, em diversas cidades do país, entre elas Rio de Janeiro, Porto Alegre, Fortaleza, João Pessoa, Juazeiro do Norte, Crato, Nova Olinda, Mombaça, Tauá, Iguatu, Aquiraz, Acopiara, São Luís, Bauru, São José do Rio Preto, Santos, Ribeirão Preto, São Paulo, Recife, Natal, Ponta Grossa, Curitiba e, fora do país, em Miami (Flórida/EUA), no XXX International Hispanic Theatre Festival of Miami, e recentemente no Brazil Festival in Dresden (Alemanha).
  
O espetáculo é fruto de um processo de pesquisa cênica desenvolvida por Silvero Pereira nas ruas e casas de show de Porto Alegre durante residência no SOMOS Pontão de Cultura LGBT e também pesquisas desenvolvidas no Nordeste graças ao Edital Interações Estéticas 2012 (FUNARTE/MINC). Baseado nos depoimentos colhidos em campo e nas suas vivências pessoais no universo trans de Fortaleza, além da apuração em textos literários, reportagens e canções, o dramaturgo elaborou o monólogo no qual as vidas das personagens criadas a partir da investigação se entrelaçam, compondo um retrato do que é ser transgênero no Brasil.

Em BR-TRANS, a música assume um papel ativo e ousado na dramaturgia. A proposta de Silvero Pereira e do músico Rodrigo Apolinário foi desenvolver a música diretamente na cena, no trabalho do ator, transformando-a em uma espécie de personagem da montagem.


Ficha Técnica

Direção: Jezebel De Carli
Dramaturgia e interpretação: Silvero Pereira
Músico: Rodrigo Apolinário
Cenário: Rodrigo Shalako
Iluminação: Lucca Simas
Operação de Vídeo: Thiago Myiamoto
Design: Sandro Ka
Administração e Produção: Quintal Produções
Direção Geral: Verônica Prates e Valência Losada
Gestora de projetos: Maitê Medeiros
Produtor Executivo: Thiago Myiamoto

Serviço
Espetáculo “BR-TRANS”, com Silvero Pereira e Rodrigo Apolinário
Datas e Horários: De 18 de agosto a 19 de setembro – quinta a segunda, às 19h
Loca: Teatro II - Centro Cultural Banco do Brasil –CCBB-BH(Praça da Liberdade, 450 – Funcionários)
Ingressos: R$20 - inteira/R$10 - meia
Gênero: Drama
Duração: 70 minutos
Capacidade: 80 lugares
Classificação indicativa: Não recomendado para menores de 14 anos