sexta-feira, 31 de maio de 2013

Atriz mirim, da novela “Avenida Brasil”, revela que sofreu preconceito na mídia por ser criada por um casal gay

Loading

Lembram da Ágata da novela “Avenida Brasil”? Da atriz Ana Karolina Lannes que é criada por um casal gay? A gente até já falou dela aqui no Muza e sobre a relação com os dois pais. Pois bem, em recente entrevista ao portal UOL a atriz, de 13 anos, revela que com a fama, teve de enfrentar ainda criança a fofoca, ao revelar que é criada por um casal de gays.

"Chorei ao ouvir um locutor do Rio criticar meus pais e falar que eu ia virar lésbica. Ainda colocaram entrevistas com pessoas com a mesma opinião. Não é justo o que fizeram comigo", conta a atriz mirim, com os olhos marejados.

Após a morte da mãe quando tinha quatro anos, Ana Karolina, que não foi reconhecida pelo pai biológico, acabou adotada pelo tio, Fábio Lopes, que lutou judicialmente pela tutela da sobrinha sem esconder sua condição de homossexual e vivendo maritalmente com João.


quinta-feira, 30 de maio de 2013

Veja fotos de Cristiano Ronaldo com Rihanna

Loading

Uma muza e um muzo, certo? ;) Bem, Cristiano Ronaldo foi ao show da Rihanna em Lisboa na última terça-feira e após o espetáculo  - que teve mais de 1h de atraso – ele foi aos bastidores conhecer a cantora e, claro, tirar uma foto. Nas redes sociais ele disse: “ontem no show da @rihanna”. Já Rihanna, sempre abusadinha, escreveu: "Meninas! Olhem quem veio brincar comigo!".


quarta-feira, 29 de maio de 2013

Partido Social Cristão tem pedido negado para suspensão de casamento gay nos cartórios

Loading

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, na última terça-feira, o pedido do PSC (Partido Social Cristão) para suspender a decisão do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) que obriga os cartórios de todo o país a celebrar o casamento gay.

Fux determinou que o processo seja arquivado porque entendeu que o partido usou um instrumento inadequado para questionar a resolução. A legenda, da qual faz parte o deputado Marco Feliciano, apresentou um mandado de segurança quando deveria ter sido uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI). 

O ministro argumenta que a resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) "qualifica-se como 'lei em tese', razão por que não se submete ao controle jurisdicional pela via do mandado de segurança".

Para o presidente do CNJ, ministro Joaquim Barbosa, autor da proposta, a medida tem como objetivo dar efetividade à decisão de 2011 da Suprema Corte que autorizou união estável homoafetiva.

Segundo Barbosa, o Conselho estava "removendo obstáculos administrativos de uma decisão do Supremo que é vinculante [válida para as demais esferas do Judiciário]".

Informações: Uol Política

Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown escrevem música para o casamento gay no Brasil

Loading

Não é uma reunião oficial dos tribalistas, mas podemos comemorar: Marisa Monte, Arnaldo Antunes e Carlinhos Brown se reuniram para compor e gravar a música tema da campanha pelo Casamento Civil Igualitário no Brasil. 

A campanha, iniciada em abril de 2011, tem como objetivo apoiar a aprovação do projeto de lei e da proposta de emenda constitucional que legalize o casamento civil entre pessoas do mesmo sexo, de autoria dos deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ) e Erika Kokay (PT-DF). Segundo o deputado Wyllys, apesar das decisões do Supremo Tribunal Federal que, em 2011, reconheceu a união estável entre pessoas do mesmo sexo, e do Conselho Nacional de Justiça, que, no início deste mês regularizou o casamento entre pessoas do mesmo sexo, o que vai dar força à essas decisões é o Congresso Nacional.

“Na prática, o casamento civil igualitário, a partir da decisão do CNJ, é uma realidade no Brasil. Agora o Congresso precisa votar um projeto de lei que altera do código civil e uma proposta de emenda que altera o artigo 226º da Constituição Federal do Brasil, onde os direitos ao casamento e à união estável estão reconhecidos. Estas duas proposições legislativas darão essa força de lei que precisamos para materializar essa igualdade proclamada na Constituição”, diz Wyllys. 

A música intitulada “Joga Arroz” é leve, descontraída e no melhor estilo para pular e cantar fácil. Wyllys declarou sobre: ““Agradeço muito aos três artistas - Marisa, Brown e Antunes - pela coragem de colocar seus talentos a serviço das liberdades individuais e dos direitos civis para todas e todos!”. Abaixo, a letra:

O juiz já falou que o coração não tem lei
Pode chegar pra celebrar o casamento gay
Joga arroz... em nós dois
Quem vai pegar  o buquê
Maria com Antonieta
Sansão com Bartolomeu
Dalila com Julieta
Alexandre com Romeu
Joga arroz... em nós dois

ColunaZs – “As aventuras de Diego – O alemão fofo”

Loading

Segundo capítulo: o alemão fofo

Olá, querido leitor! Hoje eu irei comentar sobre o caso do alemão fofo. Esta história se desenrolou ao longo de semanas, mas, ao invés de contar as coisas em ordem cronológica, pra ficar mais descomplicado, eu irei resumir tudo em um post só. Outra coisa é que, pra preservar as indentidades das pessoas, eu não citarei nomes e sim as suas descrições, como nos livros do Saramago.

A minha história com o alemão fofo começou em janeiro. A gente nunca tinha se visto antes. Conversávamos pela internet e telefone: sempre com esta expectativa de que eu chegaria em Berlim em maio pra finalmente nos vermos. Ele foi me buscar no aeroporto e combinamos de nos vermos no dia seguinte...

A primeira coisa a fazer foi ir ao Bürgeramt (tipo um Poupa-Tempo aí na selva brasileira) me registrar como cidadão de Berlim. Ainda bem que o alemão fofo estava comigo! Porque ninguém falava uma palavra de inglês. Então foi ele quem fez toda a comunicação. Em seguida, fomos na IKEA - a loja de móveis mais bafônica do mundo; e comprei toda a mobília do meu quarto.

A noite, fomos em um restaurante italiano a luz de velas! O nosso dress-code já estava descombinando. Eu estava de calça, blazer, camisa e gravata enquanto ele usava uma calça jeans e camiseta polo: ele estava mais bem vestido quando fomos pra IKEA. Conversamos horrores sobre a vida e daí fomos num bar nas redondezas. Depois das duas taças de vinho e um shot de licor de manga no restaurante; ainda bebi mais dois cocktéis no bar e um outro shot de outro licor bafo. Fomos pro apartamento dele e PAFT! Bafo e tumulto! Mas a química não estava combinando muito. Dormi na casa dele e, voltando no trem, eu tinha me esquecido como esses alemães são lindos. PQP!!!

Depois disso, ficamos uns seis dias sem se falar porque os pais dele vieram visitar e ele ficaria com eles o tempo todo. Na semana seguinte marcamos de ver um filme na casa dele. Eu já tinha decidido que só queria ser amigo dele mesmo. Não só por esse lance da “química” mas porque temos estilos de vida muito diferentes: ele gosta de barzinhos, ficar em casa e eu gosto de baladas de techno e sair pra dançar. Sem contar que ele já queria uma relação séria logo de cara e eu acabei de chegar na cidade! Em um país diferente, num continente diferente, ainda nem havia montado os móveis do meu quarto – era muito cedo pra pensar nisso.

Mas o alemão fofo já tinha deixado bem claro que ele estava gostando de mim, por isso, quis tentar fazer ele se “desapaixonar” por mim e me ver só como um amigo mesmo. Lembrei de uma vez que ele falou que odiava “afeminados”. Então eu arrasei num modelão de calça rosa/salmão, camisetinha amarelo-canário da Colcci e uma jaquetinha estruturada verde-esperança. A seleção de filmes?? Elvira, a Rainha das Trevas, um episódio da quarta temporada de Rupaul's Drag Race (que a Elvira é a jurada – já emendando com o filme) e Hedwig and the Angry Inch.

Fui pro flat dele; a gente não trocou um beijo: eu estava decidido que ia ser uma noite com um amigo mesmo. Eu estava no sofá e, às vezes, ele vinha e deitava a cabeça no meu colo ou tentava me acariciar de alguma forma. Só que, depois de um tempo, ele parava e ficava no canto dele. A gente assistiu tudo a noite toda; já eram 4 da manhã e ele falou "vamos pra cama". Só que eu nem tirei a roupa A) porque estava frio e ele só tinha um cobertor básico B) porque eu não queria mesmo.

Voltei pra casa e, depois de algumas horas, tem uma mensagem dele no meu celular: "Bebê, eu quero o cara que eu estava conversando por meses de volta!". Então eu joguei a real, falei tudo o que estava me preocupando e ele me ligou falando: "Eu gosto muito de você, eu não quero te pressionar, mas, pense e se você achar que a gente não vai dar certo como namorados, a gente não vai poder ter mais nenhum tipo de contato. Eu não posso ser seu amigo, já passei por essa situação antes e eu não quero isso de novo!".

Então, depois de um fim de semana de baladas doidíssimas (as quais eu contarei em detalhes mais pra frente); o alemão fofo pede pra se encontrar comigo. Marcamos numa praça. Eu havia emprestado uns livros de quando eu era criança pra ele aprender português. Ele trouxe os livros numa sacola, devolveu pra mim e me disse que achava melhor não nos falarmos por um tempo. Foi muito bucólico a gente ali no banco da praça e, de vez em quando, aquele silêncio mortal.

Eu disse que não iria bloqueá-lo em nenhum lugar e que ele poderia me contatar quando quisesse. Eu expliquei novamente as minhas razões e ele meio que entendeu. A gente foi pra plataforma do trem e cada um foi para um trem diferente em sentidos opostos.

Uma cena bem poética…

Diego Garcia é artista visual multimídia e produtor de música eletrônica experimental, aonde mantém o nome artístico Projekt Gestalten (arrasa no alemão, bee). Ele nasceu na selva paulistana e atualmente mora em Berlim, aonde se prepara pra iniciar o seu mestrado em Comunicação Visual. Já trabalhou com artistas bafônicos como Lars von Trier, Las Bibas from Vizcaya, Tide Hellmeister, Tiffany (aquela cantora americana brega dos anos 80; não a loja de jóias chiquérrima que a Audrey Hepburn ia tomar café em frente todos os dias). Pretende, em um futuro não muito distante, derrubar o que restou do muro de Berlim com as suas batidas de techno, seu glamour, luxo e poder.


terça-feira, 28 de maio de 2013

Viu a retratação da Lupo sobre a polêmica propaganda com o Neymar?

Loading

O Jogador Neymar  não está mais no Brasil, agora, ele é jogador do Barcelona. Mas antes de ir para a Espanha Neymar esteve envolvido na polêmica propaganda de roupas íntimas da Lupo, lembram? Considerada, por muitos, preconceituosa em relação aos gays e homossexuais. Ao mesmo tempo, alguns, acharam exagero tal menção preconceituosa e questionaram um certo exagero do “politicamente correto” da militância/público gay.

Fato é, que a Bechá Má chegou discorrer sobre o assunto em sua última coluna aqui no Muza, na última terça-feira,  e na última quinta-feira, a próprio Lupo se retratou sobre o assunto/polêmica em um comunicado oficial. Abaixo, a imagem e na sequencia o texto. Leiam e tirem suas próprias conclusões:

A Lupo vem a público para esclarecer que em nenhum momento promoveu qualquer tipo de preconceito ao levar ao ar o comercial de televisão 'Aparecimento', estrelado pelo jogador Neymar e que divulga a nova coleção de cuecas da Lupo. Já na concepção do comercial, que está sendo veiculado no intervalo dos principais programas de televisão, o personagem alvo da polêmica não teve qualquer conotação homossexual. A graça do comercial é exatamente essa: um sujeito fortão, heterossexual, procura uma cueca sexy para usar – subentende-se – com uma mulher.  E a reação de Neymar é sair de cena. A ideia foi dar um tom brincalhão e brasileiro ao filme.

A Lupo reitera sua rejeição a qualquer tipo de preconceito e garante seu respeito a todos os consumidores de seus produtos, independentemente de classe social, nacionalidade, religião e orientação sexual. A empresa fabrica produtos para todos os públicos e não faria o menor sentido excluir qualquer público de suas lojas e muito menos denegrir a imagem dos homossexuais.


segunda-feira, 27 de maio de 2013

Filme vencedor do Festival de Cannes mostra romance entre duas mulheres

Loading



O principal prêmio do renomado Festival de Cannes, A Palma de Ouro, foi para o filme “A Vida de Adèle”, baseado em uma graphic novel mostra a história de um romance entre uma menina de 15 anos que está descobrindo a sua identidade sexual e uma misteriosa garota de cabelo azul.

O longa, dirigido por Abdellatif Kechiche, tem mais de três horas de duração e traz as atrizes atrizes Adèle Exarchopoulos e Léa Seydoux nos papeis principais. 

“A Vida de Adèle” foi unanimidade de público e critica, também levou o prêmio FIPRESCI (Federação Internacional de Críticos de Cinema). 

Le Bleu est une Couleur Chaude (A Vida de Adèle) é uma adaptação das histórias em quadrinho homônimas, escritas e desenhadas por Julie Maroh, e publicadas em 2010.


O que você está achando – até o momento – do vilão Félix da novela?

Loading

Hoje faz uma semana que a novela “Amor À Vida” estreou. Sem dúvida, um dos destaques, senão o maior, é o personagem Félix, interpretado pelo ator Mateus Solano. 

Félix é o vilão da história: vive fazendo maldades com sua irmã adotiva, cobiça o poder e os bens do seu pai e apesar de ser casado com uma mulher, e ter filho com ela, dá a entender que vive pulando a cerca com homens. 

O personagem de Mateus Solano faz a linha becha má, com senso de humor ácido e trejeitos típicos de muitos gays por aí. Mas ao mesmo tempo é enrustido e já gerou cenas polêmicas como ao dizer que pode voltar para o armário e que aprendeu a gostar do corpo da mulher com quem é casada, mesmo assumindo que desde pequeno sente atração pelo mesmo sexo. 

O pai do vilão já mostrou que não lida bem com a "inclinação" do filho desde quando ele era criança e considera o fato dele ser casado e ter um filho com uma mulher como “prova” de que ele não “desenvolveu” ou mesmo aprendeu a “sufocar” seu lado gay e, teoricamente, vive bem assim. 

o autor da novela já disse que provavelmente não veremos beijo gay. Até o momento, o casal gay não entrou na trama e o máximo que tivemos foi um encontro de Félix com seu Anjinho em um shopping. Ah! Também tem um novo cirurgião no Hospital que Félix administra que dá a entender uma certa tensão sexual/atração entre os dois . 

Inclusive, o programa Fantástico fez uma matéria ontem sobre o sucesso do personagem e a questão deu homem casado e pai de família revelar que é homossexual. Clique aqui para ver. 

Diante de tantas questões em torno do personagem e, de certa forma, da representação homossexual e homoafetiva na novela: o que você acha – até o momento – do personagem Félix? Responda nossa enquete abaixo e deixe seu comentário! 



Hoje é dia de programa do Muza na rádio UFMG Educativa

Loading

People! Como sabem, o Muza está com um programa semanal na Rádio UFMG educativa: Momento Muza! Isso mesmo! A locução é do jornalista responsável pelo Muza, o Valmique. 

Logo mais, às 14h30, sintonize na frequência 104,5 FM ou acesse o site da rádio e como cantaria Madonna... Turn Up The Radio! ;)

Comentários, críticas e sugestões são super bem-vindos! Quer enviar sugestão de assunto ou música? Envie e-mail para contato@muza.com.br e coloque no assunto "rádio'. Ou simplesmente, deixe seu comentário abaixo!

O programa de hoje vai falar sobre a nova novela Amor à Vida, o vilão Félix e a expectativa, ou não, para o beijo gay na TV. A música, é o projeto eletrônico experimental do novo colunista do Muza: Diego Gargia, aquele das "Aventuras de Diego em Berlim". 

sexta-feira, 24 de maio de 2013

Veja a campanha 2103 do programa Rio Sem Homofobia com Fernanda Montenegro, Cissa Guimarães e Dira Paes

Loading




A campanha 2013 da Coordenadoria Especial da Diversidade Sexual (CEDS) do Rio de Janeiro é um exemplo para todo o país e deveria ser exibida, na TV, em todos os estados:

Bela, simples e direta a mensagem é um “Rio Sem Homofobia”, mas poderia ser o Brasil sem homofobia, afinal, como dizem as atrizes Fernanda Montenegro, Cissa Guimarães e Dira Paes “o preconceito é um problema de todos nós, pois uma hora, ele chega até você”.

Segundo informações oficiais a campanha desse ano é baseada no seguinte conceito, como explica o coordenador Carlos Tufvesson em um dos vídeos: “Eu não preciso ser negro para lutar contra o racismo, não preciso ser mulher para lutar contra o machismo, não preciso ser judeu para lutar contra o antissemitismo e você não precisa ser gay para lutar contra a homofobia”.

Além dos ótimos vídeos que você vê abaixo - inclusive o making off com excelentes depoimentos das atrizes -no dia 15 de maio, foi realizado um show para o lançamento da campanha com a presença dos artistas  Caetano Veloso, Ney Matogrosso, Frejat, Fernanda Abreu, Toni Garrido, Zélia Duncan, Preta Gil, Lú Carvalho,  e DziCroquettes.






quinta-feira, 23 de maio de 2013

Novidade no ColunaZs: “As aventuras de Diego em Berlim”

Loading
Essa é a imagem da antena de TV de Berlim em alexanderplatz: ela ficava na parte oriental da cidade e servia pra bloquear o sinal de TV do lado ocidental.

Episódio Piloto - As aventuras de Diego em Berlim

Se a minha vida fosse um seriado de televisão americano, já conseguiria imaginar a cena inicial do primeiríssimo episódio: o avião aterrisando em Berlim, eu olhando a vista pela janela, numa mistura de ingenuidade, e esperanças; como se um novo mundo de infinitas possibilidades estivesse se abrindo pela minha frente. “Quem é essa pintosa cheia de malas andando pelo aeroporto? O que ela faz? Pra onde ela está indo? Por que ela está aí?” – seriam as primeiras perguntas dos telespectadores diante da televisão. Então, entraria a minha voz narrando todo o contexto, no melhor estilo Sex and the City – porque se Nova York tem Carrie Bradshaw, por que Berlim não pode ter Diego Garcia? 

Então vamos ao contexto: Meu nome é Diego e sou de São Paulo. Me formei em artes visuais no Brasil e, desde a minha pré-adolescência, quis morar em um outro país – esse desejo acabou virando um objetivo maior quando eu terminei a faculdade: queria fazer uma pós-graduação no exterior. Primeiro eu queria ir pra Nova York, mas me desapaixonei dela, porque, desculpe-me, mas os Estados Unidos são uma chatice. Depois queria ir pra Londres – porque as melhores faculdades de artes da Europa ficam lá. Porém, depois de um super mochilão pela Europa, aonde fiquei uma semana em Berlim, não demorou muito para eu mudar de ideia novamente em favor dessa cidade bafônica.

Berlim é uma cidade única e a vibração que existe aqui, eu não vi em nenhum outro lugar por onde passei. Há muitas razões para eu ter me mudado para cá: é uma cidade baratíssima (até mais que São Paulo); um lugar multi-cultural; super receptivo e mente-aberta. Além disso, não posso deixar os homens alemães de fora da minha lista de razões pra eu ter me realocado para estas terras européias. Bitch, please!

Além disso, por eu também ter uma “vida dupla” como artista visual e produtor de música eletrônica, Berlim me oferece o melhor dos dois mundos. Porque, quando eu digo “música eletrônica”, não me refiro a esses hits de rádio uós e nem de músicas pop chicletão que todo mundo está careca de ouvir na boate. Em Berlim, o que domina é o techno pesado, underground, sinistro, assombroso, com pouquíssimos vocais para as bees dublaram e fazer performance bate-cabelo no meio da pista. Aqui não existe a “boate gay” ou a “boate hétero”. Aqui tem a boate de deep-house, a boate de techno, de dub-step, de minimal e vai tantos gays como héteros – convivendo em perfeita harmonia.

OK, existem bares gays e também existem festinhas gays especiais, em algumas boates, em determinadas datas, aonde toca mais ou menos o que tocaria numa balada gay brasileira habitual – mas, estas não são, nem de longe, as melhores festas de Berlim.

Por estas e tantas outras razões que eu estou aqui na capital alemã. Gostaria de ressaltar que esta coluna não será um guia de dicas turísticas da cidade – para isso, já têm livros, sites especializados, etc. Esta coluna, como o próprio nome diz, relatará as minhas aventuras e desventuras por Berlim. As cagadas de maiô e as conquistas de objetivos sob a ótica de um gay brasileiro numa cidade alemã.

Faz exatamente uma semana e quatro dias que me mudei pra cá, e já posso escrever um livro com tudo o que me aconteceu nos últimos dias. Semana que vem eu volto com as minhas primeiras impressões de Berlim.

Auf Wiedersehen!

Diego Garcia é artista visual multimídia e produtor de música eletrônica experimental, aonde mantém o nome artístico Projekt Gestalten (arrasa no alemão, bee). Ele nasceu na selva paulistana e atualmente mora em Berlim, aonde se prepara pra iniciar o seu mestrado em Comunicação Visual. Já trabalhou com artistas bafônicos como Lars von Trier, Las Bibas from Vizcaya, Tide Hellmeister, Tiffany (aquela cantora americana brega dos anos 80; não a loja de jóias chiquérrima que a Audrey Hepburn ia tomar café em frente todos os dias). Pretende, em um futuro não muito distante, derrubar o que restou do muro de Berlim com as suas batidas de techno, seu glamour, luxo e poder.

Série The New Normal, sobre casal gay que quer ter filho, é cancela

Loading

Já pode chorar? A série “The New Normal”, após apenas a primeira temporada, foi cancelada pelo canal americano NBC. O motivo? Baixa audiência. 

A comédia, exibida no Brasil pela Fox, acompanhava a história de uma casal gay, interpretado por Andrew Rannells (Sex and the City”) e Justin Bartha (Se Beber Não Case”, que tenta ter uma criança por meio de barriga de aluguel.

Por sinal, essa é a primeira empreitada de Ryan Murphy que não apresenta bons resultados e é cancelada com uma temporada apenas. Ryan é o responsável pelos sucessos “Glee”, que na quarta temporada já tem mais outras confirmadas, e “American Horror Story”.

Além de “The New Normal”, as séries “Go On”, “Up All Night”, “1600 Penn”, “Whitney” e “Guys with Kids” e “Deception” também forma canceladas.

Curiosamente, The New Normal foi premiada no último People’s Choice Awards como “Nova Série Cômica Favorita”. Não gostei! #chateado :( 

quarta-feira, 22 de maio de 2013

Ah o amor.. de Daniela Mercury e Malu Verçosa em vídeo-entrevista. Veja!

Loading


Não há muito o que dizer, apenas ver, observar e aprender... afinal, o amor também ensina. Ainda mais quando a ideia de amor traz consigo pré-conceitos, tabus e paradigmas. Neste vídeo, da Folha Ilustrada, Daniela Mercury e Malu Verçosa falam sobre o amor que sentem uma pela outra, da relação e de tornar pública essa relação. Não vou falar e nem preciso.. apertem o play e compartilhem! ;)

Malu Verçosa diz:  “Agora que a gente abriu nossa vida pessoal com coragem e humildade esperamos que isso ajude milhares de pessoas a entender que é normal”.

Daniela questiona: "Quando falam sobre eu namorar uma mulher, falam que é errado, é errado por quê? Quem disso que isso é errado?”

terça-feira, 21 de maio de 2013

Parada do Orgulho LGBT de BH 2013 será em novo dia. Saiba todas as informações!

Loading


O Muza já havia adiantado o tema e data da XVI Parada do Orgulho LGBT de BH, mas a organização alterou a data (14 de julho ao invés de 21 de julho) e já deu início aos preparativos. Este ano a Parada será mais especial que as anteriores, pois, além de sua temática poder ser considerada como uma das mais relevantes discussões de 2013, haverá uma quebra de tradição em relação à data do evento. 

O tema deste ano será “Estado Laico: sua religião não é nossa lei!” Segundo Andréia Michaelsen, uma das organizadoras do evento: “A laicidade do Estado é uma das principais bandeiras que têm sido levantadas por todo o Brasil. Os fatos protagonizados pela bancada fundamentalista do Congresso Nacional apenas reforçam a importância desta discussão, mostrando a todos que o Brasil não possui apenas uma única crença, mas uma pluralidade que deve ser respeitada.” diz Michaelsen.

Além da Parada, acontece, de 15 a 20 de julho, a IX Semana BH Sem Homofobia, uma semana intensa de atividades que terá na sua programação: mostra de filmes, seminários, cerimônia de premiação aos apoiadores da causa LGBT e festas. A semana, que nesta edição ocorre após a Parada, conta com a parceria de vários órgãos do poder público local, sindicatos, Conselho Regional de Psicologia, Conselho Regional de Serviço Social, universidades e entidades que atuam na defesa dos Diretos Humanos e LGBT.

Sobre a nova data

O Centro de Luta pela Livre Orientação Sexual de Minas Gerais – CELLOS-MG, entidade responsável pela organização da Parada do Orgulho LGBT de BH, para esta edição, alterou a data da Parada que, tradicionalmente há 15 anos, acontecia no terceiro domingo de julho.

Militante do CELLOS – MG e um dos organizadores da parada, Raphael Vieira explica o porquê desta mudança: “Durante os encaminhamentos burocráticos, fomos informados de que haverá um evento na Praça da Estação no dia 21 de julho. O nosso coletivo ponderou sobre os prós e contras da alteração da data e percebemos que, ao inovar neste ano, transformando a Parada num grande evento anterior à IX Semana BH Sem Homofobia, poderíamos potencializar a divulgação e o impacto social e político dessa semana de atividades e reforçar o aspecto engajado da Parada de BH, que é considerada uma das mais politizadas do país”, explica Vieira.

O militante esclareceu que os eventos da Semana culminarão com a já tradicional Cerimônia de Entrega do Prêmio de Direitos Humanos e Cidadania LGBT de Belo Horizonte, na qual o CELLOS-MG, em conjunto com diversas entidades, pretende lançar um manifesto em defesa do Estado Laico.

ColunaZs – “Olha de novo. O preconceito está ali!” (a nova propaganda com o Neymar)

Loading


Raramente mudo um texto na última hora, mas essa foi uma daquelas vezes. Ontem, o Laranja do Nada Errado, publicou um texto sobre a propaganda da Lupo com o Neymar. Texto com o qual eu concordo. Mas os comentários me deixaram um pouco inquieto. Surpreso não, pois sei que muitas pessoas acham normais “doses homeopáticas” de preconceito.

Já conversamos, aqui no Muza, sobre o risco de ficar paranoicos e apontar preconceito onde não existe. Continuo com esse pensamento, e também continuo acreditando que é preciso muito cuidado com isso. O texto do Laranja aponta preconceitos reais. Machismo e homofobia estão, de alguma forma, representados naquele comercial. Como dito no texto “Homens, heterossexuais, de maneira geral, não recebem um elogio vindo de outro homem como sendo apenas um elogio. É uma cantada, uma agressão à masculinidade”. Para mim este é o ponto chave do preconceito no comercial. O machismo, que é um dos fundamentos da homofobia, está ali, no momento em que o Neymar foge de um cliente homem, cliente esse que pediu pela “cueca sexy do Neymar”.

Mas o que mais pegou nisso tudo, como disse no começo, foram os comentários. Certas coisas já estão tão enraizadas em nossa cultura, machista e homofóbica, que muitos não conseguem enxergar. “Ah... Foi só uma piada.”, “Isso é ver preconceito até onde não tem”. Homofobia não é tentar te ofender chamando de viado, tentar te bater, te negar direitos. Machismo não é só querer uma mulher submissa, se achar o macho alfa, achar que ser hetero é ser superior. Pequenas demonstrações, como a do comercial, não são discursos de preconceito. Mas sim discursos que reforçam o preconceito. Mesmo que de uma forma discreta, dizem que ser elogiado por outro é um problema.

Pode parecer exagero de nossa parte, eu sei. Mas é por que já percebemos como o preconceito pode vir de todos os lugares. Não aprendemos apenas com grandes exemplos, os pequenos detalhes fazem diferença. A vida funciona como um sistema, tudo tem algum efeito. É com isso que nos preocupamos. Ninguém vai se tornar machista, ou homofóbico, vendo o comercial, mas os preconceitos podem ser reforçados.

Me assusta que quando se diz que ali tem preconceito, muitos dizem que não, que é exagero, que ninguém apanhou, ninguém foi xingado. Existem muitos preconceitos “invisíveis” ainda. 


 *Becha Má é twittera toda trabalhada no veneno purpurinado. The bitch says: follow my ass! 

Ouça “Grown Woman” da Beyoncé, versão estúdio, na íntegra

Loading


Em meio aos boatos de uma gravidez e a expectativa de mais informações oficiais sobre shows no Brasil, vazou na web a música “Grown Woman” versão estúdio. Isso mesmo!

Ainda não se sabe a música será o primeiro single do aguardado novo disco, assim como mais informações sobre composição e produção da música.

Até o  momento, Beyoncé vem apresentando a música na turnê The Mrs. Carter Show, com projeções e coreografia que levam a entender que já há um vídeo-clipe gravado. 

Enfim, o que é certo é apertar o play o mais rápido possível para ouvir, já que a música está sendo retirada aos poucos da web. 

Eu gostei, aliás, tenho adorado essa influência de Beyoncé em suas novas músicas.  Mas achei que a música – versão estúdio – seria mais... forte? Com uma batida mais contagiante.



segunda-feira, 20 de maio de 2013

Novelista Walcyr Carrasco sobre beijo gay na nova novela Amor à Vida: “Essa é a visão da Globo. E eu sou um funcionário”

Loading


Hoje, logo mais, estreia a nova novela “Amor à vida”, escrita por Walcyr Carrasco e exibida pela Rede Globo, e que promete chamar a nota atenção. Afinal, o vilão da novela, papel do ator Matheus Solano, será gay e ainda haverá um casal homossexual (atores Thiago Fragoso e Marcelo Antony) que quer adotar uma criança.  

Em recente entrevista à colunista Mônica Bergano, da Folha de São Paulo, o novelista Walcyr Carrasco falou sobre as temáticas gays na novela, a polêmica e expectativa do beijo gay, a possível posição da Globo sobre exibir ou não o beijo e o suposto conservadorismo do público

Sobre o papel de Mateus Solano: "O personagem já existia antes do aparecimento do pastor Feliciano... Estou escrevendo a novela há um ano. Mas, de certa maneira, é um tipo que o Feliciano aprovaria, porque não se expõe. É o gay no armário, casado e com filho”.

Sobre o vilão ser gay: “Não quer dizer que todos os gays sejam maus, quer dizer que esse personagem é mau e é gay. O politicamente correto virou uma obsessão. Sempre vão arranjar um motivo para dizer que tal obra não deveria ir ao ar por esse ou por aquele motivo."

Sobre incluir ou não beijo gay na novela: "No Brasil, qualquer casal gay pode se beijar onde quiser e ninguém pode falar nada. Mas esse direito não é exercido, só em locais específicos. O que se cobra da TV é que ela dê um passo que os próprios homossexuais não deram, que é o de assumir o seu espaço. Essa é a visão da Globo. E eu sou um funcionário... estou preocupado com a questão do beijo gay. Acho que você pode escrever que talvez possa rolar, mas não é algo que esteja planejado. Não como um grande acontecimento. Se rolar vai ser algo totalmente cotidiano, sem bater nos tambores. Tem que ser visto como algo corriqueiro".

Sobre o público ser conservador para ver um beijo gay: “Travestis são eleitos no interior do Nordeste para deputado, para vereador, em lugares que nunca imaginaríamos. Tenho a impressão é que há grupos conservadores na sociedade que fazem muito barulho porque dão surra, gritam. Existe uma onda de conservadorismo insuflada por algumas igrejas evangélicas."

Madonna: DVD a caminho e destaque no Billboard Music Awards

Loading


Celine Dion e Madonna

Foto divulgada no instagram da própria Madonna

Kesha, Madonna Miley Cyrus


Fãs da Rainha do Pop devem estar gostando deste período... afinal, Madonna vai lançar, em breve, o DVD da MDNA Tour e foi destaque, ontem, na premiação Billboard Music Awards.

Na premiação, Madonna ganhou três prêmios: Melhor Turnê, Melhor disco Dance (MDNA) e Melhor Artista Dance. A própria foi receber o prêmio, entregue por Will I Am – que revelou que “Like A Virgin” é sua música preferida dela, com um figurino ousado, como podem ver nas fotos acima. Abaixo, você pode ver o discurso de Madonna na premiação. Ela agradece o apoio dos fãs ao longo de três décadas de carreira. 

Para ver os ganhadores do Billboard Music Awards, clique aqui.

Sobre o DVD, ele será exibido no canal Epix no dia 22 de junho e já foram divulgados alguns trailers e imagens. Sobre o lançamento, ainda não foi divulgado.  Sabe-se que o processo de edição está no final ou finalizado há poucos dias, afinal, Madonna vem divulgando trechos de imagens em sua conta no instagram. Mas, obviamente, não deve demorar o lançamento, provavelmente no dia seguinte após a exibição na TV teremos o lançamento nas lojas. Aguardemos!





Daqui a pouco tem o programa do Muza na rádio UFMG Educativa

Loading


People! Como sabem, o Muza está com um programa semanal na Rádio UFMG educativa: Momento Muza! Isso mesmo! A locução é do jornalista responsável pelo Muza, o Valmique. 

Logo mais, às 14h30, sintonize na frequência 104,5 FM ou acesse o site da rádio e como cantaria Madonna... Turn Up The Radio! ;)

Comentários, críticas e sugestões são super bem-vindos! Quer enviar sugestão de assunto ou música? Envie e-mail para contato@muza.com.br e coloque no assunto "rádio'. Ou simplesmente, deixe seu comentário abaixo!


domingo, 19 de maio de 2013

Aguarde entrevista excluZiva com a Wanessa

Loading


Que a Wanessa se expressou contra a homofobia no seu show em Belo Horizonte isso você já sabe, o que você não sabe está na nossa entrevista excluZiva com a cantora. Aguardem! 


Fotos: Jayze Alves

Vídeo da ONU contra a homofobia revela que 76 países criminalizam os LGBT e as questões relativas

Loading


O Dia Internacional de Luta contra a homofobia foi na última sexta-feira, 17 de maio, mas a luta, infelizmente, ainda deve ser diária. Para reforçar, não há muito o que dizer, basta apertar o play do vídeo abaixo feito pelas Organizações das Nações Unidas

Neste vídeo, do escritório de direitos humanos da ONU, pessoas de diversas origens fazem perguntas diretamente para o espectador para expor a natureza das violações de direitos humanos sofridas por pessoas LGBT em todo o mundo.

O vídeo inclui mensagens do secretário-geral da ONU e da alta comissária para os direitos humanos, Navi Pillay. A mensagem da ONU é de que direitos LGBT são direitos humanos. Juntos, vamos construir um mundo que é livre e igual.

Para os que ainda não sabem ou não acreditam, porque realmente é difícil acreditar: 76 países ainda criminalizam as relações homossexuais consensuais e as pessoas lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros.

A tradução do vídeo foi feita pelo Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio).


sábado, 18 de maio de 2013

A nova música de Britney e os novos vídeoclipes de Jennifer Lopez, Mariah Carey e Selena Gomez

Loading


Sábado a noite pede música, certo? Melhor ainda, quando as músicas são novidades recentes de artistas pop! ;) Então, apertem o play abaixo e preparem-se para a balada com as novidades de Britney Spears (música “Ooh La La” da trilha sonora do filme Smurfs 2); Jennifer Lopez em mais uma parceria com Pitbull (“Live It Up”); Mariah Carey em parceria com Miguel (“Beautiful”); Selena Gomez com “Come And Get It”





Wanessa se expressa contra a homofobia durante show em BH. Aguarde entrevista e fotos excluZivas!

Loading

Como sabem, ontem, Wanessa trouxe para BH  seu mais novo show: "DNA", que, sem dúvida, deixou muitos, senão todos, encantados com a superprodução, entretenimento e qualidade. 

O Muza esteve presente e realizou uma entrevista excluZiva com essa artista e pessoa que é encantadora! Fiquem ligados que divulgaremos em breve, assim como as fotos do público presente! ;) Enquanto isso... a imagem acima foi divulgada pela própria cantora em sua página no Facebook e conta no Instagram.

Ao final do show, a cantora também fez um breve discurso contra a homofobia e a favor do respeito e da diversidade, sendo assim, ainda mais ovacionada pelo público presente.  

sexta-feira, 17 de maio de 2013

17 de maio - Dia Mundial de Luta Contra a Homofobia

Loading




quinta-feira, 16 de maio de 2013

Promoção de última hora: sorteio de 1 par de corteZias para o show da Wanessa!

Loading


Atenção fãs da Wanessa! Será feito um novo sorteio, via a página do Facebook do Muza, o par de cortesias para o show da Wanessa em BH, que acontece amanhã. 

Será sorteado 1 par de cortesias para o Camarote Um Brasil, que fica mais perto do palco e com open-bar. Isso mesmo! 

A ganhadora sorteada, primeiramente, não poderá ir ao show e, assim, realizaremos um novo sorteio: amanhã, 17 de maio, na parte da tarde, por volta das 15h! 

Quer ganhar um par de corteZias para o show da Wanessa em BH?

Como você pode garantir a sua? Simples! Basta seguir os passos abaixo:


2- Entre na aba “promoções”, clique e participe. 

3- COMPARTILHE PUBLICAMENTE a imagem do show que está lá.

O resultado será divulgado amanhã, 17 de maio, dia do show. Quem ganhar, tem que enviar o nome completo + número para o e-mail contato@muza.com.br até às 17h! Fiquem ligados nos procedimentos e horário/prazo para garantir seu par de corteZias!

Resultado promoção, ganhador:

Fernando Filho (Luiz Fernando Barros)

Nome completo + número identidade até às 17h para contato@muza.com.br Parabéns!  

Obrigado a todos que participaram e continuem ligados no Muza para mais informações, inspirações e promoções!