quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Ator da série “Prision Break” revela ser gay ao recusar convite de festival da Rússia

Loading
 
O ator Wentworth Miller, famoso por seu papel na série “Prison Break”, resolveu promover sua “saída do armário” em um protesto. Ele foi convidado a participar do Festival Internacional de Cinema em St. Petesburg, na Rússia, mas recusou o convite por meio de uma carta na qual releva ser homossexual.

Um trecho diz: “Como homem gay, eu devo recusar… Eu não posso em sã consciência, participar de um evento organizado por um país onde as pessoas como eu estão sendo sistematicamente negadas aos seus direitos básicos de viver e amar abertamente”.

Os políticos da Rússia criaram um projeto de lei nacional que permite a prisão de atletas, turistas e torcedores homossexuais, ou até mesmo defensores de seus direitos, durante a Olimpíada de Inverno de 2014, que será realizada na cidade de Sochi. De acordo com a lei, gays e lésbicas podem ficar detidos por até 14 dias e também serem expulsos do país.

Abaixo, você pode ler a carta-resposta de Wentworth Miller na íntegra à diretora do Festival:

“Prezada Sra. Averbakh (diretora do festival):

Obrigado por seu gentil convite. Como alguém que gostava de visitar a Rússia no passado e também pode reivindicar um grau de ascendência russa, que me faria feliz em dizer que sim.

No entanto, como um homem gay, eu devo recusar.

Estou profundamente preocupado com a atual atitude e tratamento de homens e mulheres homossexuais por parte do governo russo. A situação não é aceitável, e eu não posso em sã consciência, participar de um evento organizado por um país onde as pessoas como eu estão sendo sistematicamente negadas aos seus direitos básicos de viver e amar abertamente.

Talvez, quando e se as circunstâncias melhorarem, eu estarei livre para fazer uma escolha diferente.”