quinta-feira, 23 de abril de 2015

Travesti conhecida na cena gay de BH é assassinada

Loading


No último final de semana, mais uma travesti foi assinada em Belo Horizonte. Para o espanto e tristeza de muitos trata-se de uma travesti conhecida por muitos nas boates gays de Belo Horizonte: Mikal Brithman.

Segundo o boletim de ocorrência, divulgado em notícia do Estado de Minas,  por volta de 3h, um táxi estacionou em uma rua do bairro Lagoinha. A travesti foi empurrada do carro, um Corsa. Três homens desceram do veículo perguntando o nome da travesti e um deles a executou com vários tiros. Os suspeitos fugiram sem deixar pistas.

Além de retratar uma triste realidade das travestis de Belo Horizonte e Brasil como um todo, a indignação e tristeza de quem a conhecia tomou conta das redes sociais. 

Mikal comWalkiria La Roche

Na página pesssoal de Mikal no Facebook, a amiga Kristian Neves, escreveu: “Infelizmente o mundo gay virou um inferno por causa das drogas, hoje a ficha caiu para mim como um tristeza sem fim, estou realmente triste com essa notícia. Ao ver uma notícia no site do Estado de Minas, liguei imediatamente para ver se ela estava bem, e quem atende o telefone é alguém da polícia para passar a notícia que foi ela a vítima”.

Ao saber da morte de Mikal, a personalidade belo horizontina Walkira La Roche escreveu também na rede social: “LUTO! Ainda sem palavras para expressar o que sinto... 
Se eu escrevesse um livro, você Mikal Brithman figuraria em inúmeras páginas !”.

O sepultamento da Mikal aconteceu hoje, quinta-feira, 23 de abril, as 14Hs no cemitério da paz em BH, não haverá velório!