quarta-feira, 12 de agosto de 2015

Cantores Mika e Sam Smith são alvos de homofobia

Loading


Dois talentosos cantores foram alvos recentes de homofobia. Estou falando de Mika e Sam Smith. Mika já declarou ser bissexual, já Smith homossexual. 

Na cidade de Florença, Itália, cartazes do show que Mika fará em setembro foram pichados com a palvra “frocio”, que significa algo ”bicha” em português.  Fazendo da limão uma limonada, Mika utilizou a imagem do cartaz pichado como sua imagem oficial no Twitter e escreveu em italiano: 


“Eu vi os dizeres nos meus pôsteres e o meu instito foi deixar p´ra lá... porque o ódio de algumas pessoas, eu conheço bem, melhor ignorar...  eu não tenho medo de quem discrimina contra mim. Ninguém deveria ter.  O amor faz o que quer.  Isso é uma prova popular de desejo de mudança e progresso. Isso é algo maior do que eu,  meus cartazes alterados. Algumas pessoas  não tem onde recorrer em caso de intolerância. Eu estou impressionado e inspirado por esses acontecimentos”

Para gerar ainda mais visibilidade a questão da homofobia e preconceito Mika criou a hastag, em italiano mesmo, #rompiamoilsilenzio Algo como rompendo o silêncio. 


Sam Smith teve conhecimento de um perfil criado no instagram para disseminar a homofobia contra o próprio cantor: We hate faggot Smith (algo como, nós odiamos a bicha Smith). Smith não só compartilhou um print do perfil como escreveu:  

“Isso verdadeiramente não me ofende, porque já eu estou bem protegido contra esse tipo de merda. Mas eu quis compartilhar isso com todo mundo para vocês verem como a homofobia ainda está tão presente na nossa sociedade”.

Por Valmique