terça-feira, 8 de setembro de 2015

Conheça o projeto Igualdade na Veia que busca acabar com a restrição para doação de sangue por gays no Brasil

Loading


Se você ainda não sabe, um gay não pode doar sangue no Brasil. Como assim? Absurdo? Isso mesmo! Apenas 1,9% dos brasileiros doa sangue regularmente. Mas esse número poderia ser muito maior se uma parte da população, que já passa dos 6 milhões, não enfrentasse tantas barreiras para doar: os homossexuais.

A Anvisa determina que qualquer homem que tenha tido relações sexuais com outro, nos últimos 12 meses, deve ser impedido de doar sangue, mesmo que ele tenha um parceiro fixo e faça uso de preservativo.

As informações acima são do Grupo Dignidade, uma ONG do estado do Paraná na área de promoção da cidadania LGBT e que existe desde 1992.  A Grupo Diversidade para reverter essa situação refernte a doação de sangue por gays no Brasl está lançando a campanha “Igualdade Na Veia”, com direito a uma petição online que você pode assinar clicando aqui

Por isso, o projeto Igualdade na Veia busca a regularização da doação de sangue pelos homossexuais, uma vez que a orientação sexual não deve ser parâmetro para isso. Já que, como explica:

“todo sangue recebido no país é testado para averiguar qualquer tipo de contaminação. Se existe risco, ele existe para todas as amostras. Buscamos direitos iguais para fazer o bem e para que cada vez mais vidas possam ser salvas”.