sexta-feira, 12 de setembro de 2014

Corinthians divulga manifesto contra torcida usar “bixa” como xingamento aos adversários

Loading

Após uma semana, que a morte de um jovem por homofobia foi destaque e que o vídeo de uma torcedora lésbica do cruzeiro não pode aderir a copa do clube do time com sua namorada, encerrar a sexta-feira com essa notícia pode ser inspirador:  

o clube de futebol Corinthians divulgou em suas redes sociais o manifesto acima, no qual se posiciona de forma contrária aos torcedores do time que tem usado o coro de “bixa” aos goleiros dos times rivais na Arena, em Itaquera.

No manifesto,  reforça-se a história do Clube de ser time do povo e faz referências aos combates históricos na sociedade brasileira como a luta pela democracia, nas “Diretas Já”, nos anos 80: "(...) a homofobia, além de ir contra o princípio de igualdade que está no DNA corinthiano, ainda pode prejudicar o Timão".

jogos da equipe na Arena em Itaquera na hora em que o goleiro rival prepara a cobrança do tiro de meta, em situação que emula o "puto" gritado tradicionalmente pelos mexicanos.  

orinthians divulgou nesta sexta-feira, por meio do Twitter, um manifesto no qual pede o fim dos gritos de bicha por sua torcida. Os corintianos têm usado o coro em jogos da equipe na Arena em Itaquera na hora em que o goleiro rival prepara a cobrança do tiro de meta, em situação que emula o "puto" gritado tradicionalmente pelos mexicanos.  

No texto, o Corinthians cita a história do clube , a fama de time do povo, recorre ao período da Democracia na década de 80 e afirma: "(...) a homofobia, além de ir contra o princípio de igualdade que está no DNA corinthiano, ainda pode prejudicar o Timão".

Um exemplo para fazer do futebol um ambiente menos machista e mais inclusivo, assim como a sociedade deve ser. Talvez, quem sabe, assim, o Cruzeiro se inspira e faça o mesmo em relação a torcida usar o nome "Maria" de forma pejorativa? ;)