segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Saiba como foi a 16ª Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte

Loading


Durante todo o domingo (29) foi realizada a 16ª edição da Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte, organizada pelo Centro de Luta Pela Livre Orientação Sexual (Cellos MG). Assim, como nas edições anteriores a concentração aconteceu na Praça da Estação, a partir das 11h, e às 17h, com uma hora de atraso em relação ao programado, deu-se início a caminha pelas ruas de Belo Horizonte, passando por rua da Bahia e encerrando-se, por volta das 20h,  no cruzamento entre avenida Afonso Pena e rua Professor Morais.

As pancadas de chuva ao longo do dia não contribuíram. Provavelmente o tempo nublado fez com que muitas pessoas ficassem em casa, mas mesmo assim, cerca de 30 mil pessoas prestigiaram o evento. Segundo a organização foram 50 mil participantes e de acordo com o corpo de Bombeiros 25 mil presentes. O evento transcorreu sem grandes incidentes.

Neste ano, houve uma redução no número de trio elétricos. Ao invés de quatro (2012), houve apenas dois. Entretanto, foram suficientes para atrair pessoas nas ruas e também nas sacadas dos apartamentos das avenidas.

Um dos destaques dessa edição foi a presença, por meio de barracas na Praça da Estação, de representantes de órgãos públicos como Defensoria Especializada em Direitos Humanos, Coletivos e Socioambientais (DPDH), Secretaria Municipal Adjunta de Direitos de Cidadania (SMADC) e a Defensoria das Famílias e Sucessões da capital que estiveram à disposição das pessoas para esclarecimentos de dúvidas e orientações relativas às questões LGBT, como o casamento civil.

Pelo segundo ano consecutivo a Parada do Orgulho LGBT de Belo Horizonte contou com tradução simultânea em LIBRAS, feita pelo intérprete-voluntário, Gilberth Santos. Destacou-se também um beijaço realizado antes do início da caminhada,  a convite da própria organização para reforçar o tema deste ano “Estado laico – Sua religião não é a nossa lei”. Também prestigiou o evento o Presidente da Associação Brasileira de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (ABGLT), Carlos Magno.

PS: Aguardem nossa cobertura fotográfica excluZiva com diversos momentos da Parada!