quinta-feira, 25 de julho de 2013

História da homossexualidade nos últimos 4 mil anos é registrada em livro

Loading


Informação e conhecimento é uma das melhores formas de acabar com o preconceito. Neste sentido,  um livro que mostre registros da homossexualidade nos últimos 4 mil anos é pertinente. Talvez não tenha sido esse o objetivo, mas fato é, que o livro “A little gay history: desire and diversity across the world" ("Uma pequena história gay: desejo e diversidade pelo mundo"), do Britsh Museum se mostra fundamental.

O livro reúne 7 anos de pesquisa que retrata a história da homossexualidade/gay ao longo dos últimos 4 mil anos por meio de documentos e esculturas de artes.  Dentre os “artefatos” estão xilogravuras eróticas japoneses; a Taça de Warre (10 d.C.), que é uma taça de vinho romana com cenas de sexo entre homens;  a Epopeia de Gilgamesh, um dos poemas mais antigos encontrado em uma tabuleta no Iraque que conta a história do deus-herói Gilgamesh e seu companheiro íntimo “o cabeludo e selvagem Enkidu”; os bustos do imperador romano Adriano e de seu companheiro Antínoo; dentre outros.

Em entrevista ao jornal O Globo, o curador do museu, Richard Parkinson, que está à frente do projeto desde 2006 ressaltou: “Não se trata da História de uma minoria, mas sim de parte da História da Humanidade. O desejo por pessoas do mesmo sexo sempre existiu em todas as culturas”


a Taça de Warre

Os bustos do imperador romano Adriano e de seu companheiro Antínoo