terça-feira, 23 de fevereiro de 2016

Brasil: pornografia trans é mais procurada no país que mais mata transexuais

Loading

Uma pesquisa divulgada, recentemente, pelo RedTube, um dos mais populares sites de vídeos pornográficos do mundo mostrou que o Brasil só perde para os Estados Unidos em número de acesso, sendo que os brasileiros correspondem aos consumidores com acesso mais duradouro do mundo. A pesquisa também mostrou que os termos mais buscados pelos homens são, na ordem, filmes de sexo entre lésbicas, sexo anal, teen, maduras e transexuais.

De acordo com RedTube, o interesse na pornografia envolvendo transexuais - o quarto item mais popular no país - é 89% maior que a média mundial. Em contrapartida, o Brasil é o país que mais mata travesti e transexuais no mundo. De acordo com a ONG Transgender Europe, entre 2008 e 2014 foram registradas 604 mortes no país. Sem contar que, no Brasil, os transexuais e travestis possuem a menor expectativa de vida: 35 anos.