sexta-feira, 2 de agosto de 2013

"Amor à Vida" discute aceitação familiar da homossexualidade

Loading

No capítulo desta quinta-feira (01) a novela Amor à Vida discutiu a aceitação homossexual, após Edith (Bárbara Paz) revelar para a família de Félix (Mateus Solano) que ele é gay. O episódio mostrou cenas de acolhimento, rejeição e aceitação.

Destaque para a interpretação do ator Mateus Solano que mostrou a angústia de quem sempre viveu no armário com o intuito de ser aprovado e aceito pelos outros ao se deparar com a realidade de que é gay.

Na cena em que conversa com sua mãe Pilar (Suzana Vieira) e sua avó Bernarda (Nathalia Timberg), Félix ainda tenta convencê-las de que foi tudo armação da ex-mulher. Pilar, então, manda-o parar de mentir para si mesmo, "você é gay Félix!". Sua avó afirma que era vizinha de um casal gay e que com a convivência ela, hoje, entende e deixou o preconceito de lado. Ao fim da conversa ele teme como será a reação do pai por se considerar anormal e Bernarda diz: "Não seja bobo Félix, como você pode ter tanta raiva de si mesmo, ao ponto de se chamar de anormal? Você é normal!".


A aceitação veio também de sua irmã Paloma (Paolla Oliveira) que o apoiou e afirmou que, não só o pai, mas ele também ia ter que se aceitar do jeito que é. Ela ainda convenceu o sobrinho Jonathan (Thalles Cabral) a apoiar o pai depois que ele afirma ter  vergonha de Félix.

Já a rejeição aconteceu pelo pai César (Antonio Fagundes), que já havia tentado fazer o filho ser heterossexual ao apresentar Edith e fazê-la se casar com Félix. No final do capítulo César pergunta ao filho como ele tem coragem de lhe chamar de pai. A conversa de Félix com o pai vão ao ar no capítulo desta sexta-feira (02).