quarta-feira, 12 de março de 2014

Debate sobre "O uso do nome social na escola” acontece em BH essa semana

Loading

Na próxima sexta-feira, 14 de março, acontece em BH, debate com o tema "O uso do nome social na escola e seus possíveis contornos democráticos". Trata-se de mais uma ação do Ciclo de Debates promovido pelo Núcleo de Direitos Humanos e Cidadania LGBT (NUH) da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).

Para discutir o tema, estarão presentes os convidados Igor Monteiro (Mestrando em Psicologia UFMG e pesquisador do NUH - UFMG) e Cláudio Eduardo Resende Alves* (Doutorando em Psicologia na PUC-MG e Integrante do Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Educação de BH)

Segundo informações oficiais, a exposição oral apresenta dois momentos distintos, porém complementares: 1. Breve resgate histórico da legislação (âmbito nacional, estadual e municipal) sobre o uso do Nome Social no campo da Educação em território brasileiro; e 2. Recorte para o Parecer CME/BH Nº 052/08 e a Resolução CME/BH nº 002/08 da Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte que legitima o uso do Nome Social nas escolas e suas ressonâncias nas práticas sociais dos sujeitos educandos e educadores. As considerações teórico-metodológicas têm como pressupostos epistemológicos algumas teorias do campo de estudos de gênero de autores como Butler, Louro e Miskolci, bem como de outros autores que pesquisam sujeitos travestis e transexuais, como Bento, Benedetti, Leite Jr, Pelúcio, Teixeira e Peres. A discussão é também atravessada pelas perspectivas foucaultianas que debatem os dispositivos de bio-poder.

*Doutorando em Psicologia pela PUC Minas (2013), Mestre em Educação pela PUC Minas (2009), Especialista em Educação Afetivo Sexual pela Fundação Mineira de Educação e Cultura (1995) e Graduado em Ciências Biológicas pela PUC Minas (1989). Professor e integrante do Núcleo de Gênero e Diversidade Sexual da Secretaria Municipal de Educação de Belo Horizonte, onde desenvolve pesquisas sobre as temáticas de sexualidade e relações de gênero em interface com o universo da educação. Participa da elaboração, implementação e monitoramento de políticas públicas municipais de inclusão da diversidade sexual nos espaços de convivência escolar. Pesquisador do FIP – Fundo de Incentivo à Pesquisa da PUC Minas. Pesquisador integrante do GPFEM - Grupo Interdisciplinar de Pesquisas Feministas da PUC Minas.

Serviço
Debate: "O uso do nome social na escola e seus possíveis contornos democráticos".
Data: 14 de março, sexta-feira
Horário: 18h
Local: Espaço Cento e Quatro (104 Praça Ruy Barbosa,104 Centro)