quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Filme sobre casal gay é censurado nos Estados Unidos

Loading


Não é novidade (infelizmente) saber que uma produção cinematográfica, com temática homossexual, ainda seja censurada. Mas você sabe por que o filme “O Amor É Estranho”, que não traz cenas de nudez, sexo ou violência foi classificado como restrito, nos Estados Unidos?

O sensível longa-metragem, do roteirista brasileiro Mauricio Zacharias, conta a história de um casal gay, interpretado por John Lithgow e Alfred Molina, que resolvem se casar após 39 anos juntos, enfrentando problemas como a demissão de um deles do cargo de professor de um colégio católico.

O órgão regulamentador do cinema nos EUA (MPPA), classificou o filme com “R” (restricted). Eles alegam que classificação foi feita ‘não pelo conteúdo homossexual e sim pela linguagem’, determinando que o longa só possa ser assistido por menores de 17 anos acompanhados dos pais (Oi?). Essa justificativa não convenceu alguns críticos americanos que enxergaram nessa classificação um teor homofóbico.

Apesar dos pesares a trama conquistou também crítica positiva: John Lithgow já está cotado para o Oscar! Rumores indicam que o filme estréie no Brasil em dezembro. A gente espera que sim (e sem censuras)!