quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Pioneira em Minas: revista de BH traz modelo transexual na capa

Loading

Setembro está acabando, mas o Muza não poderia de destacar o pioneirismo da revista Exclusive. Na edição desse mês, na capa da revista está a modelo transexual Ariel Moura, de apenas 18 anos. Assim, a revista Exclusive se torna a primeira de Belo Horizonte ou mesmo publicação editorial mineira a trazer uma transexual na capa. Parabéns!

Ariel é uma das personagens da matéria sobre “o politicamente correto na web”. Além de Ariel, também estão na matéria opinando sobre o assunto o humorista Eraldo Fontiny, famoso pela personagem Lili, e o editor-chefe aqui do Muza, o jornalista Valmique Júnior. 

Na pauta, eles discutem também o recente movimento “arco-íris” no Facebook, quando após a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo nos Estados Unidos diversas pessoas colocaram um efeito arco-íris em suas fotos de perfis na rede social. Real apoio? Oportunismo? 

“No início, eu mesma ifquei chocada.  Confesso que me espantei com tamanha aceitação. Porém, isso provou que as pessoas estão abrindo mais as suas mentes, decobrindo, aceitando e, acima de tudo, respeitando as diferenças” – Ariel Moura

“Hoje você coloca a bandeira do arco-íris, amahã, põe um filtro verde em favor do meio ambiente. Ma e depois? O que você fez ou apoiou? Será que contribuiu ou está só indo ´na onda´?... espero que as pessoas comecem a refletir sobre isso. Mais do que refletir, é começar a pensar sobre a questão e, depois, agir” – Valmique Júnior

Apesar da edição de setembro, ainda é possível comprá-la nos supermercados Verdemar e Supernossso, deste mês até os primeiros dias de outro e também no aplicativo da revista. 


Começa hoje em BH, na UFMG, o evento “I Bota a Cara no Sol: (In)visibilidade das Diversidades Sexuais e de Gêneros”

Loading

Começa hoje em BH, na UFMG, o “I Bota a Cara no Sol: (In)visibilidade das Diversidades Sexuais e de Gêneros”, iniciativa do Coletivo Arara, evento parte acadêmico-militante e parte lúdico que tem como objetivo o emponderamento das pessoas LGBT dentro da UFMG. O evento segue até o dia 2 de outubro. 

O “I Bota a Cara no Sol” terá como convidadas Tatiana Lionço (Pesquisadora e docente da Universidade de Brasília – UnB) e Sofia Favero (Estudante de psicologia e administradora da página Travesti Reflexiva).

Um dos destaques do evento é o "O Beijato”, que acontecerá logo mais às 11h, na Reitoria da UFMG, considerado pela organização como um ato de resistência: 

“A afetividade LGBT ainda hoje gera incômodo. Por quê? Por que ainda somos censurados ao demonstrar afeto no espaço público?" Lea M. Pinho Convidamos todas e todos a abrir o evento e se beijar com muito amor e carinho! Será o momento de abertura do ¨1º Bota a Cara no Sol¨ e resolvemos reviver essa tradição do movimento LGBT de enfrentamento ao conservadorismo. A Charanga Feminista vai estar conosco para gritarmos umas palavras de ordem e não deixar barato. Logo depois "As Bacurinhas" vão agitar com sua perfomance! Vem todo mundo e vamos nos divertir!!!”


Programação completa [passível de pequenas mudanças:]

CREDENCIAMENTO / INSCRIÇÕES todos os dias das 9:00-11:00, sendo que na Quarta(30/09) faremos credenciamento das 14:00-17:00 também. Ocorrerá no Hall do primeiro piso da FAFICH.

Dia 30 de Setembro
11:00 - Beijato com Charanga Feminista na Reitoria
11:30 - Performance com As Bacurinhas
13:30 - Abertura Exposição: Gênero Defenestrado por Iuri Kincota
15:00 - Roda de conversa: Bissexualidades [Arena em frente ao ECI]
17:00 - Abertura Oficial com leitura de manifesto e apresentação do Coletivo Arara. [Auditório 2003 da Faculdade de Letras]
17:30 - Mesa I: Estatuto da Família, um retrocesso nos direitos com Juliana Lobato (Instituto Brasileiro de Direito de Famílias e Presidenta da Comissão de Direito das Famílias da OAB/MG), Thiago Coacci (UFMG) e Marlise Matos (UFMG) [Auditório 2003 na Faculdade de Letras]
19:30 - Mesa II: Parentalidade e Maternidade LGBT com Rosângela Anselmo do GPH (Grupo de Pais de Homossexuais), mãe de Lucas Anselmo e Wilson de Moraes Sobrinho, pai de Lenon Luz. [Auditório 2003 na Faculdade de Letras]

Dia 1 de outubro
09:00 - Ato: Faça um favor aos homossexuais, seja mais afeminada! no ICEX - UFMG
11:30 - Mesa III: Normalização da diversidade sexual e de gênero.
Com: Tatiana Lionço (UnB), Lorena Oliveira (UFMG) e Thiago Coacci (UFMG) [Auditório 2001 na Faculdade de Letras]
14:00 - Oficina de Siririca com o coletivo Pêlas [CAD II]
15:00 - Roda de Conversa: Negritude e Sexualidade [Gramado da Música, próximo aos pneus]
17:30 - Oficina Educação, gênero e sexualidade promovida pelo Diversa UFMG [CAD II]
19:00 - Oficina de Drag King com Tatiana Lionço (UnB) simultaneamente a oficina de Drag Queen [CAD II]
- Para as oficinas de Drag Queen e King é interessante levar roupas/calçados para trocar e maquiagens.

Dia 2 de outubro
11:30 - Roda de Conversa Trans [Picadeiro Praça de Serviços]
15:00 - Mesa IV: Bota a Cara na universidade com Sofia Favero (Travesti Reflexiva), Gisella Lima (Instituto Pauline Reichtsul) e Raul Capistrano (IBRAT). [Arena da FAFICH]
17:30 - Roda de conversa sobre Mídia e Cultura LGBT [CAD II]
17:30 - Oficina: Saúde LGBT - Gustavo Melo (UFMG) [CAD II]
19:00 - Oficina sobre saúde da mulher Lésbica e Bi, com o coletivo de Mulheres Alzira Reis (UFMG). [CAD II]


ATENÇÃO Credenciamento e inscrições serão feitos durante o evento e será cobrado R$ 5 para emissão de certificado. 
- O credenciamento e as inscrições para oficinas podem ser feitos por terceiras/os no nome da/o participante.
- O credenciamento só precisa ser feito UMA vez(mesmo se você for participar de mesas/rodas em mais de um dia) e só por quem deseja receber o certificado.
- Para participar das oficinas é necessário fazer inscrição.
- AS SALAS DO CAD II ONDE OCORRERÃO AS OFICINAS ESTARÃO INDICADAS NA ENTRADA DO PRÉDIO.

- O credenciamento e as inscrições para oficinas podem ser feitos por terceiras/os no nome da/o participante.
- Estamos esquematizando credenciamentos antes de algumas mesas, mas, a princípio, mantêm-se os horários/dias previstos na programação.
- O credenciamento só precisa ser feito UMA vez(mesmo se você for participar de mesas/rodas em mais de um dia) e só por quem deseja receber o certificado.
- Para participar das oficinas é necessário fazer inscrição.
- Para as oficinas de Drag Queen e King é interessante levar roupas/calçados para trocar se desejarem.
- AS SALAS DO CAD II ONDE OCORRERÃO AS OFICINAS ESTARÃO INDICADAS NA ENTRADA DO PRÉDIO.


terça-feira, 29 de setembro de 2015

Personagem de Os Simpsons, Waylon Smithers, irá declarar que é gay

Loading

Após 26 anos no ar, Os Simpsons irá tratar a homossexualidade de um de seus personagens. Mais especificamente, irá sair do armário o  Waylon Smithers, que é secretário-assistente do malvado Mr. Burns. Aliás, quem acompanha a série sabe que Smithers já demonstrou ter uma queda pelo chefe. O out de Waylon irá acontecer em dois episódios, como declarou o produtor executivo da série:

“Em Springfield agora, a maioria das pessoas sabe que ele é gay, mas é óbvio que Burns não.. Nós vamos trabalhar a questão em dois episódios... Na verdade teremos muito sobre Smithers esse ano, ele está incomodado com o fato de Burns não valorizá-lo e começa a considerar outras opções (de trabalho)”

A 27ª temporada de Os Simpsons já está sendo exibida nos Estados Unidos. No Brasil, ela é transmitida pela FOX. 



segunda-feira, 28 de setembro de 2015

Entrevista excluZiva com Latrice Royale: “até mulheres héteros querem ser drag agora”

Loading


No início de setembro, Belo Horizonte recebeu a visita de mais uma queen do badalado programa Ru Paul´s Drag Race. Mas desta vez não foi qualquer uma, mas sim uma das mais queridas de todas as 7 temporadas do programa: Latrice Royale, que foi a atração principal de mais uma super festa da @bsurda. Isso mesmo!

O muza esteve presente e realizou uma entrevista excluZiva com Latrice MotherFucher Royale na qual ela falou sobre todos os preconceitos que já sofreu (dentro e fora do mundo Drag), sobre seu relacionamento com Ru Paul, deu até uma cutucada em Miley Cyrus e respondeu se aceitaria ou não participar mais uma vez do programa. Curioso? Leia tu-do!

Desta vez, a entrevista foi feita por Valmique e também pelo jornalista e colaborador Flavimar Diniz. Crédito fotos: @bsurda

Muza - Explique pra gente sua impressão sobre a reação calorosa e empolgada das pessoas que assistiram o seu show (o Muza a entrevistou após performar na boate Josefine). Você pareceu tão tocada com a reação do público... como foi pra você?
Foi incrível, é importante pra mim me conectar com a audiência e ter certeza que eles sintam a emoção que estou dando a eles, porque eu entrego meu coração e minha alma em tudo que eu faço.  Eu quero ter certeza dessa conexão, dessa troca de emoção... porque é um momento íntimo estar no palco e trocar as emoções.

Você está em BH há dois dias. O que pode dizer da cidade, das pessoas... dizer da gente, de algum jeito? (risos)
Todos são tão gentis e legais. Estou passando um ótimo tempo aqui, boas comidas... eu gosto de comida brasileira porque vocês colocam tempero e sabor em tudo... eu posso engordar de novo, adeus minha dieta (risos)


Você participou do Rupaul´s Drag Race há alguns anos (4ª temporada) e você ainda está aqui como destaque. Mesmo após outras temporadas, o público te adora. É uma das maiores estrelas do programa. Como explica isso?
Bem, as pessoas se conecetaram comigo, de uma maneira pessoal, espiritual... entenderam minha história e de onde vim, as pessoas puderam se identificar com minha história de redenção e esperança. E eles puderam ver que você pode voltar de uma situação ruim em sua vida e fazer algo positivo dela, vejo isso como um tipo de motivação para eles. Eu continuo vivendo em minha própria expectativa, eu quero crescer e fazer coisas diferentes.

Você estava na mesma temporada de Sharon e Phi Phi. Vocês tem estilos diferentes. O que você acha de um programa colocar diferentes tipo de drag queens em um mesmo show? Você acha que isso é positivo para a comunidade de drag queens?
Isso é o melhor que pode acontecer. Porque você pode ver todos os tipos de drag e não apenas um estilo. E as pessoas podem se expressar de diferentes maneiras artísticas e ok quanto a isso. Você não precisa de um jeito para ser bem sucedida. Você pode ser uma freak drag, uma drag palhaça, a que você quiser...

Você pode ser latrice...
Sim, pode... mas só há uma Latrice (risos)

Como explica esse sucesso do  Rupaul ao redor do mundo?  Drag Queen agora está em todo lugar...
Drag está no mainstream. Todos tem um acessório de drag queen, até mesmo a Miley Cyrus (risos). Isso porque o programa se tornou um fenômeno. As pessoas agora veem algo que não deve ter medo ou se assustar, mas sim algo fabuloso que você quer ter, quer tentar...  até mesmo mulheres héteros querem ser drag agora, todos querem um pouco mais de glitter e glamour.

Você é uma pessoa muito orgulhosa de você mesma. Você é negro, gordo..  acha que isso é o segredo do sucesso..  acolher você como um todo e ser quem você é?
Você tem que fazer isso. Você tem que se amar como um todo.  Você deve aprender a aceitar ou mudar. Se você não gosta de algo em você, você é a pessoa que pode mudar isso. Eu sempre fui muito orgulhosa de mim mesmo. Magra, gorda... Nada importa, nada me para de amar a mim mesma. É daí que vem a força.


Por causa dessas suas características você já sofreu preconceito em sua vida pessoal ou no mundo drag?
O tempo todo, sempre sofro preconceito. Eles não pagam minhas contas. Eles acham tempo para espalhar o ódio pelo computador, mas eles não estão fazendo nada produtivo ou mesmo mudando o mundo. Eu estou fazendo. Eu estou mudando a vida das pessoas e afetando a vidas delas (positivamente). Eu não ligo para os haters, eles não importam. O que importa é o amor que eu recebo e focar em coisas boas. Eu me mantenho nisso.

Algo que sempre é uma curiosidade é o contato com o RuPaul após o show...
Bem, o RuPaul de alguma forma mantem contato, está sempre me trazendo de volta ao programa, o que é ótimo. E eu mantenho bastante contato com as garotas, por causa das turnês e eu gerencio algumas delas também. E de certa forma mantenho contato com todos. Eu tenho a minha empresa. Na empresa gerenciamos cinco da sétima temporada: Kennedy Davenport, Mrs. Kasha Davis, Tempest Dujour, Kandy Ho e Jaidynn Diore Fierce.

Você esteve na quarta temporada, na edição especial All Stars... você aceitaria outro convite para estar no Ru Paul´s ou já deu?
Já deu. É o suficiente. Já tive bastante exposição, não preciso fazer mais. Está na hora deu trabalhar na minha própria marca, meu império próprio. É a hora de ser Latrice Royale e não Latrice Royale do RuPaul´s Drag Race.

Você tem algum conselho para outras drag queens... para jovens garotos que estão lendo essa entrevista e estão começando a se montar?  Aqui em BH estamos com uma boa cena para garotos que gostam de se “vestir como garotas”, temos festas, eventos...
O maior conselho que posso dar é seja autentico e original, não tente imitar alguém. Seja você mesmo. Tente achar sua persona. Isso é o mais importante.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Aprovado, na Câmara, Estatuto que reconhece família apenas como união entre homem e mulher

Loading

Mais uma vez os políticos brasileiros dão um passo para trás na questão de direitos humanos e não apenas na cidadania LGBT como muitos podem querer destacar. Nesta quinta-feira, a Comissão Especial do Estatuto da Família aprovou a definição de família apenas como uma união entre homem e mulher, excluindo as relações homoafetivas e até mesmo as relativas a adoção. O texto/relatório é do deputado Diego Garcia (PHS-PR), com a aprovação considera-se família apenas: a união entre homem e mulher por meio de casamento ou união estável, ou a comunidade formada por qualquer um dos pais junto com os filhos biológicos.

A fala do deputado Evandro Gussi (PV-SP) é bem representativa quanto ao retrocesso mental e civil dos políticos que aprovaram essa definição. Ao todo, foram 17 a favor e 5 contra - (Érika Kokay (PT-DF), Maria do Rosário (PT-RS), Glauber Braga (PSOL-RJ) e Bacelar (PTN-BA) e Jô Moraes (PCdoB MG)- .Grupo predominante da bancada religiosa. A fala do deputado:

“A Constituição da República Federativa do Brasil de 1988 reconheceu um dado que é da natureza. Porque o afeto, como já bem delineou o deputado Diego Garcia em seu relatório, não é critério constitutivo de família. As pessoas que quiserem ter o afeto que tenham, e o Estado vai garantir isso. Daí a transformar em entidade estável, que garante a procriação e a formação de pessoas, é outra conversa. Não estamos querendo impor nada, pelo contrário. Nós humildemente estamos reconhecendo o que a natureza prescreve"”

O Deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ) se manifestou contra a aprovação nas redes sociais:

“A decisão põe em insegurança jurídica não só as famílias homoafetivas (principal alvo da bancada fundamentalista), mas todas as outras que não se enquadram no modelo tido como “tradicional” que, hoje em dia, segundo o último Censo Demográfico do IBGE, representam 50,1% dos domicílios; além de ferir os princípios do não preconceito e da dignidade humana que estão na Constituição.

Semana que vem ainda serão votados quatro destaques, mas faremos o que for do alcance regimental para levar essa pauta para o Plenário e, na hipótese absurda de a maioria dos deputados e deputadas - muitos deles em seus segundos ou terceiros casamentos e/ou com filh@s com diferentes parceiros e parceiras – lá votarem a favor desse lixo homofóbico e inconstitucional - segundo decisões do Superior Tribunal Federal, que desde 2011 reconhece as famílias homoafetivas - entraremos com recurso no STF contra o projeto.

Não deixaremos que esses hipócritas demagogos destruam as famílias brasileiras!”


terça-feira, 22 de setembro de 2015

Festa Dengue, com Duelo de Vogue, realizou edição histórica no final de semana em BH

Loading

O Muza já havia chamado a atenção para a festa Dengue há um tempo, que tem como principal atração a realização de Duelos de Vogue, elegendo como um dos destaques da cena gay de BH em 2014, e até mesmo compartilhou com vocês uma ótima impressão de um hermano argentino sobre a festa, mas fato é, que no último final de semana, como atração do  BH Vogue Fever, a festa Dengue se consagrou, em uma edição histórica, como um dos principais destaques da cena gay/LGBT de Belo Horizonte.

A festa aconteceu com o seu já tradicional duelo de vogue; a divertida e irreverente presença do Duelo de Ego (Petra Von Kant x Paola Bracho) e a excelente performance do trio especialista na dança, Lipstick. Mas desta vez, houve ainda mais destaques que abrilhantaram ainda mais o evento: a qualidade dos competidores estava altíssima; o local mostrou a dimensão que a festa vem tomando em BH – foi no Galpão Cine Horto, com direito a público em uma arquibancada; e a presença especialíssima do dançarino internacional Archie Burnett. Além disso, a empolgação do público foi gigantesca and contagiosa ao ponto que não havia mais entradas e a festa teve que acontecer simultaneamente na tradicional Gruta e também no próprio Galpão. 

Como disse anteriormente, o nível dos competidores foi altíssimo, ao ponto de ter sido difícil de escolher os vencedores, mas o resultado final foi: Henrique Alves (DF) em 1º; Félix Pimenta (SP) em 2º; e Luana Ninja (DF) em 3º.  O melhor Runway foi de Mari Keller (Chile) e o melhor Look de Bala Perdida (BH).  O DJ dos Duelos foi Guto Borges.  As fotos que ilustram essa matéria são do Joacelio Batista.

Abaixo, vocês podem ver uma mostra do que aconteceu na última edição.

Dá orgulho de ver arte e contracultura pulsando de uma maneira tão viva nas veias de concreto da cidade. Parabéns This Is Not e seu responsável Guilherme Morais. Como dizem, a festa Dengue foi Mara u q? Vilhooooooooosa!





segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Argentina acabou com restrição de doação de sangue por pessoas homossexuais ou bissexuais

Loading

Há poucos dias o Muza levou ao conhecimento de vocês o projeto Igualdade na Veia, que busca acabar com a restrição para doação de sangue por gays no Brasil. Acontece simplesmente que dias depois, nossos hermanos argentinos mostram que continuam à nossa frente na cidadania LGBT:

Na Argentina, agora, os homossexuais e bissexuais podem doar sangue sem qualquer tipo de restrição devido à sua orientação sexual. 

O Ministério Argentino declarou sobre a mudança: "A fim de avançar no sentido de um Sistema Nacional de Sangue seguro, solidário e inclusivo", o ministério da Saúde da Argentina apresentou os novos requisitos que colocam "um fim a uma longa história de discriminação institucional contra a comunidade LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros)". 

Agora, Argentina se une a países latinos como México, Cuba, Peru, Nicarágua e Chile que não restringirem a doação de sangue de pessoas que se identificam como homossexual ou bissexual. 

No Brasil, se você não sabe ou lembra, homens que tiveram relações sexuais com outros homens nos últimos 12 meses não podem doar sangue. Infelizmente, a ignorância e preconceito não é exclusividade brasileira, outros países latinos como Salvador, Costa Rica e  Venezuela também restringem a doação de sangue de homossexuais ou bissexuais.

 por Valmique

Closeup nega que tenha excluído imagem de beijo gay em rede social

Loading

A linha de creme dental para saúde bucal, Closeup, divulga em seu perfil no Instagram diversas imagens com a proposta “um beijo muda tudo”. As imagens mostram diversos casais sugerindo beijos e com frases motivadoras. Dentre elas, há imagens de casais homossexuais masculino e feminino e até de beijo triplo. 

Recentemente, ao divulgar a imagem de um beijo gay que vinha com os dizeres “regra única do beijo: duas vontades” a empresa se viu em uma polêmica. Para muitos, ela postou e devido a algumas reações conservadoras retirou a imagem. Mas fato é, que a Closeup precisou emitir uma nota sobre o assunto:

“A Closeup esclarece que a foto em que aparecem dois homens se beijando foi inicialmente publicada como post patrocinado no Instagram e em seguida incluída na timeline do perfil oficial da marca, como inicialmente programado. Esclarecemos que a imagem nunca foi e nem será deletada pela Closeup"




No perfil da Closeup no instagram também aparece imagens de beijo lésbico com os dizeres “Bem mais que amigas” e a hastag #amorlivre, além de também ter a imagem de um beijo trilho com a frase “compartilhar e curtir”.


No próximo sábado acontece a super festa White Emotion - edição Flowers

Loading


No próximo sábado, 27 de setembro, acontece mais uma edição da tradicional e badalada festa White Emotion. Isso mesmo! Essa já é a sétima edição do evento que já entrou no calendário oficial das baladas LGBT de Belo Horizonte. 

Segundo informações oficiais “mais uma vez a produtora Denise Martins, por meio da DM Produções garante surpreender todas as expectativas, tanto de publico que já ultrapassou as Minas Gerais e ganhou proporções mundiais, quanto a apresentação de top djs, produção visual, efeitos especiais, dancers, projeção, iluminação e sonorização de ponta e muito mais.” 

O tema escolhido para esse ano é FLOWERS (flores), inspirado na primavera e no clima tropical brasileiro.  Lembrando a todos que a White Emotion tem como traje obrigatório o branco. (camisa, calça, bermuda, saia, short) e acessórios liberados. O evento é totalmente open bar.

Para animar essa super festa o line up é replete de DJ´s consagrados: Allan Natal (BH), Grá Ferreira (The Week –SP), GSP (Grécia/Londres) e Erez Bem Islay (Israel).  Também haverá live show com Paula Bencini. 

A super festa White Emotion será novamente no Mix Garden (rua Projetada, 65 / Jardim Canadá) 


After Oficial

O after oficial da White Emotion será no Anda (Rua Leopoldina - 521 / Santo Antônio – BH)
, de 8h às 14h, com os DJs: Enrry Senna (SP), Thierry (Revolution – RJ) e Michelle Rasvesck (BH).

Valores ingressos White Emotion:

PISTA PREMIUM - (Vodka, Cerveja, Refrigerante, Suco e Água).

Lote promocional: 110,00 - Esgotado
1º lote – 120,00 - 11/08 a 28/08 (ESGOTADO)
2º lote – 130,00 - 26/08 a 13/09 
3º lote – 140,00 - 14/09 a 26/09
Na portaria do evento sujeito a alteração.

CAMAROTE DIAMOND - (Whisky, Vodka Smirnoff, Energético, Cerveja, Refrigerante, Suco e Água).

Lote promocional: 150,00 - Esgotado
1º lote – 160,00 - 11/08 a 25/08 
2º lote – 170,00 - 26/08 a 13/09 
3º lote – 180,00 - 14/09 a 26/09
Na portaria do evento sujeito a alteração.

COMBO – (Warm Up + White Emotion pista premium + After Oficial) - LIMITADO

Lote promocional: 150,00 - Esgotado
1º lote – 160,00 - 11/08 a 28/08 
2º lote – 170,00 - 26/08 a 13/09 
3º lote – 180,00 - 14/09 a 26/09
Na portaria do evento sujeito a alteração.

COMBO CAMAROTE DIAMOND - (Whisky, Vodka Smirnoff, Energético, Cerveja, Refrigerante, Suco e Água).

Lote promocional: Esgotado
1º lote – 190,00 - 11/08 a 25/08 
2º lote – 210,00 - 26/08 a 13/09 
3º lote – 220,00 - 14/09 a 26/09
Na portaria do evento sujeito a alteração.

PONTOS DE VENDAS:
ANDA Rua Leopoldina, 521 – Santo Antonio – BH – Tel.: 2531-5942

ES Collection BH – Rua Antonio de Albuquerque, 749 – Lj 12 – Savassi

Central dos Eventos – Rua Fernandes Tourinho – 470 - SAVASSI

VENDAS ON LINE: CENTRAL DOS EVENTOS: Venda em cartão até 3x centraldoseventos.com.br

REALIZAÇÃO e PRODUÇÃO: DENISE MARTINS, DM ENTRETENIMENTO 

INFORMAÇÕES:
31 2531-5942 das 14:00 ás 20:00hs.
WhatsApp – 31 91842429 (14:00 as 20:00)

 por Valmique 

Acontece essa semana em BH o projeto “trans residência experimento queer

Loading

Começa hoje em BH e segue até o próximo dia 17, o projeto “trans residência experimento queer”, mais uma ação do 16° Festival de Cenas Curtas de Galpão Cine Horto e a produtora This Is Not.

Segundo informações oficiais, o Projeto surge da (in) fértil colaboração entre os multi-artistas e companheiros Ana Luisa Santos, Fernanda Branco Polse, Guilherme Morais e Igor Leal e conta com a colaboração do Galpão Cine Horto e Nada Errado. 

O principal objetivo da trans residência não existe. Não o principal, porque são vários, somos vários, sem hierarquização, um exercício de abertura entre os integrantes e seus espaços. Em convocatória aberto a qualquer pessoa artista ou não, ativista ou não, interessada em experimentar, conhecer e discutir sobre arte, politica e gênero, colocando a cara e o corpo no sol, porque acreditamos ser uma questão pratica. Gerando dispositivos de afetações criticas entre arte e ativismo explorando estruturas alternativas nas artes visuais e cênicas, ampliando toda e qualquer tipo de categoria.

Uma semana de experimentos, encontros praticas, apresentações, performances e reflexões. 

Agenda – programe-se e participe!

Segunda dia 21 a domingo dia 27. 

Junto a Programação da 16 Festival do Cenas Curtas do Galpao Cine Horto.
De 14h as 18h obrigatório até às 21h opcional.

Artista plástico convidado para realização do mural: Arthur Camargos.

Para se inscrever para a “Trans Residência Experimento Queer” favor enviar os seguintes dados para transresidencia2015@gmail.com dados pessoais, uma mini biografia mais uma carta de intenção ate o dia 11 de setembro. Investimento sugerido: R$69,00 com cotas para 3 bolsas integrais.

Em especial segunda e terça feira, às 19h, programação aberta de discursão a todos interessados produzido pelo site NADA ERRADO

- “Pode Sim” - Pode Sim. Quantas vezes, durante a vida, você ouviu a frase "Não pode!"? Gostar de boneca, não gostar de futebol, gostar de carrinhos, abraçar um amigo, cortar o cabelo curto, deixar o cabelo crescer, ser afeminado, ser masculina, andar de mãos dadas, ter uma religião, não ter uma religião, arrumar um emprego, namorar, casar, divorciar, visitar o companheiro no hospital, participar da partilha de bens. Pessoas LGBTI ouvem "Não pode" o tempo todo. Mas dessa vez, queremos fazer diferente. Queremos dizer que PODE SIM. Pode tudo. 

Para isso, convidamos pessoas que passaram por cima das imposições da sociedade para contar suas histórias e inspirar outros a dizer, primeiramente para si mesmos, que PODE SIM. 

Como convidados: Os proponentes da “trans residência”: Ana Luisa Santos, Fernanda Branco Polse, ,Guilherme Morais, Igor Leal, mais: Francine Oliveira (Pesquisadora da UFSJ, apresenta uma análise das ideias queer nas tirinhas de "Muriel" de Laerte), Gabriela Dominguez(Atriz, criadora do Coletivo Montarya e faux-queen), Roberto Reis (Professor do Centro Universitário UNA e coordenador do projeto Una-Se Contra a Homofobia). e TODA DESEO (coletivo de atores mineiros, com um trabalho voltado para questões relacionadas às pessoas Trans).

Mediação e realização: Ricardo Lima, Jornalista e criador do Nada Errado, é especialista em cultura pop e ativismo digital.

Intervenção: Diego Moreira, fotógrafo e idealizador do projeto We Are The Same.
Nao sera precisso inscrincoes para participar do “Pode Sim”.



sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Doritos Rainbows: saiba mais sobre a “edição gay” do salgadinho que apoia projeto LGBT

Loading

Olha que legal: foi anunciado essa semana uma versão friendly do salgadinho Doritos. Isso mesmo! A edição especial Doritos Rainbows tem uma embalagem com um arco íris e os chips são coloridos com as cores do arco-íris. Que fofo <3 font="">

Mas mais do que apenas uma aparência friendly, essa nova edição do Doritos é uma parceria com o projeto It Gets Better, voltado para a apoio à comunidade LGBT.  Assim, para adquirir o Doritos Gay é preciso fazer uma doação mínima de U S$ 10 para o projeto. 

Infelizmente, a ação é realizada apenas nos Estados Unidos, mas a iniciativa é ótima e um belo exemplo. Ah! O slogan da campanha  é ““não há nada mais ousado do que ser você mesmo”.



quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Veja vídeo excluZivo com Latrice Royale, do Ru Paul´s Drag Race

Loading
Olha quem tem tá mandando um oi e um beijo excluZivo: Latrice Royale INC. Aguarde nossa entrevista excluZiva com ela! <3...
Posted by Muza on Quinta, 17 de setembro de 2015



Olha quem tem tá mandando um oi e um beijo excluZivo: Latrice Royale. Aguarde nossa entrevista excluZiva com ela, que esteve em Belo Horizonte em mais uma edição da festa @bsurda 

PS: sim, o vídeo está com problema de áudio, mas a mensagem carinhosa está aí ;)

quarta-feira, 16 de setembro de 2015

Hoje acontece em BH a Mesa Redonda “Direito à diversidade e identidade Sexual”

Loading


A Universidade do Estado de Minas Gerais (UEMG) realiza até o dia 18 de setembro a  4ª Semana UEMG: "Diversidade e Afrodescendência: Mediações, Interações e (Re)Conhecimento ", repleta de atividades gratuitas que vão de palestras a apresentações artísticas.

Hoje, logo mais, às 20h, acontecerá a Mesa Redonda “Direito à diversidade e identidade Sexual”. Serão debatedores:    a Profa. Renata Nunes Vasconcelos, Pró-Reitora de Ensino da UEMG, receberá, no Galpão 1 da Funarte (r Januária, 68, Floresta), os convidados Laura Campos (FaE/CBH/UEMG), Márcia Rocha (Integrante da Comissão da Diversidade Sexual e Combate à Homofobia da OAB/SP) e o Prof. Paulo Henrique de Queiroz Nogueira (UFMG) para discutirem o 'Direito à Diversidade e Identidade de Gênero' dentro e fora da Universidade. Na ocasião, o CELLOS-CONTAGEM entregará à UEMG o Prêmio 'Direitos Humanos e Cidadania LGBT'.

Com a realização desta Semana a UEMG, No primeiro ano da Década Internacional dos Afrodescendentes (2015), se propõe a iniciar uma agenda de discussões sobre esse tema a partir dos diferentes eventos vinculados à Semana. Ao mesmo tempo, propõe debates relacionados a outras temáticas em pauta na dimensão da Diversidade, como as questões de Gênero, de Sexualidade, da Juventude, das Políticas Públicas de Inclusão Social, entre tantas outras de tamanha importância para uma sociedade que se quer democrática. 

Serviço
4ª Semana UEMG: "Diversidade e Afrodescendência: Mediações, Interações e (Re)Conhecimento” - Mesa Redonda - “Direito à diversidade e identidade visual.
Data: 16 de setembro (quarta-feira) 
Horário: 20h 
Local: Funarte (Rua Januária, 68, Floresta, BH) 


terça-feira, 15 de setembro de 2015

Cantor Liam Payne, do One Directoin, é capa de revista gay após polêmicas “homofóbicas”

Loading

O cantor Liam Payne, um dos integrantes da boy band One Direction, é a atual capa and recheio da revista gay inglesa Attitude. Mas o que mais chama a atenção, já que o ensaio é discretamente sensual, é o fato dele estar em destaque justamente após o mesmo se envolver em diversas polêmicas consideradas homofóbicas. 

Segundo o site Portal Pop Line são essas as 3 polêmicas envolvendo Liam:

1 – Antes de cantar a música “Girl Almighty” em um show da banda ele disse: “É sobre tentar conseguir o número daquela mulher da sua vida, o que nenhuma de vocês pode se identificar, porque a maioria aqui são garotas. Exceto pelos meninos aqui, vocês sabem o que estou falando”. Muitos consideraram uma declaração preconceituosa por ele, desta forma, “desconsiderar” a possibilidade de seus fãs – sejam garotas ou garotos – terem paixões homossexuais. Na época, ele desabafou no twitter: “Acho que algumas pessoas levam tudo para o literal hoje em dia. Não vou comentar isso mais. Vocês sabem que eu estava falando no geral. Eu não sou homofóbico de forma alguma. Isso é uma coisa ridícula de falar. Não estou aqui para ofender as pessoas. É muito chato tentar dar o seu melhor para fazer as pessoas felizes e tudo no que se concentram é uma bobagem que eu disse sobre uma música que amo. Final de bosta para um dia bom. Isso é muito insano. Quanto mais eu leio, menos entendo. Vocês já falaram algo equivocadamente? Tenho certeza que cada um aqui sim. Desculpem-me aqueles que ofendi, realmente, mas não há necessidade alguma de me chamar de algumas coisas. Só estou aqui para fazer as pessoas sorrirem. Considero esse o meu trabalho”.

2 - Em 2014, Liam defendeu “os valores familiares pregados pelo programa ‘Duck Dynasty’”. A declaração dele foi dada quando um dos integrantes do Programa havia criticado gays e “o comportamento homossexual” em uma entrevista, então todos ligaram os pontos. Na época, Liam tentou se explicar e disse que “ser fã do programa e da maneira como eles mantêm a família unida não significa que concordo com tudo que dizem”.

3 - Meses após esse episódio, começou a circular na Internet um vídeo caseiro supostamente do Liam transando com outro homem. Ele desmentiu ser ele na gravação, mas o teor de sua fala novamente foi interpretado como homofobia. Mais uma vez, ele se explicou: “Eu sou 100% não homofóbico. Mas também sou 100% não gay. Então, quando alguém diz que eu sou, e eu digo que não sou, isso não me faz homofóbico”.

Na entrevista à Attitude  ele relembrou que estava no s Estados Unidos quando o casamento gay foi legalizado no país (“Nós estávamos lá. Havia muitas bandeiras do arco-íris voando nos nossos shows, mas acho que a maior parte era por causa da coisa que pensam sobre Louis e Harry [que são namorados secretos], o que me deixa louco”) e revelo que se fosse para namorar outro homem, escolheria seu colega Louis (“É meu melhor amigo. É com ele que tenho a conexão mais forte. Eu me casaria com ele? Bem, eu não poderia, porque já o laçaram”.).

Na entrevista, Liam também lembrou de quando os Estados Unidos legalizaram o casamento entre pessoas do mesmo sexo a nível nacional. “”, comentou. “Quando você sabe o que acontece com as pessoas, incomoda quando algo é tão estúpido [as teorias sobre ‘Larry’]. Isso se torna tipo uma conspiração ou um culto: as pessoas os olham e acham que cada movimento que fazem é uma referência a estarem juntos, e sei que isso não é verdade, então me irrita”.


 Por Valmique

segunda-feira, 14 de setembro de 2015

Acontece essa semana o 1° BH Vogue Fever com o dançarino Archie Burnett

Loading


Acontece em Belo Horizonte a partir de quinta-feira, 17 de setembro, o primeiro 1°  BH Vogue Fever. Sim, um festival destacando a dança Voguing ou Vogue, aquela que ficou popularizada com Madonna no videoclipe de “Vogue”.

O evento terá a presença do renomado dançarino Archie Burnett, que ministrará aulas de diversos estilo, incluindo, claro o Vogue. Aliás, o evento é promovido pelo querido trio Lipstick, que vem se destacando na cena gay de BH justamente por suas ótimas performances de vogue, e pela companhia This Is Not, que organiza a festa Dengue que conta com Duelos de Vogue.  

Archie Burnett

Burnett dançarino autodidata, desde criança tudo que aprendeu foi assistindo TV. Com 20 anos de idade ele começou a frequentar boates em NY (sua cidade natal) e desde então ele é uma das maiores referências das “Club Dances”, sendo mestre nos estilos Waacking, Vogue e Hustle. Ele viaja o mundo ministrando aulas, fazendo performances, participando de júri de batalhas, entre outros eventos. 

Ele gravou um vídeo recentemente falando sobre sua vinda à BH: ““Olá, meus brasileiros e brasileiras! Belo Horizonte, primeira vez, Vogue Fever! Graças ao Trio Lipstick! Verei vocês em alguns dias e teremos ótimos momentos (...) ! Se preparem, nós vamos nos divertir! Estou no meu carro, ouvindo música (...) Aqui esta chovendo, mas acredite, nós levaremos o fogo (fever)!Vejo vocês em alguns dias! Aí vamos nós, haha! Vamos começar a festa!”



Archie Burnett is coming to Brasil! Primeira vez em Belo Horizonte, para este SUPER EVENTO: O 1o BH VOGUE FEVER! Vai ter workshop de Hustle, Waacking, Vogue.. vai ter festa Dengue, com performances e Duelo de Vogue! E já é logo na semana que vem! :)“Olá, meus brasileiros e brasileiras! Belo Horizonte, primeira vez, Vogue Fever! Graças ao Trio Lipstick! Verei vocês em alguns dias e teremos ótimos momentos (...) ! Se preparem, nós vamos nos divertir! Estou no meu carro, ouvindo música (...) Aqui esta chovendo, mas acredite, nós levaremos o fogo (fever)!Vejo vocês em alguns dias! Aí vamos nós, haha! Vamos começar a festa!” Archie Burnett
Posted by Lipstick on Sexta, 11 de setembro de 2015


PROGRAMAÇÃO:

QUINTA FEIRA (17/09)
19:00 - Aula de Zouk (Kelly e Demetrius)
20:00 - Aula de Hustle (Archie Burnett)
21:00 - Aula de Lindy Hop (Fabrício e Sônia)
Local: Academia A2

SEXTA FEIRA (18/09)
18:00 às 19:30 - Aula de Vogue
20:00 às 21:30 - Aula de Waacking
Local: Academia A2

SÁBADO (19/09)
14:00 às 17:00 - Aula de Vogue (Pose, Runway, Batalha)
17:00 – troca de ideias: espaço para perguntas e informações
Local: Academia A2

23:00 - DENGUE 
• DJs
• Showcases
• Prêmio melhor figurino
• Runway (Prêmio para vencedor)
• Duelo de Vogue (Prêmio para o primeiro lugar)
Local: Galpão Cine Horto e Gruta

PRODUÇÃO e REALIZAÇÃO:
Trio Lipstick, This is noT

APOIO:
Academia A2, Galpão Cine Horto, Leão Cultura, Hotel Classic, Restaurante João Rosa

________________________________________________________

VALORES:
***3º LOTE – ATÉ O DIA DA AULA (AULAS COM VAGAS LIMITADAS)

• SEXTA FEIRA:
Aula avulsa: 120r$
Pacote dia (2 aulas): 160r$

• SÁBADO:
Aula (3h duração): 160r$
Festa: 25r$

• PACOTE COMPLETO:
2 aulas sexta + 2 aulas sábado + festa: 340 reais 

• Workshop Zouk, Hustle e Lindy Hop:
100,00 reais (não haverá pacote de aula avulsa)
80,00 reais (exclusivo para alunos da Academia A2)

DEPÓSITO:
BANCO DO BRASIL
AG: 3490-8
CC: 30389-5
CPF: 091.930.886-47
Paula Zaidan Guimarães 

***ENVIAR COMPROVANTE + INSCRIÇÃO PARA: lipsticktrio@gmail.com
Nome:
Cidade:
Descrição do pacote escolhido (dia, aula, festa)