quarta-feira, 31 de agosto de 2016

Ivete Sangalo ajuda casal de lésbicas a ficarem noivas em seu show

Loading

No início de agosto, mais precisamente no dia 6, durante um show no interior de São Paulo Ivete Sangalo fez a gay friendly e “casou” nada mais nada menos que um casal de lésbicas que são fãs da cantora. 

Na verdade, o palco de Veveta serviu de lugar para que fosse feito o pedido de casamento, como podem ver no vídeo abaixo, a partir dos  5´10´´.

Ivete ainda cantou a música “Completo”, enquanto as duas trocavam alianças, e declarou: “Eu abençoo essa união. Sejam felizes. Felicidade, respeito e companheirismo”.


Especial Eleições 2016: Anderson Cunha – Vereador (Contagem)

Loading

Em outubro acontece as eleições municipais e o Muza está atento e até esse importante momento democrático irá compartilhar com vocês os candidat@s que tem em sua pauta questões LGBT. Desta vez, conheça Anderson Cunha que se candidata a vereador:

Quem: Anderson Cunha
Concorre a: Vereador
Partido: PT
Número: 13123
Página Facebook: Anderson Cunha

“Combater o preconceito, a discriminação, a violência e a desinformação é uma luta de todos os dias! A militância por direitos LGBT se fortalece ainda mais através de encontros, fóruns, debates, marchas e acolhimento de quem se encontra desamparado. O compromisso é de na Câmara Municipal de Contagem expandir ainda mais este trabalho que já começou”.

“Lutar pela igualdade e direitos de todos é algo fortemente presente na militância de Anderson Cunha.Na câmara, o compromisso é fortalecer ainda mais esse trabalho contra a discriminação da comunidade LGBT, mulheres, negros, negras, portadores de necessidades especiais, idosos, crianças e jovens”

“O compromisso de se unir aos movimentos para lutar a favor da preservação do meio-ambiente é um ato de se preocupar com um futuro melhor para todos. Anderson Cunha reconhece a Defesa do Meio Ambiente como uma atitude emergencial e tem ela como um dos seus comprometimentos a serem realizados na Câmara de Contagem.”

Anderson Cunha é professor de História das Redes Municipais de Contagem e Belo Horizonte. No governo da prefeita Marília Campos foi diretor da Casa da Cultura Nair Mendes Moreira - Museu Histórico de Contagem e gestor na SEDUC - Secretaria Municipal de Educação. Seu trabalho nas áreas da cultura e educação teve reconhecimento nacional com os programas de Educação Patrimonial e Educação Integral.

É ativista do movimento LGBT e um dos fundadores do CELLOS Contagem - Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual, sendo seu presidente de honra. Desde a juventude milita em defesa das causas sociais e pela igualdade de direitos. Participou ativamente do movimento estudantil e sindical. Atualmente é mestrando na Faculdade de Educação da UFMG.



Hoje acontece em BH o lançamento do livro “Chicos”

Loading


Hoje acontece em Belo Horizonte o lançamento do livro Chicos. Sabe de que livro estamos falando né? É um projeto gay e independente, de fotografias e depoimentos onde são abordadas questões relacionadas à sexualidade, história, identidade e corpos, atreladas a cada as homens/personagens fotografados. Inclusive, o Muza falou sobreo financiamento coletivo realizado para a realização do livro em si. Abaixo, o convite oficial:

“Finalmente chegou o dia!  Depois de um ano de projeto, oito cidades visitadas, 130 chicos fotografados, 60 dias de catarse e 883 apoios: temos um livro de 304 páginas para lançar! Queremos comemorar juntos esse dia tão especial para a gente. Lançar esse livro com cada um de vocês que torceu e apoiou junto! Então, esperamos todos na Benfeitoria, o primeiro espaço que abriu a porta para a gente e que mais uma vez nos recebe com tanto carinho".

- Todos os apoiadores poderão retirar os livros e recompensas no dia
-  Se não puder ir, as recompensas serão enviadas na semana seguinte
-  Para quem não conseguiu adquirir durante a campanha, o livro e posteres estarão à venda no lançamento

Serviço
Lançamento livro Chicos
Data: 31 de agosto (quarta-feira)
Horário: 19h
Local: Benfeitoria (rua Sapucaí, 153, Centro, BH


terça-feira, 30 de agosto de 2016

Especial Eleições 2016: Áurea Carolina – Vereadora

Loading

Em outubro acontece as eleições municipais e o Muza está atento e até esse importante momento democrático irá compartilhar com vocês os candidat@s que tem em sua pauta questões LGBT. Desta vez, conheça Áurea Carolina que se candidata a vereadora:

Quem: Áurea Carolina
Concorre a: Vereadora
Partido: PSOL
Número: 50180
Página Facebook: Áurea Carolina

“a cultura Hip Hop é minha primeira escola política. foi na rua, com minhas irmãs e meus irmãos de fé, que me reconheci feminista, cheguei aos movimentos negros e me engajei na resistência da juventude negra e periférica em BH. essas lutas me levaram a outras e deram sentido à minha formação acadêmica. as mulheres do Hip Hop são parte da minha fortaleza ancestral e uma referência constante na minha caminhada.”

“Minha candidatura tem compromisso com a construção de um mandato aberto, coletivo, contrário a privilégios e dedicado às lutas sociais. Mais da metade do meu salário de vereadora e verbas que configuram privilégios serão revertidas para ações de interesse público, com transparência e participação democrática”.

Áurea é cientista política, educadora popular e ativista de movimentos feministas, negros, juvenis e da cidade. Candidata a vereadora em BH pelo PSOL.

Áurea Carolina começou sua atuação política no movimento hip hop de Belo Horizonte. No início dos anos 2000, participou do coletivo Hip Hop Chama que, em suas palavras, surgia para "aliar o fazer artístico com o pensamento crítico, nas quebradas e em toda a cidade". Participou ativamente da consolidação do hip hop feminino na cena local, tendo sido uma das integrantes do grupo Atitude de Mulher, que contribuiu para abrir caminhos para as mulheres do rap.

Cientista política pela UFMG, durante o seu mestrado pesquisou a inclusão das mulheres jovens na agenda governamental. Também é especialista em gênero e igualdade pela Universidade Autônoma de Barcelona.

Atuou na gestão pública durante cinco meses, em 2015, quando foi subsecretária de Políticas para as Mulheres de Minas Gerais. É uma das fundadoras do Fórum das Juventudes da Grande BH e constrói as Muitas pela Cidade que Queremos desde o seu surgimento. É feminista e colaboradora da #partidA.


Sexta acontece mais uma edição da festa I Hate Remix

Loading


Na próxima sexta-feira,  2 de setembro, acontece mais uma edição da festa I Hate Remix, com produção da @bsurda que realiza diversas festas legais em BH. Desta vez, a edição especial celebra : Lady Gaga, Grimes, Britney Spears, Lana Del Rey.  Para animar a noite os DJs: ed. e Keoma,  Voga Abravanel (b-day), Les Les Ursa, Max Simões e Hugo da Pieve.

“A festa 100% original. Sem remix, sem mashup. Tudo como foi feito e pensado. É o pop sem remix, todo natureba. Todo mundo vai poder cantar o refrão como se estivesse em casa. Afinal, dá pra se divertir e dançar muito curtindo os hits do jeitinho que foram lançados!!!”

A Autêntica, que fica ali na rua Alagoas (entre Antonio de Albuquerque e Tomé de Sousa, quase na praça da Savassi)

Serviço
Festa I Hate Remix
Data: 2 de setembro (sexta-feira)
Horário: 23h
Local: Autêntica (rua Alagoas, 1172, Savassi).
Ingressos:  R$ 15 (antecipado)  - R$ 25 (duplo antecipado) - R$ 20 lista amiga – clique aqui para comprar.

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

A drag queen Acid Betty, do RuPauls Drag Race, fará show em Belo Horizonte

Loading


Preparados?  Agora que estamos na vibe All Stars 2.... teremos mais uma Drag Queen que já participou do RuPaul´s Drag Race em show aqui em Belo Horizonte. Com atração principal de mais uma festa da Eleganza, em outubro, dia 8, teremos Acid Betty, que foi uma das participantes da 8ª temporada. 

Acid se destacou pelos seus looks ousados estilo “extravagante alien neon”. Para relembrá-los veja no vídeo abaixo. E lembrem-se: “"No need to adjust your tv sets, this acid trip is all real" (Não precisa ajustar sua tv, essa viagem de ácido é real).

EM TEMPO: O Muza já entrevistou, com excluZividade, duas queens que voltaram à competição, Coco Montrese e Katya. Uma delas disse que "eu não sei se eu queria passar por tudo aquilo de novo". Clique aqui para ler a entrevista com Coco e aqui para ler a entrevista com Katya


Serviço
Festa Eleganza com Acid Betty
Data: 8 de outubro
Horário: 23h
Local: Gis Club (avenida Barbacena, 33, Barro Preto. BH)
Ingressos:  Meet Promocional (R$ 80,00) – Entrada Promocional (R$ 20,00) – clique aqui para comprar.

5 momentos que o Muza destaca do VMA 2016

Loading


Sim! Na noite deste domingo (e madrugada de segunda-feira), aconteceu mais uma edição do Video Music Awards, a premiação da MTV, que já foi e continua sendo responsável por momentos memoráveis da cultura pop!

Desta vez, a premiação foi marcada por fortes nomes da cultura pop que tiveram seus respectivos destaques no VMA: Britney Spears, Rihanna e Beyoncé. Mas obviamente não foram apenas elas as atrações da noite. Neste vídeo abaixo, podemos ver um resumo da noite, mas na sequencia você confere os 5 destaques da premiação para o Muza!


1 – O aguardado retorno de Britney Spears


2 – As drag queens de RuPauls Drag Race All Star 2 montadas com looks icônicos da história do VMA

Coco Montrese: Lil' Kim VMA 1999 
Alyssa Edwards: Britney feat. Katy Perry VMA 2014
Roxxxy Andrews: Kim Kardashian VMA 2014
Phi Phi O'Hara: Lady Gaga VMA 2010 
Ginger Minj: Madonna VMA 1984
Tatianna: Aaliyah VMA 2000 
Alaska: Britney Spears VMA 2001


3 – A apresentação de “Lemonade” da Beyoncé




4 – Ariana Grande com Nicki MInaj e homens musculosos de collant rosa


5 – A declaração de Drake para Rihanna ao entrega-lá o prêmio Michael Jackson Vanguard por sua história no mundo do videoclipe e música


Você sabia? 29 de agosto é o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica

Loading

O Muza está sempre atento à história LGBT. Assim, o dia de hoje, 29 de agosto, não passaria despercebido. Hoje, é celebrado em todo o Brasil como o “Dia Nacional da Visibilidade Lésbica”. "Mas por quê?" A gente te explica! ;)

Em 29 de agosto de 1996, foi realizado o I Seminário Nacional de Lésbicas (SENALE) onde, pela primeira vez, no Brasil, reuniram-se mais de cem mulheres lésbicas para discutir e rever os seus direitos e conceitos. Esta foi a razão que motivou a escolha data de 29 de agosto como a alusão a este encontro, que possibilitou mais visibilidade às questões ligadas as mulheres lésbicas.

Mas em agosto, não é só o dia 29 que é lembrado pelo movimento lésbico nacional. Em 1983, no dia 19 de agosto, as lésbicas que frequentavam o Ferro’s Bar, em São Paulo, revoltaram-se contra a discriminação que as ativistas do Grupo de Ação Lésbico-Feminista (GALF) sofriam no local. A ocupação do bar é considerada por muitos como “Stonewall brasileiro”. Por esse motivo, algumas pessoas também celebram o dia 19 de agosto.

EM TEMPO: vocês já podem ter visto no Facebook que algumas pessoas estão mudando sua foto no perfil, inclusive o Muza alterou em sua fanpage (como mostra a imagem ao lado), com um triangulo rosa e os símbolos femininos em apoio a data de hoje. Clique aqui para alterar a sua do Facebook ou twitter ;)







por  Valmique

sábado, 27 de agosto de 2016

Veja o trailer e saiba mais sobre o filme da drag queen Bianca Del Rio

Loading




Na vibe RuPauls Drag Race, após o início da temporada AllStars 2, foi anunciado and divulgado que Bianca Del Rey  (personagem do ator Roy Haylock), a drag queen que venceu a sexta temporada do programa, irá lançar e protagonizar um filme. Isso mesmo!

Trata-se de “Hurricane Bianca” (Furacão Bianca), que conta a história de um professor de Nova York que é demitido de uma pequena escola no Texas por ser gay, que retorna ao colégio e acidade como a drag queen Bianca Del Rio para vingança.

No filme também participam o próprio RuPaul e as “ex-RuPauls Drag Race”: Willam Belli, Shangela e Alyssa Edwards. A direção é de Matt Kugelman.O lançamento será no dia 20 de setembro, em São Francisco. Já foi anunciando que o filme também será lançado em DVD.



Começou! Estreou a temporada de RuPauls Drag Race All Stars 2

Loading


Finalmente! Estreou essa semana a aguardada nova temporada de RuPauls Drag Race, mas não qualquer temporada, mas a aguardada All Stars 2! Isso mesmo!

Foram 90 minutos a duração do programa de estreia que reuniu 10 queens que não ganharam o programa  e agora tem uma nova chance de receberem o título.

Nesta edição estão participando: Adore Delano, Alaska, Alyssa Edwards, Coco Montrese, Detox, Ginger Minj, Katya, Phi Phi O’Hara, Roxxxy Andrews, e Tatianna . Os jurados, além de mama RuPaul, teremos Michelle Visage, Carson Kressley e Todrick Hall. Aguardemos!

Nada de Spoiler por aqui, mas abaixo você pode ver os 12 minutos iniciais do programa.

EM TEMPO: O Muza já entrevistou, com excluZividade, duas queens que voltaram à competição, Coco Montrese e Katya. Uma delas disse que "eu não sei se eu queria passar por tudo aquilo de novo". Clique aqui para ler a entrevista com Coco e aqui para ler a entrevista com Katya

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

Neste sábado acontece “Saiaço em BH”: protesto a favor da livre expressão de gênero

Loading

Neste sábado, 27 de agosto, amanhã, acontecerá um Saiaço em BH ou o protesto #SaiaPraRua no qual artistas, jornalistas e militantes se reunirão em campanha a favor da liberdade de gênero tendo como local a Praça da Liberdade. 

Abaixo, você pode ler a ideia que motiva esta manifestação.  Antes, conheça o tema musical que será cantado no momento, de autoria de Carlos Linhares, como “um bloco pra cantarmos juntos a liberdade”: ♫ ♪ Se você não quer ver homem de saia, saia, saia, saia, saia , saia da rua... ♪ ♫


Um jovem foi violentamente constrangido e teve sua integridade física ameaçada no centro de Belo Horizonte na sexta-feira, 29 de julho de 2016. Lázaro dos Anjos, de 23 anos, caminhava com um amigo transexual pela Rua da Bahia, por volta das 14h, quando parou para conversar na esquina com a Avenida Augusto de Lima e começou a ouvir insultos de toda natureza e ameaças de morte. O garoto chegou a ser segurado pela manga da camisa pelo agressor e foi socorrido por seu amigo que, por sorte, evitou o pior.

Essa história, que infelizmente é só uma entre as muitas que têm sido habitualmente estampadas nos jornais, telejornais e timelines, mobilizou artistas, militantes e jornalistas que criaram a campanha #SaiaPraRua com o objetivo de se posicionarem e marcarem lugar em favor da liberdade de expressão de gênero. O movimento surgiu a partir da música “Saiaço”, composta pelo músico, poeta e articulador cultural, Carlos Linhares, do Grupo Nem Secos. A gravação da música reuniu várias pessoas, dentre elas o próprio Lázaro, em torno de um “saiaço” marcado para o próximo domingo, dia 27 de agosto, às 15h na Praça da Liberdade. 

A ideia é utilizar o nome emblemático de uma das principais praças da cidade - que tem sido palco de encontro de manifestações conservadoras - a favor da campanha pela livre expressão de gênero. Sair das zonas de conforto do baixo centro onde as mobilizações progressistas tem se concentrado para ocupar o território que agora supostamente pertence a núcleos mais reacionários de BH. No dia será realizado o bloco-performance #SaiaPraRua onde todas as pessoas participantes estarão vestidas de saias e cantarão juntos o tema da movida. Artistas visuais farão a documentação do ato em registros fotográficos e videográficos para que sejam trabalhados em exposições diversas na sequência.

O bloco-performance não tem nenhuma orientação de gênero: a intenção é que o maior número possível de pessoas participem, a convocatória vai para mulheres e homens trans, cis ou gêneros fluidos. A única questão proposta é o uso da saia pra compor o figurino do dia. 

Em tempos de batalha pelo simbólico, atos que marcam a posição, o tamanho e a relevância de cada recorte social são muito mais que importantes, se tornam necessários. Vista sua saia e #SaiaPraRua pra cantar, dançar, performatizar e publicar ao mundo a alegria e o privilégio que habita a liberdade.

Serviço
Saiaço em Belo Horizonte - Protesto a favor da livre expressão de gênero
Data: 27 de agosto (sábado)
Hora´rio: 15h
Concentração: Praça da Liberdade

Sábado acontece a XII Caminhada das Lésbicas e Bissexuais da Grande BH

Loading


Neste sábado, 27 de agosto, amanhã, acontece a XII Caminhada das Lésbicas e Bissexuais da Grande BH. A manifestação é em razão ao Dia da Visibilidade Lésbica celebrado na data de 29 de agosto.  O Trajeto da Caminhada será Praça 7, centro de BH, a partir das 10h, com destino à P.raça Raul Soares

Abaixo, o convite oficial:

“Nós somos um grupo de mulheres lésbicas e bissexuais feministas, de esquerda, que nos reunimos semanalmente de maneira horizontal para a construção de atividades que buscam aproximar as lésbicas e mulheres bissexuais da Grande BH. 

O dia da visibilidade lésbica é 29 de agosto. Realizaremos no sábado, dia 27, a XII Caminhada Lésbica e Bissexual da Grande Belo Horizonte! Em uma só voz vamos gritar que existimos, resistimos e exigimos nossos direitos! 

Somos ignoradas pelo Estado, que não faz políticas públicas para lésbicas e mulheres bissexuais.

Somos rejeitadas pelo mercado de trabalho que nos empurra a subempregos. 

Somos apagadas na Academia, que para mulheres lésbicas e bissexuais muitas vezes é um ambiente hostil.

O movimento LGBT nos invisibiliza, ignora nossas especificidades e sempre tenta fazer de nós massa de manobra.

Não existimos para a mídia, a não ser para usar nossa sexuliadade como fetiche masculino. 

E a cada dia que passa mais mulheres lésbicas e bissexuais são agredidas, violentadas e mortas. Massacradas por uma sociedade que não nos reconhece como pessoas.

Mas estaremos juntas, gritando que LÉSBICAS RESISTEM, NENHUMA DE NÓS A MENOS! E nenhuma mulher lésbica será esquecida! Na nossa caminhada estarão presentes todas as mulheres que dedicam seu afeto e seu amor a outras mulheres, todas que se afirmam lésbicas, resistem à feminilidade e pagam um preço alto por isso todo os dias. 

Venha você também fazer parte dessa luta, que também é sua! 

Serviço
XII Caminhada das Lésbicas e Bissexuais da Grande BH
Data: 27 de agosto (sábado)
Horário: 10h
Concentração: Praça 7
Trajeto: Praça 7 - Afonso Pena sentido rodoviária - Rua dos Caetés até Amazonas nas Palmeiras - subir Amazonas seguindo até a Praça Raul Soares.

quinta-feira, 25 de agosto de 2016

Filme sobre Janis Joplin está em sua última semana de exibição em BH

Loading

O Muza já viu e recomenda. Mas se você ainda não viu... essa é a última semana do filme-documentário “Janis – Little Girl Blue” sobre a cantora Janis Joplin, que está em cartaz em apenas um horário (18h30) no Cine 104 ou espaço Cento e Quatro, em Belo Horizonte. 

Sinopse 

Ela criou um lugar para as mulheres no mundo do rock. Ela foi a pioneira. Seu nome: Janis Joplin. A garota branca com uma voz feroz, com soul, que invadiu a cena musical dominado pelos homens. Nascida em uma pequena cidade do Texas, Janis, que morreu em 1970, aos 27 anos, ganha agora um documentário que revela a história de um ícone, uma mulher em uma América ultra-conservadora, lutando contra seus demônios interiores e vícios, e que em apenas poucos anos de carreira marcou para sempre a história do rock and roll.

Sobre o filme

Dirigido pela americana Amy J. Berg, indicada ao Oscar de Melhor Documentário em 2007 por Deliver Us from Evil, o filme demorou sete anos para ser concluído e foi produzido por Alex Gibney (vencedor do Oscar por Taxi to the Dark Side) e tem narração de Chan Marshall (mais conhecida como Cat Power).

Janis: Little Girl Blue traz imagens de arquivo inéditas, correspondências pessoais de Janis para a família e amigos, entrevistas com a cantora e com seus contemporâneos (ex-companheiros da Big Brother and the Holding Company, músicos, namorados, amigos e familiares), além da sua passagem pelo Brasil. O filme traz também suas extraordinárias performances ao vivo de clássicos como “Piece of My Heart”, “Cry Baby”, e “Me and Bobby McGee”. O último álbum de Joplin, “Pearl”, lançado postumamente em 1971, completa 45 anos este ano.

Serviço
Filme – “Janis – Little Girl Blue”
Datas em cartaz: 25 a 31 de Agosto de 2016, exceto dia 29 (segunda-feira)
Horário: 18h30
Entrada R$ 12 / R$ 6 (meia entrada)
Local: Cine 104/Espaço Cento e Quatro (Praça Ruy Barbosa, 104, centro)


Roda de conversa sobre Ideologia de Gênero acontece nesta sexta

Loading

Nesta sexta-feira, 26 de agosto, o Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH) da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) ou apenas NUH/UFMG, convida todos e todas para uma roda de conversa sobre "Ideologia de Gênero" tendo como convidados Shirley Miranda (FAE) e Rogério Diniz Junqueira (INEP).

Abaixo, convite oficial com mais informações:

"Os defensores dessa cruzada neofundamentalista tem expressado posições doutrinárias, em nome de princípios aparentemente democráticos e justos, que incentivam a intolerância e a discriminação aos que não se adequam às normas heterossexistas. Que impactos essas proposições trazem para o ambiente escolar? Como esses vieses reiteram e ampliam as assimetrias escolares? Como enfrentar essas proposições?

Pensando essas questões, convidamos a professora Shirley Miranda (FAE) e o pesquisador Rogério Junqueira (INEP) para debater e nos ajudar a refletir criticamente sobre o cenário atual das políticas de educação”.

Serviço
Roda de conversa sobre "Ideologia de gênero"
Sexta-Feira (26/08) 
Horário:19h
Local: Faculdade de Educação da UFMG (FAE) - Av. Antônio Carlos, 6627 - Pampulha
Auditório Luiz Pompéu 

Nesta sexta acontece Sarau da Visibilidade para lésbicas e mulheres bissexuais de BH e região

Loading

Nesta sexta-feira, 26 de agosto,  acontece em BH Sarau da Visibilidade para lésbicas e mulheres bissexuais de BH e região. O dia-evento é uma das atrações do mês de visibilidade lésbica – em razão a data de 29 de agosto que é comemorado como o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica - em BH que culmina na XII Caminhada das Lésbicas e Bissexuais da Grande BH, no próximo sábado, dia 27 de agosto.  

Abaixo, o convite oficial do evento. Programe-se e participe!

“Isso mesmo, sapatão, violões, poesias tudo junto num point tradicionalmente ocupado por SAPATÃO que é a praça Raul Soares!
Ta afim de colar? SÓ CHEGAR
Ta afim de tocar? SÓ CHEGAR
Ta afim de ler uma poesia? SÓ CHEGAR
Ta afim de conhecer gatinhas? SÓ CHEGAR
Ta afim de participar de uma roda de conversa super feminista e lésbica? SÓ CHEGAR
E a pergunta q todas sapatãos tão se fazendo...
VAI TER CERVEJA????
E eu te respondo, melhor ainda, VAI TER ISOPORZINHOOO
Isso mesmo! Você sapatão amiga pode levar seu mega latão de 2,99 + sua caixinha de isopor q vai ser sucesso no nosso sarau!
TA INTERESSADA NEEEE SAPATÃO???
SÓ CHEGAAAR”

Serviço
Sarau da Visibilidade  - 
Data: 26 de agosto (sexta-feira)
Horário: 18h
Local: Praça Raul Soares

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Espetáculo "Cancioneiro Queer" está em cartaz nesta quinta e sexta

Loading


Nesta quinta e sexta-feira, 25 e 26 de agosto, está em cartaz, em BH, o espetáculo Cancioneiro Queer do artista Marcelo Kuna, no qual ele irá apresentar canções LGBT desde cabarés alemães à contemporaneidade em um concerto cênico em formato de cabaré, a apresentação envolve dança, teatro musical e ópera. 


Sobre o espetáculo 

Canções de repertório erudito-popular que atravessam a Ópera, Teatro Musical Brasileiro, além de canções da Broadway e Off Broadway são encenadas em formato inédito na cidade de Belo Horizonte. O repertório eclético aborda, por exemplo, canções do compositor russo radicado na Inglaterra Mischa Spoliansky, que criou composições consideradas como os primeiros hinos LGBT dos quais se tem conhecimento.

Integram ainda, o repertório, uma canção do compositor alemão radicado nos Estados Unidos Kurt Weill, pouquíssimo apresentada no Brasil. Weill, que compôs famosas peças musicais com o dramaturgo Bertolt Brecht, foi um dos primeiros compositores contemporâneos a abordar temática amorosa lésbica, como o faz na canção “Je ne t’aime pas”, da peça musical Marie Galante (1934).

Além dessas, “Non Monsieur Mon Mari” da ópera Les Mamelles de Tirésias, dos franceses Francis Poulenc e Jean Cocteau, também raramente executada no Brasil, será apresentada como parte do concerto. Com uma abordagem relativamente abrangente das experiências que, muitas vezes, ficam apenas ilustradas na “sopa de letrinhas” LGBT, Cancioneiro Queer circula por enredos amorosos e de descoberta homossexual, lésbica e transgênero.

Sobre Marcelo Kuna

Artista do corpo e cantor graduado em Comunicação das Artes do Corpo (PUC-SP). Foi agraciado com o Prêmio Jovem Músico BDMG, em 2010. Já participou de workshops no Graduate Musical Theatre Writing Program (Tisch-NYU), no Stella Adler Studio of Acting (Nova Iorque), na Royal Academy of Dramatic Art (RADA, Londres), com a V.O.I.C.Experience Foundation (Sherrill Milnes), com a DanceAbility International (Alito Alessi), e com o Núcleo Dança Aberta (São Paulo). Seus trabalhos em artes do corpo já foram apresentados no Centro Cultural São Paulo, no SESC Campinas, na São Carlos Videodance Festival e nos Estados Unidos. 

Ficha técnica  

Concepção: Marcelo Kuna
Arranjos: Fausto Borém, Fred Natalino
Versões em português: Marcelo Kuna
Iluminação: Tainá Rosa

Cantores: Marcelo Kuna, Sérgio Anders, Raissa Brant
Artistas convidados: Leonardo Mendonza, Clara Borém
Piano: Fred Natalino 
Contrabaixo: Fausto Borém 
Guitarra, Violão: Luísa Martins
Bateria: Matheus Rodrigues

Serviço
Espetáculo Cancioneiro Queer
Datas: 25 e 26/8 (quinta e sexta-feira)
Horário: 20h
Local: Sala Juvenal Dias do Palácio das Artes
Ingressos: 20 reais/ 10 meia. Clique aqui para comprar.

Sábado estreia novo espetáculo da drag queen e cantora Dolly Piercing

Loading

A drag queen e cantora Dolly Piercing, queridíssima por nós aqui do Muza, estreia no próximo sábado,27 de agosto, seu novo espetáculo: Dollycias. Sente a vibe do convite oficial:

“Dolly Piercing mais uma vez sendo maravilhosa. No show solo Dollycias, a primeira drag cantora de Belo Horizonte inova trazendo uma mistura irreverente de repertório que vai do disco psicodélico, passa pelo pop e termina no rock. Venha se dollyciar conosco!”

Serviço
Dollycias com Dolly Piercing
Data: 27 de agosto (sábado)
Horário: 20h
Local: Suricato (Rua Souza Bastos, 175 - Bairro Floresta)
Valor: R$ 11,00

Veja animação com a Inês Brasil como heroína na luta contra a homofobia

Loading

MARAVILHO!  Já podemos  ver o primeiro episódio de uma animação na qual o ícone Inês Brasil é transformada em uma heroína na lutra contra a homofobia/LGBTfobia: 

“Inês após se transformar na líder das Make Lovers, um grupo de super heroínas que com seus poderes lacradores, protegem a comunidade LGBT e todos os oprimidos do preconceito, discriminação e ódio!”

Trata-se de “uma produção amadora, mas feita com carinho”  fruto da colaboração do Diogo Bellau do Diogo Paródias, que faz a voz da Inês e ajudou em ajustes sonoros.  Na página oficial, Diogo agradece a ajuda de seus amigos Raul Souza e Yan Maciel. 

Ansiosos já para o segundo episódio!


Debate sobre Homonormatividade e Homonacionalismo acontece nesta quinta

Loading

Nesta quinta-feira, 25 de agosto, acontece mais uma edição do Ciclo de Debates promovido pelo Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH) da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) ou apenas NUH/UFMG. 

Desta vez o tema é “Homonormatividade e Homonacionalismo” em interface com as políticas sexuais, geográficas e neoliberais. Para falar sobre estará presente o pesquisador Rogério Junqueira (INEP).

“É preciso questionar se ações ou políticas de promoção da “cidadania LBGTI” representam, de fato, vetores de desestabilização do heterossexismo, das normas de gênero ou da heteronormatividade. 

Políticas sexuais homonormativas parecem ensejar um reconhecimento da “diversidade sexual” dentro dos limites um processo de inserção assimiladora na ordem social e sexual neoliberal. Seguindo essa lógica, configurações da sexualidade, gênero, raça, etnia, nação, classe e corpo podem ser realinhadas conforme prerrogativas geopolíticas e econômicas e passar a colaborar na legitimação da expansão do poder do Estado nas áreas de segurança, política de imigração, contraterrorismo etc. 

Temos aí o homonacionalismo, que preconiza a adesão a valores nacionalistas, implica o acionamento das ideias de progresso, modernidade, pátria, nação, família, religião e exige o engajamento na luta ao terrorismo, ao islamismo e a outros “inimigos das liberdades democráticas”.

Serviço
Data: 25 de agosto (quinta-feira)
Horário: 19h
Local: Auditório Bicalho, Fafich – UFMG 
Valor: gratuito 

Nesta quinta, haverá apresentação única do espetáculo "A morte de DJ em Paris"

Loading

Somente nesta quinta-feira, 25 de agosto, estará em cartaz o espetáculo teatral “A morte de DJ  em Paris”. Produção da Companhia de Teatro Adulto com texto de Roberto Drummond, direção de Walmir José e atuação de Luiz Arthur. Esta apresentação única terá bilheteria total revertida para a estreia de “Coisas Boas Acontecem De Repente” solo da atriz e diretora Cynthia Paulino, que é esposa de Luiz Arthur..

O monólogo, vencedor de seis prêmios nacionais, mostra, a partir dos depoimentos de várias personagens, a trajetória de D.J., um professor de francês que, depois de anos de passividade e anulação, oscila entre a realidade e a fantasia, ao criar no sótão do sobrado onde morava uma Paris imaginária. O texto, narrado em clima de delírio, é uma bela declaração de amor ao país e mostra, através de cartas e depoimentos tidos como subversivos, um retrato poético de um Brasil que viveu censuras e punições à época da ditadura militar.

“Continuo com o ‘DJ’ no bolso há 16 anos e é realmente especial fazê-lo para apoiar a estreia do solo dela, que, aliás, vai dar o que falar”, declara Luiz Arthur, casado Cynthia Paulino há quase 25 anos. “São bodas de prata na vida e na arte porque estamos realmente juntos o tempo todo”.

Serviço
Teatro – A morte de DJ em Paris
Data: 25 de agosto (quinta-feira)
Horário: 20h30
Local: Espaço Aberto Pierrot Lunar (rua Ipiranga, 137)

Começa hoje debate sobre Visibilidade Trans do BDMG Pró-Equidade

Loading



Começa nesta quarta-feira, 24 de agosto, e acontece também nos dias 30 e 31 deste mês o evento-debate “Visibilidade Trans” do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG).

Ao aderir ao programa federal de Pró-Equidade de Gênero e Raça, o BDMG criou o BDMG Pró-Equidade. O programa tem atuação em quatro eixos básicos nas relações de trabalho: transexualidade, raça, pessoas com deficiência e o gênero feminino.

Além das ações de foco interno, o programa promove o ciclo “Desenvolvimento com Inclusão Debate”, que pretende promover diálogos com a comunidade de uma perspectiva político-cultural. O ciclo tem início com o módulo VISIBILIDADE TRANS.

Programação:

24/8, às 18h30 — Uma Flor de Dama | Espetáculo teatral
Peça estrelada por Silvero Pereira, que deu origem ao projeto BR Trans. Após a sessão haverá um bate-papo com o ator.

30/8, às 18h30 — Mesa de Debate | Saúde, Identidade e Violência
Anyky Lima, Paulo Bevilacqua, Raul Capistrano, Sissy Kelly e Sofia Favero.
Mediação: Vanessa Sander - Unicamp

31/8, às 18h30 — Mesa de Debate | Mercado de Trabalho e Acesso à Educação
Daniela Andrade, João W Nery, Maria Clara Araújo e Sayonara Nogueira.
Mediação: Rafaela Vasconcelos – UFMG

Serviço
BDMG Pró-Equidade – módulo Visibilidade Trans
Data: 24, 30 e 31 de agosto
Horário: sempre às 18h30
Local: auditório do BDMG (rua Bernardo Guimarães, 1600 – Lourdes – BH)
Valor: entrada gratuita. Espaço Sujeito a lotação.