quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Nigéria criminaliza casamento gay com 14 anos de prisão e ativismo LGBT com 10 anos

Loading


O ano começou nada bem para os direitos LGBT no panorama mundial. Na última segunda-feira (13), o presidente da Nigéria, Goodluck Jonathan, aprovou uma lei que proíbe o casamento e uniões civis entre pessoas do mesmo sexo no país. Isso mesmo!?! 

A penalidade para quem cometer “o crime” chega a 14 anos de prisão. E não para por aí: o nigeriano que demonstrar publicamente um relacionamento homossexual ou ativismo nesta área pode ser punido em até 10 anos de prisão. 

O porta voz do governo, segundo notícia do O Tempo Online, deu a seguinte explicação: “Mais de 90% nigerianos opõe-se ao casamento entre pessoas do mesmo sexo. Por isso, a lei está em linha com as nossas crenças culturais e religiosas”.

A Anistia Internacional já se manifestou de forma contrária, inclusive pedindo ao presidente do país que rejeitasse o projeto da lei.  Também se manifestaram contra a ONU e países como Reino Unido e Canadá. O secretário de Estado dos EUA afirmou que esta é uma "perigosa restrição à liberdade".

Breve desabafo: É triste, é lamentável. Dói saber que seres humanos estão sendo punidos e vivendo uma realidade como essa devido a sua orientação sexual. Ao se buscar mais informações sobre a realidade dos nigerianos homossexuais, mesmo que uma simples busca de imagem para ilustrar esse post, é impossível não conter as lágrimas e questionar: Por quê? Até quando? Ninguém vai fazer nada? Vai ser só mais uma notícia? Que mundo é esse? Que pessoas no poder são essas?