domingo, 13 de julho de 2014

Saiba como foi o show da Ana Cañas em BH (Festival Vozes do Brasil)

Loading



Ana Cañas mostra seu Coração Inevitável na terceira noite do Festival Vozes do Brasil

Quando Ana Cañas entrou no palco muitos dos presentes na terceira noite do incrível Festival Vozes do Brasil, talvez tenham tido a mesma impressão errada que eu ao pensar em como ela aquela moça era mignonne, frágil e extremamente delicada. E também, devem ter mudado de ideia, assim que as primeiras notas de “Urubu Rei” saíram em uma voz estrondosa preenchendo cada canto do intimista Teatro Oi Futuro Klauus Vianna. 

Dali em diante provas e mais provas de como estávamos equivocados foram surgindo a cada nova nota, poema recitado entre as músicas de seu último CD / DVD gravado ao vivo, o “Coração Inevitável”, e alguns covers de embasbacar como “Blues da Piedade” de Cazuza ou “La Vien em Rose” de Edith Piaf, pasmem, feito a capella.  Estava ali, diante de nós, uma mulher mais forte do que poderia se imaginar. 

Cañas é tímida, mas traz ao palco uma  personalidade despojada e livre dessas amarras que a gente costuma ver em alguns cantores contemporâneos. Entre as canções relata histórias que revelam o intimo de suas composições como foi o caso de “L’amour”, que segundo ela, foi composta com a ajuda do  Google Translator. E como ela mesmo disse também, ironicamente, a faixa foi parar na novela das 8 como tema do casal Clara e Marina, que por sinal, Ana ressaltou adorar. 

Entre os seus longos cachos e o batom vermelho nos lábios, a cantora toca diversos instrumentos e não esconde uma pegada bem Rock’n Roll, mas nem por isso, deixou de fazer bonito na hora de cantar junto do seu convidado Flávio Renegado. O mineiro cantou músicas próprias antes de colocar seus versos entre os acordes de alguns sucessos de sua anfitriã. E para fechar em um bis surpreendente, os dois ainda mandaram uma versão magnifica de “Metamorfose” no melhor estilo  “Toca Raul!”. 

Oportunidades como essa oferecida essa semana pelo Festival Vozes do Brasil são raras. Além da qualidade musical e o clima intimistas das apresentações, essa experiência tem  sido uma grande chance de reconhecer  e valorizar artistas que merecem muito mais destaque em Belo Horizonte e âmbito nacional.  

No último sábado, aconteceu o show de Karina Buhr que convidou Marina Lima para subir ao palco. Logo logo, divulgaremos fotos excluZivas desse belo encontro!

Texto e fotos por Diego Moreira