quinta-feira, 7 de abril de 2016

Saiba o que aconteceu no episódio 5 do RuPauls Drag Race

Loading

"RUCAP" - RUPAUL'S DRAG RACE S08EP05

Antes de começar a falar sobre o episódio especificamente, gostaria de fazer algumas considerações sobre o formato do programa. RuPaul's Drag Race, assim como boa parte dos realities de talento, está focado nas performances e na atuação das queens em cada episódio. Ou seja, a participante não é avaliada pela sua participação no programa como um todo, mas sim naquele episódio específico. Isso faz com que drag queens super talentosas e muitas vezes favoritas para integrarem o top 3 acabem sendo eliminadas precocemente devido a um deslize na competição. E foi isso o que aconteceu no último episódio. A eliminação chocou muita gente, várias pessoas acreditam que a eliminada foi injustiçada, entretanto, pelo formato do programa, acredito que tenha sido uma eliminação de certa forma justa (e é bem difícil admitir isso). Então, acredito que seja hora da gente aceitar o que aconteceu. 




Pois bem, diante dessas considerações vamos ao episódio. Nesta semana, foi ao ar o desafio mais aguardado e amado das temporadas: o Snatch Game! Na última temporada, assistimos ao Snatch Game mais imprevisível da história do programa, quando Kennedy Davenport interpretou Little Richard e dividiu a vitória com a Adele de Ginger Minj. Nesta temporada, também houveram surpresas. Thorgy Thor interpretou maravilhosamente bem o Michael Jackson; Kim Chi fez uma versão hilária de Kim Jong-un (líder da Coreia do Norte); Chi Chi DeVayne se saiu muito bem como Eartha Kitt; Robbie Turner interpretou Diana Vreeland; Naomi Smalls não foi muito bem como Tiffany "New York" Pollard, Acid Betty fez uma versão bem sem graça de Nancy Grace e Darrick Barry, é claro, fez o que sabe fazer de melhor: Britney Spears. Bob The Drag Queen, por sua vez, roubou a cena e surpreendeu todo mundo ao interpretar dois personagens (o que nunca havia acontecido antes): Uzo Aduba e Carol Channing.



Na runway, o tema foi "A noite das 100 Madonnas" em que as drags tiveram que recriar looks icônicos usados por Madonna durante sua carreira. O desafio, entretanto, foi mais decepcionante que Max interpretando Sharon Needles na temporada passada. O público teve que esperar oito anos para que o programa homenageasse a Madonna para que, dentre os oitos looks apresentados, quatro serem iguais (Thorgy, Kim Chi, Naomi e Derrick usaram o quimono vermelho de "Nothing Really Matters").  Na passarela, só Chi Chi, usando o icônico look do sutiã, salvou. Não teve nada de Papa Don't Preach, nada de Like a Virgin, nada de Hug Up. Ou seja, foi um tanto quanto decepcionante para os fãs da Madonna assistir a esse episódio. 



Passada a decepção do desfile, veio a decepção número dois do episódio: a eliminação. Porém, como já falei no início, apesar de ter sido inesperada e triste, foi justa devido ao formato do programa. Agora sete drag queens continuam na disputa. Essa temporada pelo visto será menor que as outras, então já estamos caminhando para a reta final do programa, o que é uma pena, depois de tanta espera por essa temporada. Até semana que vem! 

por Mariana Alencar (colunista convidada especial) Jornalista, feminista e fã drag queens.