quarta-feira, 18 de março de 2015

Estilistas Dolce & Gabbana criticam filhos de casais gays e Elton John pede boicote à grife

Loading

A fama da grife Dolce & Gabanna foi abalada nos últimos dias. A dupla de estilistas Domenico Dolce e Stefano Gabanna disseram, em entrevista, que se opunham à adoção e fertilização pra casais gays e chamaram os bebês de proveta de “crianças sintéticas”.

Os estilistas que já foram casados por 23 anos (romperam em 2005, mas a sociedade continuou) fizeram essas declarações à revista italiana “Panorama”. Eles só não contavam que isso causaria incômodo em pessoas como o cantor Elton John, casado com David Furnish, com quem teve dois filhos por fertilização in vitro.

Em sua conta no Instagram o cantor disparou: “Seu pensamento arcaico está fora do compasso dos nossos tempos, assim como sua moda. Nunca mais usarei Dolce & Gabbana”. Além disso, ele usou a hashtag #BoycottDolceGabbana” que contou com apoio de estilistas como Victoria Beckham e Olivier Rousteing, além da modelo Josephine Skriver, que já desfilou várias vezes para a grife.


Na mesma rede social Stefano Gabanna comentou que o cantor é arrogante em não tolerar quem não pensa como ele. “Nós vivemos em um país democrático e respeitamos as ideias dos outros”, disse Gabanna no Instagram.

A Dolce & Gabanna emitiu comunicado oficial com os seguintes dizeres dos estilistas: “Falamos sobre nosso jeito de ver a realidade, mas nunca foi nossa intenção julgar as escolhas das outras pessoas. Acreditamos em liberdade e amor.” – Stefano Gabbana. “Estava falando da minha visão pessoal, sem julgar as escolhas e decisões de outras pessoas.” – Domenico Dolce.