segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Argentina acabou com restrição de doação de sangue por pessoas homossexuais ou bissexuais

Loading

Há poucos dias o Muza levou ao conhecimento de vocês o projeto Igualdade na Veia, que busca acabar com a restrição para doação de sangue por gays no Brasil. Acontece simplesmente que dias depois, nossos hermanos argentinos mostram que continuam à nossa frente na cidadania LGBT:

Na Argentina, agora, os homossexuais e bissexuais podem doar sangue sem qualquer tipo de restrição devido à sua orientação sexual. 

O Ministério Argentino declarou sobre a mudança: "A fim de avançar no sentido de um Sistema Nacional de Sangue seguro, solidário e inclusivo", o ministério da Saúde da Argentina apresentou os novos requisitos que colocam "um fim a uma longa história de discriminação institucional contra a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros)". 

Agora, Argentina se une a países latinos como México, Cuba, Peru, Nicarágua e Chile que não restringirem a doação de sangue de pessoas que se identificam como homossexual ou bissexual. 

No Brasil, se você não sabe ou lembra, homens que tiveram relações sexuais com outros homens nos últimos 12 meses não podem doar sangue. Infelizmente, a ignorância e preconceito não é exclusividade brasileira, outros países latinos como Salvador, Costa Rica e  Venezuela também restringem a doação de sangue de homossexuais ou bissexuais.

 por Valmique