terça-feira, 8 de outubro de 2013

ColunaZs – “Politicamente correto”

Loading

Ser coxinha, respeitar, preconceito, politicamente correto demais. A linha que separa uma piada aceitável e uma preconceituosa é incrivelmente tênue, borrada e não tem lugar definido. 

Existe dois grandes movimentos, o de defesa dos direitos humanos e a condenação as atitudes “coxinhas”.  Muitas vezes as mesmas pessoas defendem ambos os ideais. Mas eles acabam se esbarrando em alguns momentos, não conseguimos definir o que pode e o que não pode, nos confundimos em diversos momentos.

Não vou dizer aqui o que acho aceitável e o que condeno. Eu não sei definir bem quais são meus limites, as vezes sou extremista, as vezes sou permissivo demais. A discussão aqui é sobre ter consciência do paradoxo. Precisamos de um mundo com mais respeito, não há dúvida. Mas não podemos nos podar demais na busca, perder a liberdade, que é justamente o que buscamos.

Entendo o medo completamente, medo de dar brecha para preconceito, reforçar estereótipos, a lista é imensa. É justamente isso que me incomoda em certos momentos. Com coisas que já disse e já deixei de dizer, com coisas que escuto, vejo. Saber ao certo como, o que e quando fazer, falar, é complicado. 

O problema de fato são os extremos. Pode tudo, não pode nada. Difícil é achar o meio termo.


*Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The bitch says: follow my ass!